A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
73 pág.
TÓPICOS INTERDISCIPLINARES

Pré-visualização | Página 9 de 14

vida pessoal do trabalhador. O empregado fica sujeito às orientações dadas pelo empregador, como horário de trabalho, utilização de maquinário etc.
	
	
	Presentes os quatro requisitos (pessoalidade, onerosidade, eventualidade e subordinação) será declarado o vínculo, independentemente da nomenclatura que seja utilizada para identificar o trabalhador (funcionário, colaborador, ajudante etc.).
	
	
	O empregado é contratado em razão de suas qualidades pessoais (eficiência, lealdade, conhecimentos técnicos, moral etc.). Diante disso, não se pode fazer substituir por um terceiro.
		O ser humano precisa comer, por isso vai à natureza obter aquilo de que necessita. Essa ida primeira do ser humano à natureza ainda não é propriamente humana, já que qualquer ser vivo assim o faz, aliás, as necessidades do ser humano nem se suprem completamente nessa primeira ida ao mundo. Assim, por meio de qual ação o ser humano se vincula ao mundo natural e com o mundo cultural de todos os seres humanos?
	
	
	
	A reflexão
	
	
	O desejo
 
	
	
	A ação social
	
	
	A pesquisa
	
	
	O Trabalho
		O contratualismo é uma escola de pensamento a partir da qual várias interpretações sobre a natureza humana e o surgimento das sociedades civis foram concebidas. Para os contratualistas, o ser humano:
 
 
	
	
	
	 era um ser vivo desprovido de razão.
 
 
	
	
	 era como uma tábula rasa, pois nascia completamente desprovido de qualquer tipo de ideia ou consciência.
 
 
	
	
	 era um animal desprovido de qualquer tipo de capacidade de relação social.
 
 
	
	
	 era o único ser vivo do planeta capaz de manter relações sociais.
 
	
	
	vivia em um estado de natureza anterior às organizações sociais ou políticas que temos hoje.
 
		O machismo defende a superioridade do homem em relação às mulheres, portanto o machismo é discriminatório! Contudo, como contraponto ao machismo existe uma corrente de princípios que defende a igualdade entre os seres humanos. Isso é uma visão diferente do que sempre vivemos como senso comum, logo, nesse caso, essa corrente de princípios é denominada de:
	
	
	
	Societarismo
	
	
	Liberalismo
 
	
	
	Feminismo
	
	
	Anarquismo
	
	
	Socialismo
		Sem leis e sem Estado, você poderia fazer o que quisesse. Os outros também poderiam fazer com você o que quisessem. Esse é o ¿estado de natureza¿ descrito por Thomas Hobbes, que, vivendo durante as guerras civis britânicas (1640-60), aprendeu em primeira mão como esse cenário poderia ser assustador. Sem uma autoridade soberana não pode haver nenhuma segurança, nenhuma paz.
 
Fonte: LAW, Stephen. Guia Ilustrado Zahar: Filosofia. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.
 
Considere as afirmações:
 
I. A argumentação hobbesiana em favor de uma autoridade soberana, instituída por um pacto, representa inequivocamente a defesa de um regime político monarquista.
 
II. Dois dos grandes teóricos sobre o ¿estado de natureza¿, Hobbes e Rousseau, partilham a convicção de que o afeto predominante nesse ¿estado¿ é o medo.
 
III. Um traço comum da filosofia política moderna é a idealização de um pacto que estabeleceria a passagem do estado de natureza para o estado de sociedade.
 
Está(ão) correta(s)
 
	
	
	
	apenas II e III.
 
 
	
	
	 apenas I.
	
	
	 apenas II.
 
 
	
	
	 apenas III.
 
 
	
	
	 apenas I e II.
		Tem uma teoria que considera a relação entre empregado e empregador um elemento do contrato e seu fundamento reside na tese de que a vontade das partes é a causa insubstituível e única que pode constituir o vínculo jurídico. Nesse caso, o texto se refere à teoria:
	
	
	
	Socialista
	
	
	Contratualista
	
	
	Marxista
	
	
	Naturalista
 
	
	
	Liberal
		
		A relação de trabalho tem caráter genérico, referindo-se a todas as relações jurídicas caracterizadas por terem sua prestação em uma obrigação de fazer consubstanciada em trabalho humano. Relação de emprego engloba a relação autônoma do trabalho, a relação de trabalho eventual, de trabalho avulso e de trabalho temporário. Dentre as afirmativas abaixo, assinale aquela que fundamenta a teoria que considera a relação entre empregados e empregadores, em que reside a tese da vontade das partes é a premente a constituir um vínculo jurídico:
	
	
	
	Teoria do trabalho temporário.
	
	
	Teoria da flexibilização das relações de trabalho.
	
	
	Teoria contratualista.
	
	
	Teoria capitalista.
	
	
	Teoria da terceirização.
		John Locke acreditava que o homem era uma criatura naturalmente ¿racional e social¿, com inclinação para o bem e um forte senso de amor ao próximo e empatia pela dor alheia. Nesse sentido, o que motivaria o homem natural de Locke a se sujeitar ao contrato social?
 
	
	
	
	 A perpetuação da paz natural que o ser humano e suas relações sociais proporcionavam no estado de natureza.
 
	
	
	 O texto engana-se. O homem natural de Locke jamais se sujeitaria ao contrato social, já que as liberdades individuais do homem natural não seriam abandonadas.
 
 
	
	
	Que a amizade entre os seres humanos era comparável à relação próxima que os lobos possuem em uma alcateia.
 
	
	
	O contrato social implicava o abandono da selvageria e da barbárie em que o homem vivia.
 
 
	
	
	O homem natural para Locke, apesar de racional, não era invariavelmente ¿bom¿. O amor próprio e o egoísmo ainda faziam parte de sua índole. Isso prejudicaria o estabelecimento de uma sociedade harmoniosa sem que houvesse uma entidade de mediação de conflitos.
 
		É formada por espécies vivas que compreende plantas, animais e micro-organismos, que povoam desde as profundezas dos oceanos até as mais altas montanhas. É composta por uma enorme diversidade de espécies compreendidas como indivíduos semelhantes, com capacidade para se reproduzir entre si e naturalmente. Este conceito é dado a:
	
	
	
	Não é um conceito usual para as ciências naturais.
	
	
	Biodiversidade.
	
	
	Ecologia humana.
	
	
	Megassistema social.
	
	
	É o que define os múltiplos usos no ecossistema.
		A pessoa física que presta serviços esporádicos a uma ou mais empresas, sem, contudo, manter relação de emprego com qualquer delas, é considerada trabalhador
	
	
	
	avulso.
	
	
	eventual.
	
	
	comissionado.
	
	
	temporário.
	
	
	autônomo.
		Com o advento do trabalho humano, passa-se do mundo do dado, da natureza, ao mundo do construído, que pode ser pensado como propriamente humano. Nesse caso, no que tange ao mundo construído, está se falando do universo:
	
	
	
	Da cultura
	
	
	Da história
 
	
	
	Da reflexão
	
	
	Da família
	
	
	Da ciência
		Sobre as teorias que tentam explicar a natureza jurídica da relação de emprego, assinale a alternativa incorreta:
 
	
	
	
	A Teoria da Relação de Trabalho despreza o ato volitivo como condição para a existência da relação de trabalho, bastando que haja inserção objetiva do empregado na empresa com a correspondente prestação de serviços.
	
	
	A Teoria do Institucionalismo impuro admite que exista ato volitivo do empregado, limitando-se contudo ao ingresso ou adesão à empresa que lhe impõe um estatuto legal previamente elaborado.
	
	
	É possível dizer que a Consolidação das Leis do Trabalho adotou a Teoria Contratualista, que é aquela que despreza a vontade das partes uma vez que as normas contratuais devem respeitar os limites legais mínimos estabelecidos pelo Estado e irrenunciáveis pelas partes.
	
	
	A Teoria do Contrato-Realidade afirma que a relação jurídica de trabalho é representado pela vontade das partes, através de um contrato expresso ou pelo fato, representado pelo trabalho efetivo, mesmo que não tenho sido convencionado.
	
	
	A Teoria Institucionalista Pura prega que o interesse exclusivo da instituição empregadora deve prevalecer sobre os interesses individuais que nela ingressa.
		O termo gênero é uma representação não apenas no sentido da palavra, signo, objetivo, coisa ou ser animado. O termo pode representar uma relação de classe, grupo, categoria, podendo representar uma relação de cunho pessoal. A diferença sexual é

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.