A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
projeto pratica ed fis geral 11 semana

Pré-visualização | Página 1 de 1

Jackson viana da silva - 8018445
Projeto de prática
11 semana
Título do projeto
Periodização na preparação física 
Maceió - AL
2018
Jackson viana da silva - 8018445
Projeto de prática
11 semana
Título do projeto
Periodização na preparação física
Trabalho apresentado ao Professor servio Antonio como parte das exigências do Ciclo 2 da disciplina Preparação física geral e do Exercício do curso de Bacharelado em Educação Física à Distancia. 
Maceió - AL
2018
Periodização na preparação física
A periodização do treinamento da força é um importante instrumento na busca por qualidade de vida e sucesso esportivo. Este planejamento é feito por meio da manipulação do volume e intensidade, variação entre volume e intensidade e período de descanso entre um ciclo e outro ciclo de treinamento o que acaba por resultar em estímulos metabólicos e tensionais.
Periodização Clássica
-A periodização linear representa um dos padrões mais tradicionais de cargas utilizadas no treinamento. 
-Consiste em aumento gradual da intensidade e diminuição do volume.
-A intensidade e o volume do treinamento são mantidos constantes.
-O aumento da intensidade e a redução do volume só ocorrerão após a finalização de um ciclo proposto.
-Com fase de pico a maximalizar as adaptações neurais e todos os músculos envolvidos no exercício.
Periodização não-linear
-A mudança na intensidade e no volume é inversa à periodização clássica.
-Consiste em aumento gradual no volume com redução da intensidade a cada ciclo. 
-Assim como na periodização clássica, a intensidade e o volume do treinamento são mantidos constantes.
-a intensidade só será reduzida e o volume aumentado após a finalização de um microciclo proposto. 
-Permite uma variação substancia na intensidade e volume em cada mesociclo, possibilitando modificações para favorecer os objetivos do treinamento.
Periodização não-linear flexível 
-Consiste em aumento e diminuição na intensidade e no volume de cargas dentro do mesmo ciclo. 
-A variação dos componentes do treinamento é mais frequente, sendo efetuada em períodos mais curtos.
-Nesse modelo, são utilizadas diversas formas de estímulos. 
-Há alteração na carga e na intensidade constantemente. 
-Esse modelo depende muito da disponibilidade e capacidade do atleta, 
-Foi criado para evitar a fadiga e indisponibilidade em atletas nos dias posteriores ao treinamento.
Existem diferentes modelos de periodização, mas todos estão interligados em questão principalmente das variáveis básicas envolvidas no treinamento de força como: Velocidade de execução, tempo de intervalo, número de repetições, número de séries, peso levantado, frequência de treinamento, métodos de treinamento, ordem dos exercícios e tipo de ação muscular.
Cada Profissional de Educação Física tem sua estratégia de periodização do treinamento de força cabe ao profissional identificar o melhor planejamento em buscar de melhores resultados conforme as necessidades de seu ambiente de trabalho e do aluno com sua individualidade biológica seguir o planejamento. 
Referência
KRAEMER,W.JCK, S.J. Otimizando o treinamento de força:
Programas de periodização não-linear. Barueri: Manole, 2009
(Biblioteca Pearson)
BUCIOLI, S. A. Preparação física geral.
Batatais: Claretiano, 2016.