A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
131 pág.
Manual Contabilidade de Gestão II

Pré-visualização | Página 7 de 26

Hora/máquina – hm; 
Hora/homem – Hh; 
Hora/funcionamento – Hf. 
A definição de uma base de imputação depende da natureza da secção: 
 No caso das secções principais e auxiliares, dependera do modo como os 
seus custos devem ser repartidos, ou seja, aos produtos e serviços no 
caso das secções principais, ou as outras secções no caso das secções 
auxiliares. 
 Relativamente as secções de aprovisionamento dependerá da natureza 
da secção e do critério de imputação que for adoptado pela empresa. 
 
1.3.3. Apuramento do Custo de Produção 
 
O custo dos produtos/serviços produzidos /prestados no mês é apurado no Mapa de 
Custos de Produção. 
Para a determinação do custo industrial de cada produto dever-se-á ter em atenção 
o seguinte: 
1) O custo da matéria-prima resulta da valorização das quantidades consumidas 
pelo respectivo custo unitário de compra, considerando o critério 
valorimétrico utilizado pela empresa; 
2) Os custos de transformação correspondem a imputação aos produtos dos 
custos de funcionamento das secções; 
3) A determinação do valor de eventuais subprodutos será feita por aplicação 
do critério do lucro nulo, o que significa: Custo do Subproduto = Q x (Pv – 
C.E) 
Onde: 
Q – quantidade produzida 
ISCED 
CURSO: CONTABILIDADE E AUDITORIA; 30 Ano Disciplina/Módulo: Contabilidade de Gestão II 
 
 22 
 
Pv – preço de venda 
C.E – custos específicos do subproduto 
4) Os custos unitários apurados para os subprodutos e para os produtos 
principais constituem informação necessária a valorização da produção 
entrada em armazenagem e, consequentemente, a determinação do custo 
dos produtos vendidos e do montante das respectivas existências no fim 
do período, considerando o critério de valorimetria utilizado pela empresa. 
 
 
 
Sumário 
Nesta unidade temática classificamos as secções de acordo com a 
importância dos serviços por elas prestados no processo de produção de um 
bem, traduzindo-se desta forma em secções principais e secções auxiliares. 
Esta classificação, por sua vez, permite que os custos sejam apurados secção 
por secção e, por conseguinte, o reembolso pelas secções em que ocorrem 
as prestações recíprocas de forma que a determinação do custo de produção 
reflicta com razoabilidade os gastos incorridos no processo de fabricação. 
 
Exercícios de AUTO-AVALIAÇÃO 
 
1. Quais os tipos de secções homogéneas que podem existir numa empresa 
industrial? Explique a função de cada uma delas. 
2. Distinga a secção principal duma secção auxiliar. 
3. Quais são os aspectos a observar na determinação do custo de uma secção? 
4. A empresa SKIAR dedica-se a fabricação e comercialização de dois tipos de 
Skis: 
 Modelo A – Ski de pista/tipo desportivo 
 Modelo B – Ski de passeio 
O processo produtivo desta empresa compreende 3 fases: 
ISCED 
CURSO: CONTABILIDADE E AUDITORIA; 30 Ano Disciplina/Módulo: Contabilidade de Gestão II 
 
 23 
 
• Preparação – nos moldes, são colocados a alma do ski e o bloco 
central, que é em plástico para o modelo A e metálico para o 
modelo B, uma lâmina de aço à volta da palmilha de modo a 
reforçá-la e a protecção da biqueira; 
• Moldagem – injecção de resina plástica de modo a segurar todos 
os componentes do ski; 
• Acabamento – nesta fase, procede-se ao controlo de qualidade e 
à colocação de motivos de decoração e suportes de fixação. Existe 
ainda uma secção auxiliar (a secção de Manutenção) que trata da 
conservação dos edifícios e equipamentos de toda a empresa. 
Existem ainda dois armazéns: 
• Armazém de Matérias-primas (AMP), onde são acondicionadas 
todas as matérias inerentes a produção, com excepção da resina 
e das outras matérias; 
• Armazém de Produtos Acabados (APA), onde são armazenados os 
produtos acabados. 
Da contabilidade do mês de Abril do ano N retiraram-se os seguintes 
elementos: 
a) Custos e Actividade das Secções 
 
Secções/U.F. 
Custos directos 
 
 CV CF 
 
Actividade 
Preparação (Hh) 48.200,00 42.850,00 2.500 
Moldagem (Pares de Skis) 41.000,00 95.000,00 2.700 
Acabamento (Hh) 27.000,00 16.500,00 900 
Manutenção (Hh) 4.400,00 13.200,00 880 
AMP - 9.180,00 - 
APA - 5.400,00 - 
 
ISCED 
CURSO: CONTABILIDADE E AUDITORIA; 30 Ano Disciplina/Módulo: Contabilidade de Gestão II 
 
 24 
 
Os custos do AMP são imputados às quantidades consumidas de blocos, 
lâminas, reforços e suportes de fixação. 
Os custos de APA são imputados em função de número de pares de skis 
produzidos. 
A secção de Manutenção repartiu a sua actividade da seguinte forma: 
 Secção de Preparação: 260 Hh 
 Secção de Moldagem: 300 Hh 
 Secção de Acabamento: 320 Hh 
b) Consumo de Materiais e de Actividade das Secções 
Descrição UF Modelo A Modelo 
B 
1. Matérias 
Bloco central plástico Par 1.200 - 
Bloco central metálico Par - 1.500 
Lâmina aço Par 1.200 1.500 
Reforço biqueira Par 1.200 1.500 
Suportes de fixação Par 1.200 1.500 
Resina Kg 3.000 3.750 
Materiais diversos MT 12.000,00 2.500,00 
2. Actividade das Secções 
Preparação Hh 1.500 1.000 
Moldagem Par 1.200 1.500 
Acabamento Hh 400 500 
C) Produção e Venda 
Produto Produç ão Vendas 
Quantida de PV 
ISCED 
CURSO: CONTABILIDADE E AUDITORIA; 30 Ano Disciplina/Módulo: Contabilidade de Gestão II 
 
 25 
 
Ski/Mode 
lo A 
1.200 1.270 300, 
00 
Ski/Mode 
lo B 
1.500 1.580 250, 
00 
 
d) Compras: 
Descrição UF Qtd Custo Unit. 
Bloco central plástico Par 1.300 15,00 
Bloco central metálico Par 1.500 5,00 
Lâmina de aço Par 2.800 3,50 
Reforço de biqueira Par 3.000 4,00 
Suportes de fixação Par 2.875 45,00 
Resina Kg 8.000 7,00 
 
As compras de matérias diversas totalizaram 3.000,00MT. e) 
Inventário Inicial 
Descrição UF Qtd Custo Unit. 
 
Matérias-primas 
Bloco central plástico Par 300 7,50 
Bloco central metálico Par 500 5,00 
Resina Kg 1.000 6,50 
Produtos acabados 
Ski/modelo A Par 400 200,00 
Ski/modelo B Par 200 175,00 
 
f) Gastos não industriais: 80.000,00 
1. Sabendo-se que a empresa utiliza o sistema de custeio total 
completo e o critério de valorimetria LIFO, pretende-se que elabore: 
ISCED 
CURSO: CONTABILIDADE E AUDITORIA; 30 Ano Disciplina/Módulo: Contabilidade de Gestão II 
 
 26 
 
a) Mapa de custos das secções; 
b) Mapa de custos de produção; 
c) Demonstração de resultados por funções. 
Solução: 
1. Os tipos de secções homogéneas que podem existir numa empresa industrial 
são: 
 Secções de Aprovisionamento – cuja função é o armazenamento de 
matérias-primas e de produtos acabados e em vias de fabrico. 
 Secções Industriais – com a função de transformação de matérias-primas em 
produtos acabados. 
 Secções de Distribuição – cuja função é a colocação do produto no mercado. 
 Secções de Administração – que se identifica com as actividades de natureza 
administrativa da empresa. 
 Secções de Investigação e Desenvolvimento – que se identifica com a criação 
de novas linhas de produção e de novas oportunidades de negócio. 
 
2. A distinção é que numa secção principal a actividade é directamente 
afecta a obtenção de produtos e/ou serviços, enquanto numa secção