A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
Arte na Grécia - Apresentação de Slides

Pré-visualização | Página 1 de 1

ARTE NA GRÉCIA
O que é Arte?
BELO E ESTÉTICA. 
Os gregos acreditavam que a beleza estava na proporção e na simetria e por isso suas obras estavam norteadas por este princípio
* A arte na Grécia ocupava um lugar de destaque na sociedade e várias foram as formas de representar as ações humanas por meio de formas e expressões.
2
SEU CONCEITO É ABSTRATO. Considera-se as formas de representar algo, por meio de diferentes linguagens. Aquilo que expressa e representa algo para a sociedade.
Contextos da Arte Grega
 Sua civilização se deu entre o século XII a.C e X a. C.
 Na formação inicial, participaram os aqueus, jônios, dórios e eólios, depois foram se reunindo em grupos, chamados 'pólis' grega, os povos da Grécia continental e das ilhas do Mar Egeu. No início, eram uma sociedade pobre, mas depois enriqueceram, tiveram contato com a cultura egípcia e desenvolveram a sua própria arte.
3
A Arte Grega começou a se manifestar em 4 períodos
 Período Homérico (776 a.C.);
 Período Arcaico (século VIII a VI a.C.);
 Período Clássico (século V a IV a.C.);
 Período Helenístico (século III a II a.C)
4
Destaques da Arte Grega
Arquitetura
Era baseada em linhas retas e estas até hoje servem de inspiração para as cidades modernas. Utilizam-se materiais como mármores e tijolos.
Escultura
Até hoje admiriadas, elas representavam o homem como centro do universo e buscavam, em sua forma, representar não só os seres humanos em si, mas também o movimento do corpo humano.
Pintura e Teatro
As pinturas mostravam harmonia e rigor nos detalhes. 
O desenvolvimento artístico do teatro está intimamente ligado à arquitetura dos anfiteatros gregos que aproveitavam o máximo a acústica.
5
1.
Escultura Grega
6
Inicialmente, o material era feito com mármore, cujo nome era Kouros, que significa homem jovem. O escultor fazia com que a estátua fosse um objeto belo e não somente a estátua de um homem.
7
“
O escultor valorizava a simetria natural, assim como os egípcios e ele esculpia a figura de homens nus eretos, numa posição frontal.
8
Mas, como não havia regras rígidas para sua produção, a escultura evoluiu: a escultura possuía a cabeça mais levantada, como em pose, o corpo descansava sobre uma das pernas e o quadril era um pouco mais alto que o outro. Um exemplo disso é a escultura de Efebo de Crítios.
2.
Arquitetura Grega
9
A arquitetura grega tinha um único objetivo: proteger as estátuas dos deuses das ações do tempo.
10
“
Ordem Dórica
Simples e maciça.
Em seus templos, uma das 
características era a simetria entre a 
frente e os fundos (pronau e opistódomo, respectivamente). E foi a partir deles que se iniciaram as colunas, cujo modelo era de origem
dórica ou jônica.
Ordem Jônica
Mais detalhada e com mais leveza.
11
12
Colunas dóricas do Pantheon
Sávio Castilho (SC) - 
13
Colunas jônicas do Templo Erectheion
3.
Pintura Grega
14
A pintura foi utilizada para decorar a arquitetura, nas métopas, substituindo as esculturas, e principalmente na cerâmica. Havia um equilíbrio entre os vasos e a pintura.
15
“
16
Anteriormente, esses vasos eram usados em rituais religiosos para armazenar coisas, depois passaram a simbolizar um objeto artístico. Pessoas e cenas mitológicas eram representadas na pintura, com uma técnica onde o pintor fazia as imagens em preto e com um instrumento pontiagudo.
4.
Teatro Grego
17
O teatro grego teve início em Atenas, na Grécia, por volta de 550 a.C. e surgiu a partir das celebrações realizadas, sobretudo, para o Deus Dionísio.
18
“
19
Nas celebrações Dionisíacas, que 
duravam cerca de uma semana, as pessoas bebiam, cantavam e dançavam.
Com o passar do tempo, as festividades foram evoluindo em termos de organização e elaboração, até chegar ao que hoje conhecemos como o teatro com enredo, atores, plateia, encenações, etc. 
Inúmeros festivais de teatro fizeram parte da Grécia Antiga e eram apresentados durante o dia todo e muitos duravam vários dias.
5.
Período Helenístico
20
No final do século V a.C., após a morte de Felipe II, rei da Macedônia, que dominou as cidades estados da Grécia, seu sucessor, Alexandre, O Grande, construiu um vasto império. Com sua morte, o seu império foi dividido em vários reinos que, segundo os historiadores receberam o nome de helenístico.
21
“
Nesse período, no século IV a.C., as características da escultura são:
Naturalismo
representada pela idade, personalidade, emoções e sentimentos;
Representação
a escultura traduzia a paz, a liberdade, o amor, etc;
Nu feminino
as figuras esculpidas de mulher, anteriormente eram sempre vestidas;
22
Princípio de Policleto
opor membros tensos aos relaxados combinando-os com o tronco, garante movimento e sensualidade. Ex.: Afrodite de Melo, Vênus de Milo, com uma nudez parcial e esse princípio.
As esculturas eram representadas em grupos
na segunda metade do século III a. C. Ex.: a cópia romana de 'O Soldado Gálata' e sua mulher, o original grego se perdeu. Feita de forma a ser bela vista de todos os ângulos e revelando uma carga de dramaticidade.
23
FIM!
Desenvolvido por:
Sávio Soares Câmara Castilho
http://instagram.com/castsavio