A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Alterações Degenerativas e Inflamatórias do Coração

Pré-visualização | Página 1 de 1

PATOLOGIA DO SIST. CARDIOVASCULAR: ALTERAÇÕES DEGENERATIVAS 
E INFLAMATÓRIAS DO CORAÇÃO 
-Miocárdio 
• Cardiomiopatias idiopáticas: Quase sempre levam o aumento do coração(cardiomegalia) 
➢ Congestiva/Dilatada: doença de chagas; alcoolismo; hereditária; nutricional(deficiência de 
taurina[taurina faz a condução do cálcio e sódio nos cardiomiócitos] – deficiência em felinos = 
dificulta a sístole e a diástole); mais comum em cães de grande porte. Causa dilatação dos dois 
ventrículos(biventricular); endocárdio espessado e esbranquiçado(fibrose); diminuição da 
espessura da parede e coração aumentado de tamanho. 
 
➢ Hipertrófica: Espessamento irregular + fibrose = diminuição das câmaras. Gatos de meia idade 
são mais afetados/comum(hipertiroidismo – persa, Maine coon[fator genético dominante]); 
nutricional (deficiência de taurina). Parede ventricular esquerdo e septo ventricular 
hipertrofiados; átrio esquerdo dilatado e coração aumentado de tamanho. 
 
➢ Restritiva: É a menos comum. Substituição gradativa de cardiomiócitos por uma proteína 
chamada amiloide(organismo produz, mas está em excesso = deposição – distúrbio metabólico), 
ocorrendo a perda da capacidade de função = diminuição da sístole e diástole. 
 
 
• Miocardites: Inflamação dos miócitos e estruturas celulares que fazem parte do miocárdio 
➢ Degenerativas 
▪ Atrofia Marrom: Comum em animais idosos. Coração fica amarronzado por deposição 
de um pigmento chamado de lipofuscina dentro dos cardiomiócitos. Essa deposição 
indica que o cardiomiócito não está retirando o “lixo celular” e seu metabolismo está 
reduzido. Não altera funcionalmente, mas sim para o consumo. 
 
▪ Necroses: Causa infartos(raros); deficiência de vitaminas(E e selênio); 
intoxicação(samambaia é extremamente toxica quando broto para o coração e bexiga, 
filhotes são mais afetados; lantana câmara; doxorrubicida é antineoplásico porem tem 
um efeito metabólico.) 
 
➢ Inflamatórias 
▪ Miosite Eosinofílica: Não é comum. É idiopática. Comum em bovinos. Pode acometer 
M.E.E. 
 
▪ Miocardite Imuno-Mediada: Doença de Chagas. 
 
▪ Miocardites Infecciosas: Parvovírus(parovirose causa enterite hemorrágica e em 
fêmeas gestantes infectada pelo vírus ocorre a passagem para o feto, alojando-se nos 
cardiomiócitos. O feto nasce com inflamação no miocárdio – miocardite linfocitária, 
resultando em um quadro de morte súbita por parada cardíaca); Cinomose(fetos 
contaminados; tropismo por M.E.E e M.E.C.; é parecido com a parvo); 
Dirofilariose(acomete praticamente todo o lado direito do coração[AD, VD e artéria 
pulmonar], dilatando-o = insuficiência cardíaca direita. As veias cavas passam a ter 
dificuldade de ejetar sangue, aumentando a pressão promovendo uma congestão na 
cava acometendo o fígado, que também terá congestão = congestão passiva crônica. 
Gera uma hipóxia, promovendo uma degeneração vacuolar[h2o ou lipídeo] + 
inflamação = esteatopatite. Pode se regenerar ou cicatrizar = fibrose = aumento de 
pressão nos vasos da porta = hipertensão portal = aumento da pressão hidrostática = 
saída do plasma para a cavidade = ascite) 
 
 
 
 
-Pericárdio 
• Derrames/Efusão 
➢ Hemopericárdio: Acúmulo de sangue no saco pericárdico. Coração com aumento de tamanho 
pelo acúmulo no saco. Causa Idiopática. Ruptura do tronco pulmonar ou traumas podem 
ocasionar. Pode ocasionar uma pericardite ou fibrose pericárdica. 
 
➢ Hidropericárdio: Aumento de pressão do tronco pulmonar = líquido na cavidade. 
 
• Pericardites 
➢ Serosa 
 
➢ Fibrinosa: PIF(efusiva[causa inflamação no saco pericárdico + fibrina que adere e gruda = saco 
gruda no coração prejudicando a sístole e diástole] e não efusiva) 
 
➢ Fibrino-purulenta: Reticulo-pericardite traumática. Animal se alimenta de corpo estranho = 
passa perfurando do rúmen ao reticulo caindo na cavidade torácica = perfuração do pericárdio = 
inflamação. Também chamado de pão com manteiga(pão cai no chão do lado que está a 
manteiga).