A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
at dal 3

Pré-visualização | Página 1 de 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS
ATENÇÃO!
 É de extrema importância que você:
 - estude as aulas, faça pesquisas, assista aos vídeos antes e durante a resolução dos exercícios;
- leia com bastante atenção os enunciados das questões para que responda de forma adequada ao solicitado, respeitando sempre o numero de linhas exigido em cada questão;
- observe o prazo estipulado para o envio, pois não serão aceitas atividades fora do prazo;
- não use meios fraudulentos para resolver as atividades individuais. Atividades com respostas iguais às do colega serão zeradas.
- Envie as questões junto com as respostas.
ATIVIDADE DAS AULAS 5 E 6 – Enviar no portfólio 3
01. Na fase pré-científica da economia, mais especificamente na idade média, como a igreja intervinha na economia? (0,4)
R: Através da ética afim de moralizar o interesse pessoal interferia nos salários e no preços, defendendo o preço e salário justos, garantia o mínimo de ganhos para os produtores e condenava as taxas de juros e a usura. 
02. Para Adam Smith, qual era a principal fonte de riqueza para uma nação? Por quê? (0,5)
R: O trabalho humano, mais ainda o trabalho humano especializado. Smith assegurava que a divisão do trabalho e a especialização são responsáveis pelo aumento da produção e da produtividade trabalhador.
03. O que buscava a Teoria Neoclássica? (0,4)
R: Buscava a racionalização (o uso racional), e a otimização (uso eficiente) dos recursos produtivos escassos.
04. Comente com suas palavras sobre o pensamento keynesiano. (0,5)
R: Keynesiano se preocupa como nível geral de emprego, ou seja todos os níveis possíveis pelo emprego, desemprego amplo ou algum nível intermediário. E objetiva explicar o que determina o nível de emprego de uma economia em determinado período de tempo. Ela explica a inflação e o desemprego como dependente da demanda efetiva, o termo geral para Keynes, esta relacionado com a economia em um todo, e os conceitos básicos utilizados por ele são: emprego agregado, rendimento nacional, oferta agregada, demanda agregada, consumo agregado, investimento agregado e poupança agregada. 
05. Defina com suas palavras: (0,7)
a) concorrência perfeita: R= Corresponde a uma situação de mercado limite em que nenhuma empresa e nenhum consumidor tem poder suficiente para influenciar o preço ou a quantidade transacionada assim a situação de concorrência perfeita, cada empresa age individualmente sem necessidade de ter em conta a decisões das restantes, limitando-se a observar o preço praticado no mercado e a decidir que quantidade deseja vender a esse preço. Um mercado em concorrência perfeita se adapta ao conjunto de hipóteses, mercado atomizado, produto homogêneos, ausência de barreiras e transparência.
b) monopólio: R= Existe quando apenas uma firma detém toda a produção de determinada mercadoria e esta não possui substitutos próximos. Para haver monopólio é preciso que novas empresas que se sintam atraídas e entra nesse mercado sejam afastadas, caso contrário não haveria mais somente uma firma e deixaria de ser monopólio ex: Petrobrás, por lei detém o monopólio é o refino e extração de petróleo no Brasil, outro exemplo de monopólio é o serviço de energia elétrica, que esse é estabelecidas por concessão do setor público.
c) oligopólio: R= É controle de todo o mercado por um número pequeno de empresas, porém estas empresas podem ou não estar trabalhando em conjunto e assim alteram as ofertas e demandas do mercado fazendo com que o objetivo é maximizar o lucro, diminuir a concorrência e obter o poder sobre o mercado.
d) concorrência monopolística: R= Nesse mercado existem muitas empresas e a entrada de novas firmas não é limitadas. Os produtos são diferenciados entre si a diferenciação de produto pode ocorre pelas características físicas pela embalagem ou pela forma como cada empresa promove suas vendas, ai entra a propaganda o atendimento ao cliente, o fornecimento de brindes a manutenção do produto, etc..
 Bom Trabalho! Prof. Marcelo Koche