ED PUP IU 6º SEMESTRE JUSTIFICATIVA
3 pág.

ED PUP IU 6º SEMESTRE JUSTIFICATIVA


DisciplinaPup289 materiais1.203 seguidores
Pré-visualização1 página
ED PUP 6º SEMESTRE JUSTIFICATIVA 
1 \u2013 ( D) 
Justificativa: Thoreau é conhecido por seu livro Walden, uma reflexão sobre a vida simples cercada 
pela natureza, e por seu ensaio Desobediência Civil uma defesa da desobediência civil individual 
como forma de oposição legítima frente a um estado injusto. Seu ambientalismo se expressa na 
frase: " uma palavra em defesa do ambiente natural e da liberdade absoluta. 
 
2- (B) 
Justificativa: É comum fazer uma análise ambiente com o objetivo em conservar áreas de proteção, 
porém sem pensar na integração do meio urbana com essas áreas intervida. O mesmo acontece com 
a análise urbana onde, onde busca-se um desenvolvimento sustentável da cidade, mas sem integrar 
antigas áreas de preservação 
 
3 \u2013 ( E) 
Justificativa: Para se construir o macrozoneamento, devemos conhecer a realidade local. Na 
prefeitura podemos colher dados referentes à pertinência ou não da ocupação de cada área, como 
de uso e ocupação, infraestrutura, ecossistemas, mobilidade e moradia que auxiliam no 
reconhecimento da área para posteriormente intervir com ações pertinentes 
 
4 \u2013 (A) 
Justificativa: Com a demanda de trabalho na região central e o crescimento populacional devido a 
infraestrutura, houve o aumento do valor comercial da área e que incentiva a novos usos. Se não 
houver edifícios multifuncionais as pessoas tendem ao abandono. 
 
5- (A) 
Justificativa: Não precisa de muito para ver as negligências do Estado não só com transporte público 
como outros serviços nestes centros tradicionais e populosos. O interesse em áreas novas se dá 
devido aos lucros, é mais lucrativo investir em locais onde a população tem maior poder aquisitivo do 
que em locais muito populosos e de classe baixa. 
 
6- (C) - 
Justificativa: O parcelamento do solo urbano é regulado pela lei federal n°6.766, de 19/12/1979 
(alterada pela lei n°9.785, de 29/12/1999), a qual dispõe, em artigo 2°, que o solo urbano poderá ser 
feiro mediante loteamento ou desmembramento .Impende ressaltar que loteamento é de acordo 
com o parágrafo primeiro do mesmo artigo ''a subdivisão de gleba em lotes destinados a edificação , 
com aberturas de novas vias de circulação, de logradouros públicos ou prolongamento ,modificação 
ou ampliação das vias existentes '' .Já o desmembramento está previsto no parágrafo segundo do 
artigo 2° da mencionada lei, conceituando-o como ''a subdivisão de gleba em lotes destinados a 
edificação ,com aproveitamento do sistema viário existente, desde que não implique na abertura de 
novas vias e logradouros públicos ,nem no prolongamento ,modificação ou ampliação dos já 
existentes ''. Desses conceitos pode-se observar que o parcelamento compulsório , é aquele 
obrigatório, isto é , a urbanização imposta pela administração pública ao proprietário do imóvel 
urbano que não cumpre sua função social .Ou seja edificação e utilização compulsória 
diferentemente do parcelamento , a edificação e utilização compulsória não possuem leis especificas 
que os regule ,mas estão previstas no estatuto da cidade 
 
7- (D) 
Justificativa: O Estatuto da Cidade é uma tentativa de democratizar a gestão das cidades brasileiras 
través de instrumentos de gestão, dentre os quais podemos destacar o Plano Diretor, obrigatório 
para toda a cidade com mais de vinte mil habitantes ou aglomerados urbanos. A aplicação destes 
instrumentos de gestão trazidos pelo Estatuto da Cidade tem como objetivo a efetivação dos 
princípios constitucionais de participação popular ou gestão democrática da cidade e da garantia da 
função social da propriedade que se constitui na proposição de uma nova interpretação para o 
princípio individualista do Código Civil, entre outros princípios. 
 
8- (E) 
Justificativa: O paisagismo inglês busca formas em que se pareça o mais próximo a natureza, com 
espaços cheios e vazios, de forma irregular 
9- (C ) 
Justificativa: A afirmativa III é incorreta pois com o desemprego, e tantos outros problemas sociais a 
população que precária é obrigada a ir para locais não planejados, e sendo de forma rápida e intensa, 
o Estado acaba por não conseguir dar conta o problema de forma rápida e eficaz. 
10 \u2013 (E) 
Justificativa: Todas as afirmativas estão corretas pois a formação de novas centralidades está 
vinculada a alteração na configuração espacial urbana. Existem os elementos que configuram a 
produção do espaço urbano e a sua reestruturação num processo que evidencia as áreas de 
concentração do espaço urbano, a centralidade. Essa se torna explícita, através das mudanças 
espaciais da cidade relacionadas às áreas de atividade comerciais e de serviços que apresentam a 
descontinuidade assim como novos espaços fragmentados e sustentados na relação centro periferia 
11 \u2013(E) 
Justificativa:Em ambos os lugares, New York e Rio de Janeiro, apesar do desenvolvimento ao entorno 
do espaços em questão, foram mantidos a formação original, sem alteração de perímetro 
 
12- (C ) 
Justificativa: O arquiteto paisagista deve ter em mente que é preciso fazer uso de vegetação 
pensada no projeto e região do mesmo. 
 
13- (C )- 
Justificativa: O Parque romântico pertence ao período onde a arquitetura busca o rompimento do 
resgate do clássico, sedo assim voltam a figurar a assimetria, os adornos barrocos, as figuras e 
desenhos orgânicos, características que podem ser vistas na Praça XV de novembro no Rio de 
Janeiro. Já o conceito de cidade-jardim, não se distancia muito do romantismo, as calçadas 
arborizadas, a criação de parques e praças (grandes áreas verdes) espalhada pelos bairros, assim 
como os traçados mais orgânicos e as avenidas que circundam os bairros, muitas destas 
características podem ser vistas no bairro de Goiânia 
 
14- (C ) 
Justificativa: Como dito na afirmação II a preservação ambiental é caracterizada pela não ação 
humana. 
 
15- (E) 
Justificativa: O Plano diretor é um documento que estabelece princípios, diretrizes e normas a serem 
utilizadas como base no processo de desenvolvimento urbano. E o conceito de regularização 
fundiária está previsto no artigo 46 da Lei n° 11.977/2009 
 
16- (D) 
Justificativa: A Lei 10.257 tem como seu interesse, que estabelece suas diretrizes para garantir que 
as cidades têm em seu direito sejam sustentáveis, que deve haver como direito a população o 
saneamento, tenha infraestrutura, para melhor planejamento da cidade para o bem do cidadão e de 
sua malha Urbana 
 
17-(E) 
Justificativa: Paisagem urbana pode ser entendida como a maneira que os elementos constituintes 
da cidade se organizam dentro da mesma. Desta forma deve contribuir para tornar organizado 
visualmente o elementos diversos, e para isso o uso de vegetações é bem vindo ao passo que 
transmite qualidade de vida e organização. 
 
18- (D) 
Justificativa: O novo paradigma sugere que a produção e desenvolvimento da cidade deve ser feita 
de forma coletiva sem deixar as responsabilidades e decisões nas mãos de alguns, pois já que os 
resultados serão para todos, todos devem contribuir. 
19- (C ) 
Justificativa: Descartando as possibilidades de instrumentos apresentados, temos estes como os 
mais adequados para controlar e administrar o uso do solo. 
20- (E) 
Justificativa: Os avanços industriais do século XX tornaram possível a criação de diversas tipologias 
de baixo custo, nos edifícios residenciais. 
21- (B) 
Justificativa: A começar pelas datas e fatores, está incorreto a história do processo de urbanização 
brasileiro, além do fato de que o uso do solo não é homogêneo, e as malhas urbanas não são 
retilíneas. 
22 \u2013 (A) 
Justificativa: O município deve elaborar o plano diretor conforme as necessidades desde que 
respeitando as diretrizes da Lei Federal nº 6776/79