A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Atividade sobre Condição, Termo, Encargo, Prazo, Representação _ Aula 27 D Civil 2 (1)

Pré-visualização | Página 1 de 1

· Condição:
1) Condição é a clausula acessória que subordina a eficácia do negócio jurídico a um acontecimento futuro e incerto, mediante limitação da vontade imposta pelas partes que nele intervêm.
2) São requisitos da condição:
        A FUTURIDADE – não se considera condição o fato passado ou presente, mas somente o futuro.
        A INCERTEZA – o evento a que se subordina o negócio deve ser incerto. Se for certo, como a morte por exemplo, não haverá condição, mas sim termo.
3) É possível que o negócio seja existente, válido e ineficaz, como é o caso de um contrato celebrado sob condição suspensiva e que não esteja ainda gerando efeitos jurídicos e práticos.
4) A condição resolutiva acarreta a extinção do contrato quando verificado determinado fato. De acordo com o artigo 127, do Código Civil, "se for resolutiva a condição, enquanto esta se não realizar, vigorará o negócio jurídico, podendo exercer-se desde a conclusão deste o direito por ele estabelecido" 
Exemplo: Por exemplo, constituo uma renda em seu favor, enquanto você estudar.
5) Fala-se, ainda, em condição suspensiva e resolutiva. A primeira gera expectativa de direito, pois, suspende tanto a aquisição como o exercício do direito. A segunda põe fim aos efeitos do negócio jurídico.
6) a) Causal: que não depende da vontade humana, relacionando-se à ocorrência de evento da natureza.
b) Potestativa: subdivide-se em puramente potestativa e simplesmente/meramente potestativa. A primeira, por se caracterizar como arbítrio de uma das partes, em detrimento da outra, é considerada ilícita. Apenas a simplesmente/meramente potestativa é aceita pelo Direito brasileiro. Nela, a eficácia do negócio jurídico depende da manifestação de vontade de apenas uma das partes, mas, também se sujeita à ocorrência de evento posterior.
c) Mista: depende, ao mesmo tempo, da vontade de uma das partes e do acaso ou da vontade de terceiro
7) “Potestativas são as que decorrem da vontade de uma das partes, dividindo-se em puramente potestativas e simplesmente potestativas. Somente as primeiras são consideradas ilícitas pelo artigo 122 do Código Civil, que as inclui entre as condições defesas por sujeitarem todo o efeito do ato ‘a puro arbítrio de uma das partes’, sem a influência de qualquer fator externo.”
· Termo
1) Termo é o momento fixado ou estipulado pelas partes em que começa ou cessa a produção de efeitos do negócio jurídico. 
2) Condiçao é o acontecimento futuro e incerto que subordina a eficácia jurídica de determinado negócio. Dois elementos são fundamentais:
a) a incerteza;	
b) a futuridade.	
Ex: Se você se casar eu te darei um carro zero.	
Termo é o acontecimento futuro e certo que subordina o início ou término da eficácia jurídica de determinado ato negocial.	
a) futuridade;	
b) certeza.	
Ex: Quando você completar vinte anos te darei uma casa.
3) Termo convencional – é o que decorre da vontade das partes.
4) a) Fixa o momento em que a eficácia do negocio jurídico deve iniciar, retardando o exercício do direito.
b) Determina a data da cessação dos efeitos do ato negocial, extinguindo as obrigações dele oriundas
c) Se refere a um evento futuro e certo de ocorrer em data certa do calendário (dia, mês e ano), ou quando fixa certo lapso de tempo.
d) Quando se refere a um acontecimento futuro e certo de ocorrer em data incerta.
· Prazo
1) É o lapso temporal compreendido entre a declaração de vontade e a superveniência do termo em que começa o exercício do direito ou se extingue o direito até então vigente.
2) Art 132, cc/2002: “Salvo disposição legal ou convencional em contrário, computam-se os prazos, excluído o dia do começo, e incluindo o do vencimento.
§ 1o Se o dia do vencimento cair em feriado, considerar-se-á prorrogado o prazo até o seguinte dia útil.
§ 2o Meado considera-se, em qualquer mês, o seu décimo quinto dia.
§ 3o Os prazos de meses e anos expiram no dia de igual número do de início, ou no imediato, se faltar exata correspondência.
§ 4o Os prazos fixados por hora contar-se-ão de minuto a minuto”.
· Encargo
1) E se apresenta como restrição à vantagem criada para o beneficiário de um negocio jurídico, quer estabelecendo o fim a que se destina a coisa adquirida quer impondo uma obrigação ao favorecido em beneficio do próprio instituidor, ou de terceiro, ou da coletividade anônima. 
2) Pode ser exigido pelo instituidor, terceiro ou pelo Ministério Público.
· Representação 
1) As espécies de representação são: legal, judicial e convencional
legal (a lei confere poderes para administrar bens e interesses alheios), judicial (nomeado pelo juiz, para exercer poderes de representação no proce0073so) e convencional (recebe mandato outorgado pelo credor).

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.