Crimes_contra_a_pessoa_2ª_Ed_2019_Bruno_Gilaberte_pdf_pdf
518 pág.

Crimes_contra_a_pessoa_2ª_Ed_2019_Bruno_Gilaberte_pdf_pdf


DisciplinaDos Crimes Contra A Pessoa15 materiais152 seguidores
Pré-visualização50 páginas
INCLU QUESTÕES DE CONCURSOS
Freitas Bastos Editora 
Bruno Gilaberte 
\ufffd 
CRIMES EM ESPÉCIE 
DIREITO PENAL 
CRIMES CONTRA A PESSOA 
2ª EDIÇÃO 
Freitas Bastos Editora 
Copyright © 2019 by Bruno Gilaberte 
Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610, de 19.2.1998. 
É proibida a reprodução total ou parcial, por quaisquer meios, 
bem como a produção de apostilas, sem autorização prévia, 
por escrito, da Editora. 
Direitos exclusivos da edição e distribuição em língua portuguesa: 
G392c 
Maria Augusta Delgado Livraria, Distribuidora e Editora 
Editor: Isaac D. Abu/afia 
Revisão de Texto: Isaac D. Abu/afia 
Capa N eilton Lima 
Diagramação: Jair Domingos de Sousa 
DADOS INTERNACIONAIS PARA CATALOGAÇÃO 
NA PUBLICAÇÃO (CIP) 
Gilaberte, Bruno 
Crimes contra a pessoa/ Bruno Gilaberte. - 2ª ed 
Rio de Janeiro : Freitas Bastos, 2019. 
518 p.; 23cm. - (Coleção Crimes em espécie) 
Inclui bibliografia. 
ISBN 978-85-7987-355-3 
1. Direito penal - Brasil. 2. Crimes contra a pessoa - Brasil.
I. Título. II. Série.
Freitas Bastos Editora 
Te l ./Fax: (21) 2276-4500 
freitasbastos@freitasbastos.com 
vendas@freitasbastos.com 
www.freitasbastos.com 
CDD- 345.81025
Ao meu avô, Décio Gilaberte, que tanto fez por 
minha formação intelectual e moral, com ad­
miração e carinho eternos. 
Aos meus pais, Leila e Almir, pelo carinho e 
dedicação, bem como por serem fundamentais na 
formação do meu caráter. Que tomem essa dedi­
catória como prova do amor que nem sempre é 
fácil ser expressado em palavras. 
APRESENTAÇÃO 
\ufffd 
Passaram-se sete anos desde a primeira edição desta obra e sua atualização. 
A demora em lançar a 2ª edição é explicável: nunca houve a vontade de que o 
livro fosse apenas mais uma das tantas obras lançadas no mercado de forma 
açodada, simplesmente por razões comerciais; ao contrário, viu-se a necessida­
de de um aprofundamento teórico, o que exigiu pesquisa, além de se aguardar 
o amadurecimento doutrinário em relação a diversas inovações legais, às quais
se sucederam de forma estonteante, atingindo de forma muito sensível os cri­
mes contra a pessoa e contra a dignidade sexual. Não por outro motivo, inú­
meras posições outrora esposadas foram modificadas, pois a pesquisa expande
horizontes.
Nessa toada, a teoria do bem jurídico, conformada em bases constitucio­
nais, teve especial participação na correção de rumos, especialmente a partir 
da crença - ora adotada - de que não existem bens jurídicos individuais in -
disponíveis. Isso importou em diversas novas considerações no que concerne 
aos crimes contra a vida e às lesões corporais, especialmente. Também tivemos 
que lidar com novas leis, invariavelmente mal elaboradas, que determinaram 
a reinterpretação de diversos tipos penais. Feminicídio, homicídio e lesão cor­
poral funcionais, invasão de dispositivo informático e tráfico de pessoas são 
apenas algumas das novas situações que não eram enfrentadas na obra original. 
Evidentemente, não se deixou de lado a jurisprudência, com ênfase em uma 
melhor análise da interrupção da gravidez em caso de anencefalia fetal e na 
criminalização da LGBTQIAfobia, promovida pelo Supremo Tribunal Federal 
(e seus reflexos possíveis sobre os crimes contra a pessoa). 
Na jornada que nos propusemos fazer, não faltaram momentos de brains­
torming, principalmente em discussões com os amigos Marcus Montez e 
Carlos Eduardo Rangel, que realizaram contribuições inestimáveis. Agradeço, 
igualmente, ao sensacional Leonardo Schmitt de Bem, por todas as pondera­
ções naqueles momentos de esgotamento intelectual, em que ouvir alguém cuja 
voz é de inquestionável autoridade faz com que as sinapses saiam do seu estado 
VII 
v111 I Bruno Gilaberte 
letárgico. Enfim, impossível enumerar todos os que dispuseram de um tempo 
precioso para que pudéssemos concluir o livro de forma satisfatória, razão pela 
qual permitimo-nos um agradecimento genérico. 
Não se trata de uma obra perfeita, até porque a perfeição é um objetivo 
inalcançável. Muitos trechos ainda estão em evolução, o que é normal dentro 
da dogmática penal e da hiperinflação legislativa que assola o direito brasileiro, 
especialmente na seara criminal. Mas é produto de uma reflexão muito mais 
cuidadosa do que aquela que inspirou a primeira edição. Esperamos que seja 
suficiente para suscitar debates, algo essencial e tão negligenciado hoje, na aca­
demia, recheada de lições voltadas exclusivamente para exames e concursos 
públicos. Não nos bastemos nisso. O direito só sobrevive, e consequentemente 
a democracia só é aperfeiçoada, quando reforçadas suas bases e incentivadas 
novas discussões aí alicerçadas. 
Desejo a todos boa leitura! 
Rio de Janeiro, 17 de julho de 2019.
SUMÁRIO 
Apresentação ................................................................................................. VII 
CRIMES CONTRA A PESSOA 
Generalidades ................................................................................................... 3 
DOS CRIMES CONTRA A VIDA 
(TÍTULO I, CAPÍTULO I) 
I - HOMICÍDIO (ARTIGO 121, CP) 
1 Introdução ................................................................................................. 7 
2 Objetividade jurídica ................................................................................. 7 
3 Sujeitos do delito ..................................................................................... 16 
4 Elementos objetivos, normativos e subjetivos do tipo (homicídio 
simples) ................................................................................................ 18 
5 Consumação e tentativa .......................................................................... 27 
6 Causas de diminuição da pena ................................................................ 30 
7 Homicídio qualificado ............................................................................. 37 
a) Qualificação pelos motivos determinantes ........................................... 38 
b) Qualificação pelos meios empregados ................................................... 44 
c) Qualificação pelo modo de cometimento .............................................. 48 
d) Qualificação pela conexão (pela finalidade do agente) ......................... 50 
e) Feminicídio ............................................................................................. 52 
f) Homicídio funcional ............................................................................... 59 
8 Homicídio "privilegiado" -qualificado ..................................................... 66 
9 Homicídio culposo ................................................................................... 67 
10 Causas de aumento de pena .................................................................. 73 
a) Inobservância de regra técnica de profissão, arte ou ofício ................. 74 
b) Omissão de socorro ................................................................................ 76 
c) Agente que não tenta diminuir as consequências de seu ato ............... 77 
d) Fuga do agente para evitar prisão em flagrante ................................... 78 
e) Vítima menor de quatorze anos e maior de sessenta anos .................. 78 
f) Homicídio praticado por milícia privada, sob o pretexto de prestação
de serviço de segurança, ou por grupo de extermínio(§ 6°) ............. 79 
g) Feminicídio praticado durante a gestação ou nos três meses poste-
riores ao parto ...................................................................................... 88 
h) Feminicídio praticado contra pessoa menor de 14 anos, maior de
60, com deficiência ou portadora de doenças degenerativas que 
acarretem condição limitante ou de vulnerabilidade física ou mental. 90
IX 
X Bruno Gilaberte 
i) Feminicídio praticado na presença física ou virtual de ascendente ou
descendente da vítima ......................................................................... 91 
j) Feminicídio praticado por agente em descumprimento das medidas
Alessandra
Alessandra fez um comentário
Ola voce tem em pdf ? Poderia me mandar
0 aprovações
Wanderson
Wanderson fez um comentário
Excelente
1 aprovações
Carregar mais