sistema_saude_brasil_organizacao_financiamento
133 pág.

sistema_saude_brasil_organizacao_financiamento


DisciplinaPsicologia Social12.443 materiais283.172 seguidores
Pré-visualização50 páginas
1
Sistema de Saúde no Brasil: 
organização e financiamento
Sistema de Saúde no Brasil: organização e financiamento2 1
Associação Brasileira de Economia da Saúde (ABrES) 
Ministério da Saúde (MS)
Organização Pan-Americana da
Saúde/Organização Mundial da Saúde
(OPAS/OMS) no Brasil
Organizadores:
Rosa Maria Marques 
Sérgio Francisco Piola
Alejandra Carrillo Roa
Rio de Janeiro (RJ)
2016
Sistema de Saúde no Brasil: 
organização e financiamento
Sistema de Saúde no Brasil: organização e financiamento2 3
SUMÁRIO
PARTE I 
A SAúdE nO MUndO E nA AMéRICA dO SUl
1 O direito à saúde no mundo
Rosa Maria Marques
2 Os sistemas de saúde na América do Sul: características e reformas
Alejandra Carrillo Roa 
Gerardo Alfaro Cantón 
Mariana Ribeiro Jansen Ferreira
3 Financiamento dos sistemas de saúde na América do Sul
Alejandra Carrillo Roa
PARTE II
FInAnCIAMEnTO dA SAúdE nO BRASIl
4 O financiamento dos serviços de saúde no Brasil
Sérgio Francisco Piola 
Maria Elizabeth Diniz Barros
5 O SUS e seu financiamento
Áquilas Mendes 
Francisco Rózsa Funcia
6 Transferências federais no financiamento da descentralização
René José Moreira dos Santos 
Viviane Rocha de Luiz 
7 A provisão dos serviços e ações do SUS: participação de agentes
públicos e privados e formas de produção/remuneração dos serviços
Maria Angélica Borges dos Santos 
Luciana Mendes Santos Servo
8 O financiamento do SUS numa perspectiva futura
Rosa Maria Marques 
Sérgio Francisco Piola
Carlos Octávio Ocké-Reis
11
37
75
101
139
169
205
247
APRESEnTAçãO 5
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde 
que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial. 
©1ª edição 2016 \u2013 versão impressa
Tiragem: 1000 exemplares
ElABORAçãO, dISTRIBUIçãO E InFORMAçÕES:
Ministério da Saúde (MS)
Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento
Esplanada dos Ministérios - Bloco G - Anexo B - Sala 475
CEP: 70058-900 \u2013 Brasília, DF
Tel.: (61) 3315-3205
Associação Brasileira de Economia da Saúde (ABrES)
Rua Leopoldo Bulhões, 1480, 7º andar
CEP: 21041-20 - Manguinhos - Rio de Janeiro (RJ)
Site: www.abresbrasil.org.br
E-mail: contato@abresbrasil.org.br
Organização Pan-Americana da Saúde/
Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil
Setor de Embaixadas Norte, lote 19
CEP: 70800-400 \u2013 Brasília, DF \u2013 Brasil.
E-mail: comunicacaoopasbrasil@paho.org 
Site: www.paho.org/bra 
CRédITOS dA EQUIPE TéCnICA:
Normalização:
Eugenia Magna Broseguini Keys /Respons. Técnica (CRB-6/MG 408-ES)
Lucileide A. de Lima do Nascimento (CRB-6/MG 309-ES)
Design Gráfico, diagramação e capa:
Pedro Lísias Moraes e Silva
Títulos para indexação:
Em língua inglesa: Health system in Brazil: organization and financing
Em língua espanhola: Sistema de salud en Brasil: organización y financiación
Catalogação na Publicação
Eugenia Magna Broseguini Keys (CRB-6/MG 408-ES)
Lucileide Andrade de Lima do Nascimento (CRB-6/MG 309-ES)
Sistema de saúde no Brasil: organização e financiamento / Rosa Maria Marques, Sérgio Francisco Piola,
Alejandra Carrillo Roa (Organizadores). \u2013 Rio de Janeiro : ABrES ; Brasília : Ministério da Saúde, 
Departamento de Economia da Saúde, Investimentos e Desenvolvimento ; OPAS/OMS no Brasil, 2016.
260 p. : il.
 
ISBN: 978-85-7967-115-9 (broch.). 
 
1. Economia da saúde. 2. Saúde pública \u2013 Avaliação. 3. Sistema Único de Saúde (Brasil). 
4. Financiamento da saúde. I. Marques, Rosa Maria. II. Piola, Sérgio. III. Carrillo Roa, Alejandra. 
IV. Associação Brasileira de Economia da Saúde. V. Brasil. Ministério da Saúde. VI. Organização 
Pan-Americana da Saúde. VII. Organização Mundial da Saúde.
SI623
CDU 33:614.39
Sistema de Saúde no Brasil: organização e financiamento4 5
APRESEnTAçãO
A Associação Brasileira de Economia da Saúde (ABrES), a 
Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde 
(OPAS/OMS) no Brasil e o Ministério da Saúde (MS) uniram esforços 
junto a representantes de outras instituições para produzir esta obra, 
que pretende ser uma referência atual para os mais diversos leitores: 
estudantes, gestores, acadêmicos e profissionais dos diferentes campos 
disciplinares interessados no sistema de saúde brasileiro.
Este livro, na forma de coletânea, insere-se em um contexto mais 
amplo de reflexão sobre a organização e o financiamento da saúde no Brasil, 
assunto que desde a própria criação do Sistema Único de Saúde (SUS) 
permanece na agenda nacional de discussões. Nesse contexto, esta obra 
constitui-se em um importante esforço de sistematização e produção de 
conhecimentos, que visa caracterizar o financiamento do sistema de saúde 
brasileiro, apresentando algumas constatações iniciais do debate em curso.
A escolha e a estruturação dos capítulos responderam à 
necessidade de identificar e apresentar as diversas dimensões do 
financiamento da saúde no Brasil e seus desafios, com fundamentos 
técnico-científicos, contextualizados social e politicamente. Nesse 
sentido, as ideias aqui apresentadas, por cientistas sociais e profissionais 
da saúde, subsidiam o debate contemporâneo que vem sendo travado 
em nível nacional sobre o financiamento do SUS e representam a opinião 
dos autores, não representando, necessariamente, o pensamento das 
instituições que apoiaram a publicação.
Dessa forma, o livro está composto de duas partes e oito capítulos. 
A primeira parte, constituída por três capítulos, procura contextualizar o 
Sistema de Saúde no Brasil: organização e financiamento6 7
Os autores analisam a organização do sistema de saúde de forma esque-
mática, discutindo os componentes do segmento público (SUS e servi-
ços para clientelas específicas) e privado (sistemas de planos e seguros 
[pré-pagamento] e de pagamento no ato), sob a óptica da origem dos 
recursos, acesso, cobertura e rede de serviços, mas dando especial ênfase 
à questão do financiamento. No capítulo cinco, Áquilas Mendes e Fran-
cisco Funcia sistematizam a história do financiamento da saúde pública 
brasileira, analisando as caraterísticas legais e estruturais que antecede-
ram a criação do SUS e que lhe sucederam após a Constituição de 1988. 
Os autores discutem sobre as diferentes crises no financiamento do SUS 
e analisam as fontes e os usos dos recursos financeiros e orçamentários 
do sistema público, destacando a participação das esferas de governo e 
a destinação do gasto federal segundo programas e ações. Além disso, 
Mendes e Fúncia debatem o subfinanciamento do SUS, constatando al-
gumas mudanças legislativas e orçamentárias recentes que afetaram o 
financiamento do sistema público. No capítulo seis, René José Moreira 
dos Santos e Viviane Rocha de Luiz delineiam como é executada a alo-
cação de recursos no SUS, detalhando os critérios e instrumentos legais 
das transferências federais para o setor saúde. Os autores analisam as 
tendências na descentralização dos recursos federais durantes as últimas 
duas décadas, alertando sobre seus principais problemas e antecipando 
possíveis alternativas de solução. No capítulo sete, Maria Angélica Bor-
ges dos Santos e Luciana Mendes Santos Servo estudam a provisão dos 
serviços e ações do SUS, considerando a participação de agentes públi-
cos e privados e as formas de produção e remuneração dos serviços. As 
autoras detalham a evolução da estrutura de provisão de serviços pelo 
SUS nas últimas quatro décadas, considerando as mudanças institucio-
nais e os incentivos remuneratórios. Também sistematizam as formas de 
leitor, oferecendo elementos teóricos e didáticos, com dados atualizados 
sobre a situação da proteção social e dos sistemas de saúde em alguns 
países do mundo. No capítulo um, Rosa Maria Marques discorre sobre 
a construção da Saúde como direito social, apresentando o processo 
de construção da proteção social dos países europeus ocidentais e os 
tipos de sistemas de saúde existentes na atualidade. A