A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
PROVA 2

Pré-visualização | Página 1 de 2

1.
	O quadro motor dessa deficiência é limitante, mas o aluno apresentará outras formas para sua locomoção. Isso melhorará a autoestima, possibilitando um avançar no seu processo de aprendizagem. Sobre essa deficiência física, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Mielomeningocele.
II- Hidrocefalia.
III- Alterações neurológicas.
(    ) A criança pode apresentar alterações visuais, déficit de fala, comprometimento intelectual, lentificação motora. Estas situações dificultam o processo de aprendizagem, exigindo flexibilização do conteúdo e apoio do professor na realização das tarefas. 
(    ) A criança faz uso de uma válvula para a correção deste quadro clínico, pois sonolência, vômitos, enjoos, dores de cabeça, irritação e agitação sem motivos aparentes representam alterações no funcionamento desta válvula. Pode acarretar a esta criança as mesmas características de aprendizagem de uma criança com paralisia cerebral.
(    ) O aluno apresenta problemas ligados à área urológica, o que pode causar constrangimento perante os colegas. Por isso, é necessário preservarmos uma condição de individualidade, não permitindo a troca de fraldas em locais com a presença de pessoas estranhas ao convívio do aluno, bem como a presença de seus colegas. Este tipo de exposição pode comprometer o trabalho pedagógico, levando, em alguns casos, ao abandono da escola.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	III - II - I.
	 b)
	II - III - I.
	 c)
	III - I - II.
	 d)
	I - II - III.
	2.
	A aprendizagem permeia a área motora, através do desenvolvimento motor que, no caso da criança com artrogripose, encontra-se limitado pela questão das má-formações das articulações. Sobre a adaptação dos materiais para que este aluno possa realizar o movimento de preensão, manipulação e execução das tarefas, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Para qualquer aluno com deficiência, é necessário o professor estimular as potencialidades, exaltando seu esforço para realizar as tarefas, adaptando quando necessário os materiais escolares. Assim melhora-se a autoestima da criança.
(    ) Usar engrossadores em lápis, canetas, talheres etc. para facilitar a preensão e manipulação destes objetos somente para alunos cadeirantes.
(    ) São interessantes, para o aluno, algumas adaptações, como: porções maiores de massinhas; materiais e pincéis em tamanho maior para facilitar a preensão e usar tesoura adaptada para facilitar o recorte.
(    ) Fixar o caderno ou a folha de atividade para facilitar o ato da escrita ou pintura durante as tarefas, devido às limitações motoras, não afeta a aprendizagem, mas o aluno sente-se confortável.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	V - F - V - F.
	 b)
	F - V - V - F.
	 c)
	V - V - V - F.
	 d)
	F - F - V - V.
	3.
	Grande parte das sequelas que a criança com Lesões Encefálicas Infantis Adiquiridas (LEIAs) apresenta é de origem neurológica, por causa do trauma sofrido, e deve ser compreendida como neurológica. Qualquer situação ou problema de ordem comportamental ou de aprendizagem estão acima da vontade e do controle deste indivíduo que sofreu o trauma. Para cada tipo de problema que deu origem às Lesões Encefálicas Infantis Adiquiridas (LEIAs), classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Anóxias cerebrais (falta de oxigenação no cérebro) são as lesões que geram diversos graus de comprometimento no funcionamento do sistema nervoso central, incluindo prejuízos no funcionamento cognitivo, como memória, organização e planejamento, iniciativa e atenção. As crianças com LEIA apresentam dificuldade visuoespacial (organização visual de objetos), lentificação motora e alterações na marcha.
(    ) As sequelas e o padrão motor dos tumores cerebrais serão determinados pela localização do tumor no cérebro; as sequelas motoras mais encontradas: tetraplegia espástica (rigidez e comprometimento dos quatro membros), hemiplegia espástica (rigidez e comprometimento de um lado do corpo), hidrocefalia e déficit de fala.
(    ) As crianças que sofreram infecções do sistema nervoso central (meningite) apresentam sequelas motoras como hemiplegia, espasticidade (rigidez e comprometimento de um lado do corpo) ou tetraparesia espástica (rigidez e comprometimento dos quatro membros). Pode também apresentar hidrocefalia e atraso da fala.
(    ) O acidente vascular encefálico é considerado a mais intrigante LEIA, devido ao acompanhamento que necessita durante os primeiros dois anos do pós-trauma, pois neste período o indivíduo passa por muitas mudanças significativas. Gera sequelas
cognitivas, limitando a criança nas habilidades de pensamento, como atenção, organização, planejamento, segurança, raciocínio, percepção de limites e memória. 
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	V - F - V - V.
	 b)
	F - F - V - V.
	 c)
	V - F - F - V.
	 d)
	V - V - V - F.
	4.
	A orientação inclusiva da escola resulta da Declaração de Salamanca (1994), que afirma que as escolas comuns representam, ao promover uma educação para todos, o meio mais eficaz de combater atitudes discriminatórias. Ao constar, nos documentos legais, o pressuposto da educação para todos, compreendemos que essa ação se remete ao comprometimento das escolas sobre a compreensão da singularidade que cada sujeito apresenta em seu desenvolvimento biológico, psicológico, cultural e social. 
FONTE: ONU. Declaração de Salamanca: princípios, política e prática em educação especial. 1994. Disponível em: www.direitoshumanos.usp.br. Acesso em: 30 jun. 2018.
Sobre a aprendizagem, Carvalho (2008) afirma que as capacidades e os desempenhos de cada indivíduo não são delimitados pela deficiência, mas por meio das experiências propiciadas a partir das deficiências. Portanto, a inclusão escolar pressupõe a estruturação dos aspectos pedagógicos e aspectos físicos, para que as experiências propiciadas por meio do ensino sejam inclusivas. 
FONTE: CARVALHO, R. E. Escola inclusiva: a reorganização do trabalho pedagógico. Porto Alegre: Mediação, 2008.
Para tanto, no processo de aprendizagem da criança com limitação motora, torna-se fundamental que o professor propicie atividades e materiais de apoio pedagógico que atendam as suas especificidades e necessidades, focando sempre na aprendizagem e no desenvolvimento. Sobre acessibilidade, analise as sentenças a seguir:
I- O aluno cadeirante deve e pode participar das aulas de Educação Física. No entanto o professor precisa respeitar seu tempo de resposta e sua capacidade física.
II- Trabalhar conceitos de lateralidade, organização de espaço, organização do tempo e desenvolvimento corporal, auxiliam no desenvolvimento de alunos com limitação motora.
III- As tecnologias assistivas são importantes ferramentas para auxiliar alunos com deficiência, porém com menor eficácia para o aluno com paralisia cerebral.
IV- Não devemos retirar o aluno da cadeira de rodas para realizar as atividades no chão ou na caixa de areia.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Somente a sentença III está correta.
	 b)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 c)
	Somente a sentença I está correta.
	 d)
	As sentenças I e III estão corretas.
	5.
	Quando se trata de Lesões Encefálicas Infantis Adquiridas (LEIAs), a evolução motora varia de acordo com o local da lesão, sua extensão e o tipo, caracterizando um quadro específico para cada indivíduo. Uma lesão causada por um acidente de carro tem sequelas diferentes das de um acidente vascular cerebral, e assim por diante. De acordo com os tipos de lesões encefálicas infantis adquiridas, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Traumatismo Crânio-Encefálico (TCE).
II- Acidente Vascular Encefálico (AVE).
III- Anóxias cerebrais (falta de oxigenação no cérebro).
IV- Infecções do Sistema Nervoso Central (meningite).
(    ) O tipo de tônus (trabalho do músculo) encontrado é o espástico, tendo como comprometimento comum a hemiparesia (compromete os movimentos