A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
46 pág.
QUESTÕES OBJETIVAS DE METODOLOGIA E CONTEÚDOS BÁSICOS DA GEOGRAFIA (1)

Pré-visualização | Página 5 de 15

foi fundada em 1934 na cidade de São 
Paulo, pelo francês Pierre Deffontaines. Como neste tempo (décadas de 1930 e início da 
década de 1940) havia poucas escolas de ensino superior de Geografia no Brasil, apesar do 
nome, a AGB foi uma associação de geógrafos de São Paulo e do Rio de Janeiro que se 
reuniam para a realização de trabalhos de pesquisa em parceria. Em 1944, durante uma 
Assembleia Geral realizada na cidade de Lorena, SP, os geógrafos reunidos decidiram 
expandir seus trabalhos de pesquisa para outras áreas do território nacional. Assinale a 
alternativa CORRETA que apresenta os objetivos da AGB nos primeiros anos de sua 
existência: 
( ) Discutir a regionalização do nosso país, levando em consideração aspectos naturais, 
econômicos e socioculturais. 
( X ) Promover assembleias para discutir os trabalhos de pesquisa em geografia 
apresentados por seus associados, bem como as pesquisa realizados nas cidades onde os 
encontros eram promovidos. 
( ) Contribuir para a formação de professores para atuar no Ensino Médio, contribuindo 
para a institucionalização da Geografia no Brasil. 
( ) Discutir o papel do geógrafo em alguns estados brasileiros, como o Rio de Janeiro e São 
Paulo. 
 
 
31-(ENADE, 2011) Desde os primeiros meses de vida do ser humano, delineiam-se as 
impressões e percepções referentes ao domínio espacial, as quais se desenvolvem por 
intermédio de sua interação com o meio. A construção da noção de espaço em Geografia 
requer longa preparação e estímulo por parte do indivíduo. Trata-se de aprendizado que se 
inicia: 
FONTE: ALMEIDA, R. Espaço geográfico: ensino e representação. São Paulo: Contexto, 2002 
(com adaptações). 
( ) No trabalho da Geografia como ciência voltada para a análise da realidade social quanto 
à sua configuração espacial, social, política e sociológica. 
( ) Na análise geográfica da organização social do trabalho, que se faz por meio de um ato 
social e leva a transformações territoriais. 
( ) Na série adiantada do Ensino Fundamental, já que o professor dos anos iniciais pouco 
aprende em seu curso de formação sobre como levar o aluno a dominar conceitos espaciais. 
( X ) Na escola, onde deve ocorrer a aprendizagem espacial organizada para a compreensão 
das formas pelas quais a sociedade constrói e organiza o seu espaço. 
 
 
32-(ENADE, 2014) Em seu texto de 1979, a Geografia serve para desvendar máscaras sociais, 
Ruy Moreira afirma que a "formação espacial é um conceito de totalidade que pode ajudar 
os geógrafos em sua tarefa de analisar as formas de organização das sociedades nos 
diferentes tempos da história. (...) O que propomos é a construção de uma teoria do espaço 
que se fundamenta em três categorias da totalidade, que são as três facetas de uma mesma 
realidade, todas orientadas no sentido do arranjo espacial: a formação econômico-social, o 
modo de produção e a formação espacial". A proposta do autor reforça e é condizente com a 
Geografia: 
FONTE: MOREIRA, R. Pensar e Ser em Geografia. São Paulo: Contexto, 2007, p. 76. 
( ) Pós-moderna. 
( ) Aplicada. 
( X ) Crítica. 
( ) Tradicional. 
 
 
33-O período da Idade Média foi marcado pelas grandes e numerosas viagens realizadas 
principalmente pelos italianos. Isso se confirma nos séculos XV e XVI porque vários deles 
realizaram viagens a serviço dos reis da Espanha e Portugal, que demonstra que tinham 
conhecimento sobre determinadas áreas exploradas anteriormente por eles. Com relação a 
estas viagens, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
( V ) Os italianos não se limitaram a fazer suas explorações no Mediterrâneo, na Ásia 
Central e Oriental, ampliaram suas navegações pelo Atlântico. 
( V ) Os italianos sabiam da existência do grande império mongol e se aventuraram sob a 
cobiça do comércio e também como enviados do Papa no intuito de converter os soberanos 
do Oriente. 
( F ) A Espanha também se destacou nas conquistas marítimas, tornando-se, ao lado de 
Portugal e Bélgica, uma grande potência. Os portugueses navegaram para as Índias, 
contornando a África. O genovês Cristovão Colombo, financiado pela Holanda, pretendia 
chegar às Índias, navegando na direção oeste. 
( V ) O comerciante veneziano Marco Polo, acompanhado de seu pai, viajou até a China, 
colocando-se à disposição do soberano mongol. Neste Império, Marco Polo desempenhou 
um cargo importante, era responsável pela administração de várias províncias e também 
executava missões de alta confiança. 
 
 
34-Os avanços tecnológicos em meio aos desastres e consequências negativas, que 
ocorreram durante e após a Segunda Guerra Mundial, provocaram reflexões dos geógrafos, 
os quais passaram a criticar a geografia chamada clássica ou tradicional, vislumbrando uma 
geografia mais humana e política. Dentre os impactos e reformulações que se concretizaram 
na geografia, algumas se orientam no contexto de novos paradigmas da ciência, no 
neopositivismo e/ou no materialismo histórico como linhas de orientação filosófica. Sobre as 
correntes teórico-metodológicas que se firmaram depois da II Guerra Mundial, analise as 
seguintes afirmativas: 
I- A Geografia Teorética-quantitativa incorporou modelos matemático-estatísticos, cujos 
dados e informações passaram a ser tratados e organizados em tabelas, gráficos e projeções. 
CORRETA 
II- A Geografia Teorética-quantitativa, no Brasil, desenvolveu-se a partir do final da década 
de 1960 e início de 1970, sendo que o IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia Estatística - foi 
acionado, por dispor de dados e informações, resultados do censos e profissionais geógrafos 
que apoiavam a utilização dos modelos matemático-estatísticos. CORRETA 
III- O governo militar se beneficiou da Geografia Teorética-quantitativa porque procurava 
integrar a economia brasileira como dependente à economia mundial e projetava, de forma 
linear, um crescimento econômico, baseado nos dados estatísticos e projetivos. CORRETA 
IV- Após a Guerra do Vietnã, um período de recessão econômica e desestabilização dos 
regimes autoritários em países do Primeiro Mundo exigiu-se dos geógrafos quantitativistas 
novas reflexões e total abandono da experiência Teorética quantitativa. ERRADA 
 
 
35-À medida que o conhecimento geográfico se expandia, estudos descritivos das áreas 
litorâneas e centrais de domínio grego eram enriquecidos com mapas de itinerários 
denominados périplos. Estes apresentavam imperfeições, pois nesta época não se utilizavam 
escalas, ademais não era possível fazer a medição das longitudes. Apesar de não 
conhecerem, mas saberem da existência de terras situadas ao norte, na Europa Setentrional 
e na Ásia, os gregos as viam como reservas futuras de exploração. Ainda sobre o papel dos 
gregos no desenvolvimento da ciência geográfica, analise as sentenças a seguir: 
I- Aristóteles, admitiu a esfericidade da Terra, bem como pesquisou sobre a erosão e a 
formação de deltas. CORRETA 
II- Ptolomeu (século II d.C.) afirmou que a Terra era o centro do Universo. Esta teoria foi 
aceita até o século XIV. CORRETA 
III- A geografia grega esteve cunhada como um inventário sistemático de terras e povos, ou 
seja, possuía um caráter descritivo, com o objetivo de auxiliar a administração do Estado. 
ERRADA 
IV- Para os gregos, a Europa, a Ásia e a África formavam um imenso continente setentrional 
(norte) contornado por águas. CORRETA 
 
 
36-Durante a Idade Média, o conhecimento geográfico sofreu um retrocesso, comparando-o 
com os avanços atingidos pela civilização grega, influenciado pelo poder do controle social e 
político exercido pela Igreja Medieval, atrelando os conhecimentos aos ensinamentos 
bíblicos. A partir da segunda metade do século XV, transformações como a expansão das 
atividades comerciais e a interrupção do caminho terrestre para as Índias pelos turcos 
otomanos (passaram a cobrar impostos elevadíssimos para permitir passagem

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.