A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
1 METODOLOGIA - Simulados 1

Pré-visualização | Página 2 de 4

teológico. 
(III) Conhecimento filosófico. ( III ) “O objeto das ciências são os dados próximos, imediatos, perceptíveis 
pelos sentidos ou por instrumentos, pois, sendo de ordem material e física, são susceptíveis de 
experimentação. O objeto desse tipo de conhecimento é constituído de realidades mediatas, imperceptíveis 
aos sentidos e que, por serem de ordem supra-sensíveis, ultrapassam a experiência. A ordem natural do 
procedimento é sem dúvida, partir dos dados materiais e sensíveis (ciência) para se elevar aos dados de 
ordem metafísica, não sensíveis, razão última da existência dos entes em geral. Parte-se do concreto material 
para o concreto supra material, do particular ao universal”. 
(IV) Conhecimento teológico. ( IV ) É o conjunto de verdades ao qual as pessoas chegaram não com o auxílio 
de sua inteligência, mas mediante a aceitação dos dados da revelação divina. Vale-se de modo especial do 
argumento de autoridade. São os conhecimentos adquiridos nos livros sagrados e aceitos racionalmente 
filosofia 
pelas pessoas, depois de terem passado pela crítica histórica mais exigente. O conteúdo da revelação (...) 
reveste-se de autenticidade e de verdade. Essas verdades passam a ser consideradas fidedignas e por isso 
são aceitas”. 
( II ) Conhecimento científico. ( II ) Esse nível de conhecimento “vai além do empírico, procurando 
compreender, além do ente, do objeto, do fato e do fenômeno, sua estrutura, sua organização e 
funcionamento, sua composição, suas causas e leis”. 
( I ) Conhecimento empírico. ( I ) Esse nível de conhecimento “é aquele adquirido pela própria pessoa na sua 
relação com o meio ambiente ou com o meio social, obtido por meio de interação continua na forma de 
ensaios e tentativas que resultam em erros e acertos. Do ponto de vista da utilização de métodos e técnicas 
científicas, esse tipo de conhecimento – mesmo quando consolidado como convicção, como cultura ou como 
tradição – é ametódico e assistemático. 
A sequência correta dos níveis de conhecimento é: 
CORRETA: III – IV – II – I. 
 
21- Analise as ideias apresentadas abaixo: 
Esse CONHECIMENTO é “o conjunto de verdades ao qual as pessoas chegaram não com o auxílio de sua 
inteligência, mas mediante a aceitação dos dados da revelação divina. Vale-se de modo especial do 
argumento de autoridade. São os conhecimentos adquiridos nos livros sagrados e aceitos racionalmente 
pelas pessoas, depois de terem passado pela crítica histórica mais exigente. O conteúdo da revelação (...) 
reveste-se de autenticidade e de verdade. Essas verdades passam a ser consideradas fidedignas e por isso 
são aceitas”. 
Essas informações correspondem ao nível de conhecimento: 
CORRETA: teológico. 
 
22- A explicação abaixo refere-se a que nível de conhecimento? 
Esse CONHECIMENTO, “erroneamente chamado vulgar ou de senso comum, é aquele adquirido pela própria 
pessoa na sua relação com o meio ambiente ou com o meio social, obtido por meio de interação contínua na 
forma de ensaios e tentativas que resultam em erros e acertos. Do ponto de vista da utilização de métodos e 
técnicas científicas, esse tipo de conhecimento – mesmo quando consolidado como convicção, como cultura 
ou como tradição – é ametódico e assistemático”. 
Marque a alternativa correta. 
CORRETA: Conhecimento empírico. 
 
TCC 
23- No planejamento de um TCC, a metodologia a ser utilizada dependerá do tipo de pesquisa que você irá 
realizar para desenvolver seu trabalho. Esse é o momento o ãda opini áem que o pesquisador mais necessitar
orientador que, por ter mais experiência do que ele emdo lo a se -áauxili ádos, poderúdeterminados conte
definir por um ou outro caminho a fim de coletar os dados que o das conclusão à formulaçãlevar ُes do 
(MARTINS JR., 2015, p. 49). Sendo assim, aponte asestudo” e os tipos PESQUISAformas de se realizar uma 
diferentes de que elas suscitam, respectivamente COLETA DE DADOS 
 
CORRETA: Pesquisa bibliográfica e de campo; pesquisa bibliográfica, descritiva, exploratória e experimental . 
 
24- Qual a diferença entre TCC, monografia e artigo? 
CORRETA: Um artigo, uma monografia são estruturas de TCC; a monografia é um texto amplo, e o artigo, 
sintético. 
 
25- De que etapa do TCC fala este trecho? 
“(...) suposição que serve de ponto de partida para realização de uma pesquisa. Consiste numa afirmação, 
que o pesquisador entende como verdadeira e que tentará comprovar ao longo da pesquisa.” 
CORRETA: hipótese. 
 
26- Estas são etapas de um trabalho do tipo bibliográfico, exploratório e descritivo. 
I. Respostas às questões formuladas na delimitação do problema. 
II. Respostas aos objetivos específicos formulados na introdução. 
III. Resposta ao objetivo geral. 
IV. Sugestões. 
Em qual fase de um TCC devem constar essas etapas? 
CORRETA: Conclusão 
 
CITAÇÃO 
27- Qual a forma correta para escrever uma CITAÇÃO direta curta? 
CORRETA: Deve ter menos de três linhas, estar dentro do parágrafo que escrevo, dando sequência ao fio da 
meada do meu texto, em fonte normal, com caracteres de tamanho igual a do texto, entre aspas, com o autor 
citado no início da citação[Para Sobrenome (ano, p.)] ou no final (SOBRENOME, ano, p.). 
 
28- Segundo Martins Jr.(2017), quais são os passos para escrever uma CITAÇÃO direta longa? 
CORRETA: Comece a escrever a 4 cm da margem esquerda, caracteres em tamanho 10, espaço simples, 
mesma fonte do texto, sem aspas e com o sobrenome do autor no início, em fonte normal, seguido com ano e 
página entre parênteses, e, no final da frase, em letras maiúsculas, seguido de autor e ano, dentro de 
parênteses. 
 
29- Qual a forma correta para escrever uma CITAÇÃO direta curta? 
CORRETA: Deve ter menos de três linhas, estar dentro do parágrafo que escrevo, dando sequência ao fio da 
meada do meu texto, em fonte normal, com caracteres de tamanho igual à do texto, entre aspas, com o autor 
citado no início da citação [Para Sobrenome (ano, p.)] ou no final (SOBRENOME,ano, p.). 
 
30- Em relação à palavra latina APUD, o que está correto? 
CORRETA: Significa “citado por” e é usada para indicar o autor citado dentro do texto de onde tirei a 
CITAÇÃO. Por exemplo: Cunha (1995, apud FARIAS e NASCIMENTO, 2002). 
 
 
 
PESQUISA 
31- De acordo com Kِche (2015), que etapas fazem parte dos elementos textuais de um RELATÓRIO DE 
PESQUISA? 
CORRETA: introdução, corpo do trabalho (desenvolvimento), conclusão notas, citações. 
 
32- De acordo com Kِche (2015), que etapas fazem parte dos elementos pós textuais de um RELATÓRIO DE 
PESQUISA? 
CORRETA: Referências bibliográficas, apêndice (opcional), anexo (opcional), glossário (opcional). 
 
33- De acordo com Kِche (2015), que etapas pré-textuais devem constar em um trabalho de PESQUISA 
CIENTÍFICA? 
CORRETA: Capa, folha de rosto, errata (opcional), folha de aprovação, dedicatória (opcional), 
agradecimentos (opcional), epígrafe (opcional), resumo em língua vernácula, resumo em linha estrangeira 
(abstract), sumário, lista de ilustrações (opcional). 
 
34- O ponto de partida é crucial para o bom desenvolvimento de uma PESQUISA CIENTÍFICA. Diante da 
afirmação, o que é preciso para que ele seja assertivo? 
CORRETA: Elaborar uma pergunta clara e precisa, delimitada a uma dimensão viável, sem julgamento de 
valor e com uma possível resposta. 
 
35- PESQUISA CIENTÍFICA, de acordo com Gil (1996, p. 19), apud Casarin e Casarin (2012, p. 29), é 
CORRETA: um procedimento racional e sistemático que tem como objetivo proporcionar respostas aos 
problemas que são propostos. 
 
36- Quanto à abordagem, a PESQUISA CIENTÍFICA pode ser: 
CORRETA: QUALITATIVA E QUANTITATIVA 
 
37- Por que a inferência é uma operação mental importante na numa PESQUISA CIENTÍFICA? 
CORRETA: Por que ela é equivalente ao raciocínio. Ela leva a concluir algo a partir de certos dados 
antecedentes e, por isso, é vista como uma extensão do conhecimento. É uma passagem do conhecido ao 
não conhecido. Implica uma