A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
AP1 Alfabetização2 2020 1 Cristiane de Morais Delfino Braga

Você está vendo uma pré-visualização

Pre-visualização do material AP1 Alfabetização2 2020 1 Cristiane de Morais Delfino Braga - página 1
Pre-visualização do material AP1 Alfabetização2 2020 1 Cristiane de Morais Delfino Braga - página 2
Pre-visualização do material AP1 Alfabetização2 2020 1 Cristiane de Morais Delfino Braga - página 3

AP1 Alfabetização2 2020 1 Cristiane de Morais Delfino Braga

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES
FACULDADE DE EDUCAÇÃO
FUNDAÇÃO CECIERJ /Consórcio CEDERJ / UAB
Curso de Licenciatura em Pedagogia – Modalidade EAD
Avaliação Presencial(APX1) – 2020.1
Data: 20/04/2020 até 26/04/2020 (prazo final de postagem)
Disciplina: Alfabetização 2
Coordenadora: Stella Maris Moura de Macedo
Aluno(a): Cristiane de Morais Delfino Braga 
Matrícula: 10212080490 Polo: Resende - RJ
As respostas deverão ser em fonte Arial 12 ou Times New Roman 12. 
Questão 1 (2 pontos)
As autoras Emília Ferreiro e Ana Teberosky desenvolveram pesquisas sobre a psicogênese da língua escrita. Sabemos que suas ideias influenciaram as práticas alfabetizadoras, a partir da década de 80. Elabore um pequeno texto,de aproximadamente 15 linhas, de sua autoria, onde você apresente as ideias das autoras. 
RESPOSTA: 
Diante de pesquisas realizadas na década de 80 por Emília Ferreiro e Ana Teberosky; professoras da Educação Infantil e das Classes Alfabetizadoras de várias escolas receberam o desafio de colocar em prática a nova metodologia no processo de alfabetização. Essa prática desconstruía todo conhecimento e visão que possuíam através de métodos e cartilhas; a partir daí a criança passa a ser peça fundamental, tornando-se o sujeito detentor do conhecimento.
Ferreiro descreve a importância de idealizar o ambiente alfabetizador não somente como um espaço físico, mas de algo que seria o início de uma grande oportunidade de desenvolver o processo de alfabetização, através de inúmeros materiais de escrita presentes no dia a dia das crianças como embalagens presentes no seu cotidiano familiar, jornais, revistas, panfletos, livros, folders, rótulos comerciais e etc. E quanto mais vasto este material se apresentasse, maior a probabilidade de enriquecer a imaginação.
Por se tratar de um contexto totalmente novo e desconhecido até então; muitos professores se encontravam com resistência desta nova postura; não por ser tratar de um método negativo, mas por se encontrarem amarradas a uma metodologia que as enquadravam numa vivência totalmente mecanizada em que acreditavam ser seguro de se aplicar. 
Questão 2 ( 3 pontos)
Defina, fazendo uso de suas palavras, os conceitos de Alfabetização, Letramento e Educação Intercultural. 
RESPOSTA: 
ALFABETIZAÇÃO: É a linguagem que possui modalidade de pensamentos e ideais expressas através de sinais gráficos e palavras; que possui a habilidade de codificar e decodificar a língua escrita. É também considerada uma etapa no processo de escolarização que possui um tempo determinado.
LETRAMENTO: É a condição e/ou estado de alguém e /ou grupo social que sabe ler e escrever e que se apropriam da modalidade escrita e da sua língua materna. Sujeito que domina e que exerce a prática da leitura e da escrita.
EDUCAÇÃO INTERCULTURAL: Ambiente com diferentes classes sociais que promove a valorização e o reconhecimento da diversidade cultural como oportunidade e fonte de aprendizagem devido à múltiplas culturas existentes em nossa sociedade. 
Questão 3 ( 2 pontos)
A organização do currículo escolar por Projetos contribui para repensarmos as concepções de ensino e de aprendizagem que fundamentam os planejamentos pedagógicos. Complete o quadro abaixo. 
	O trabalho com Projetos Pedagógicos prevê ...
	alunos (as) 
	Ex: participativos(as)
Público alvo, criativo, protagonista e questionador.
	professores (as)
	Pesquisador, planeja as ações, cria situações de aprendizagem e investiga.
	práticas de sala de aula
	Metodologia, atividades propostas e avaliativas, surgem os temas para os projetos.
	as seguintes etapas...
	Planejamento, avaliação, registro e apresentação dos resultados.
Questão 4 (3 pontos)
As aulas de Educação Infantil enfatizaram a importância do brincar nessa faixa-etária. Elabore um texto, de aproximadamente 15 linhas, de sua autoria, reafirmando as relações do brincar com o desenvolvimento, aaprendizagem, a cultura e os conhecimentos. 
RESPOSTA:
Sabemos que a ação de “brincar” vai além de apenas “brincar”; dentro desta ação muitas atitudes são apresentadas e podemos observar o desenvolvimento das crianças em cada momento; e vai além de descontração. Quanto menores eles são, mais tempo terão para brincar e nestes momentos os alunos/crianças se socializam, neste momento eles utilizam da imaginação que não tem limites, que os levam além da realidade que estão. Conseguem se transformar em policiais e ladrões, como também podem se transformar em pessoas que admiram de alguma forma e assim criam novas possibilidades além do que estão cercados. 
Quando observamos este momento em que as crianças brincam, podemos conhecê-los, pois esta ação ultrapassa os limites do muro da escola; suas ações serão reveladas. Através das brincadeiras podemos observar os significados que são construídos, que conhecem e vivenciam através de memórias, imaginação, realidade e fantasia; que revela a zona de desenvolvimento proximal. Neste momento é possível observar suas características, os vínculos de amizades nascendo, os que possuem mais autonomia, iniciativa, parcerias, inclusive os que possuem perfil de liderança.
É possível não só a construção como também a ampliação de competências e planos que poderão ser traçados para atuar no cognitivo e nas interações sociais. É necessário traçar objetivos de maneira que estes momentos aconteçam de forma espontânea, mas que também tenham um objetivo de construção e conhecimento. As rotinas são bem apropriadas para que eles entendam que existem regras estabelecidas e que possam desenvolver-se no tempo propício; criando oportunidade de se tornarem protagonistas de suas vidas.