A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
natação

Pré-visualização | Página 7 de 8

asserções são proposições verdadeiras e a II justifica a I.
	
	
	As duas asserções são proposições falsas.
	
Explicação:
Na primeira pernada para baixo é que deve ser feita mais força para baixo.
	
	
	
	 
		
	
		6.
		A respiração do nado borboleta pode acontecer de diversas formas e a técnica 2x1, duas braçadas pra uma respiração é muito utilizada porque proporciona uma maior horizontalidade do corpo. Marque a opção que indica quando a boca estará totalmente fora da água para realizar a inspiração no nado borboleta.
	
	
	
	Na segunda metade da fase aérea até o inicio da fase aquática, entrada dos braços na água.  
	
	
	No final da tração até o final da fase de empurrada dos braços na água.
	
	
	No final da empurrada na fase aquática até a primeira etapa da fase aérea dos braços.
	
	
	No início da fase de tração até o final da puxada dos braços para trás.
	
	
	No início da fase aquática (apoio) até o final da tração (puxada).
	
Explicação:
O momento adequado para tirar a cabeça da água e fazer a inspiração é ao final da fase aquática da braçada até a primeira metade da fase de recuperação aérea.
	
	
	
	 
		
	
		7.
		Jack Sieg, nadador norte-americano, tem na história da natação seu nome associado à qual elemento do nado borboleta?
	
	
	
	Braçadas
	
	
	Viradas
	
	
	Entrada na água
	
	
	Respiração
	
	
	Golfinhadas
	
Explicação:
Em 1935 Jack Sieg aperfeiçoou a pernada, tornando-a parecida à de um golfinho. Até 1936, todos os nadadores que adotaram a variação de estilo foram desqualificados em suas competições. Em 1938, a maioria dos nadadores estava utilizando no peito as técnicas do nado borboleta. O novo estilo foi oficializado como modalidade à parte em 1952 e adotado pela primeira vez nas Olimpíadas em 1956. (GONÇALVES, 2009)
	
	
	
	 
		
	
		8.
		No nado Borboleta é correto afirmar, EXCETO (marque a alternativa INCORRETA)
	
	
	
	Os ombros devem estar em linha com a superfície da água
	
	
	A chegada tem que ser um toque simultâneo das mãos somente acima do nível da água
	
	
	Ambos os braços devem ser levados juntos à frente por sobre a água e trazidos para trás simultaneamente
	
	
	Ao nadador submerso , após a saída e viradas, é permitido uma ou mais pernadas (desde que a cabeça não ultrapasse os 15m)
	
	
	Não é permitido girar para as costas em nenhum momento
	
Explicação:
Nas chegadas, o toque simultâneo das mãos pode ser feito acima, abaixo ou no mesmo nível da linha da água.
		1.
		O técnico norte-americano James Counsilman é um dos responsáveis pela evolução, nos anos 60, de qual elemento do nado de peito?
	
	
	
	Pernadas
	
	
	Respiração
	
	
	Ondulação
	
	
	Braçadas
	
	
	Viradas
	
Explicação:
O aprimoramento da pernada de peito, em forma de cunha, tornou-a mais propulsiva e é atribuída aos estudos e experiências de Counsilman.
	
	
	
	 
		
	
		2.
		Marque a opção que apresenta corretamente elementos da técnica do nado de peito:
	
	
	
	Posição plana do corpo, braçadas e pernadas simultâneas, respiração lateral
	
	
	Pernadas e braçadas verticais, respiração frontal e ondulações
	
	
	Alinhamento horizontal do corpo, braçadas alternadas, respiração frontal
	
	
	Pernadas e braçadas simultâneas, respiração lateral
	
	
	Posição variável do corpo, respiração frontal, dorsiflexão dos tornozelos
	
Explicação:
A posição do corpo varia em função dos movimentos do nado, a respiração é sempre frontal e a dorsiflexão dos tornozelos é obrigatória para uma boa propulsão.
	
	
	
	 
		
	
		3.
		Em uma aula de natação visando a técnica do nado peito, o professor pede aos alunos que coloquem um pool-buoy (bóia de pernas) entre as coxas e executem o nado completo. Qual é o principal objetivo desse educativo?
	
	
	
	Evitar que os alunos apontem os joelhos para fora durante a realização do movimento de pernas.
	
	
	Ensinar os alunos a apontarem os joelhos para fora na recuperação da pernada.
	
	
	Aumentar a flexão do quadril na recuperação da pernada.
	
	
	Evitar a flexão do quadril na recuperação da pernada.
	
	
	Facilitar a dorsiflexão dos tornozelos.
	
Explicação:
Um erro comum entre os iniciantes no nado de peito é o direcionamento dos joelhos para fora. A boia de perna é usada para evitar isso.
	
	
	
	 
		
	
		4.
		O nado de peito possui uma pernada que envolve as três articulações: quadril, joelho e tornozelo. Baseado nisso, faça a associação correspondente a cada fase da pernada e em seguida marque a opção com a sequência correta.
a) Fase de Recuperação
b) Fase Propulsiva
c) Fase de Deslize
(     ) Chute para trás e para baixo.
(     ) Grande flexão de joelhos.
(     ) Pés soltos e em flexão plantar.
(     ) Pressão com a parte interna e sola dos pés.
(     ) Extensão dos joelhos.
(     ) Pequena flexão do quadril.
(     ) Pernas juntas e estendidas.
	
	
	
	c a c b c b a
	
	
	b a c b c a a
 
	
	
	a b c c b a a
	
	
	b c a c b b a
	
	
	b a c b b a c
	
Explicação:
É importante conhecer os movimentos da pernada e suas características.
	
	
	
	 
		
	
		5.
		O nado de peito, também conhecido como nado clássico, parece ter sido executado ao longo da história da humanidade de diferentes formas, mas sempre com movimentos simultâneos de braços e pernas. Analise as asserções a seguir e avalie a relação entre elas.
I. O nado de peito é o que apresenta a menor distância alcançada no deslocamento submerso 
PORQUE
II. A filipina com braçada ampla, golfinhada e pernada do nado não proporcionam muito deslize e impulsão.
	
	
	
	As duas asserções são proposições verdadeiras e a II  justifica corretamente a I.
	
	
	As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a II não justifica a I.
	
	
	A asserção I é uma proposição falsa e a asserção II é uma proposição verdadeira.
	
	
	A asserção I é uma proposição verdadeira e a asserção II é uma proposição falsa.
	
	
	As duas asserções são proposições falsas.
	
Explicação:
A técnica submersa do nado de peito denominada "filipina" é composta por três movimentos submersos que resultam em um ótimo deslocamento e determinam uma boa distância nadando abaixo da linha da superfície.
	
	
	
	 
		
	
		6.
		Qual dos nados tem a força de propulsão associada principalmente pelo trabalho de membros inferiores?
	
	
	
	Nado borboleta
	
	
	Nado costas
	
	
	Nado crawl
	
	
	Nado peito
	
	
	Nado medley
	
Explicação:
Dentre os nados oficiais, o único cuja propulsão depende principalmente das ações de membros inferiores é o nado de peito.
	
	
	
	 
		
	
		7.
		Por qual motivo o nado de peito foi bastante popular durante a Idade Média?
	
	
	
	Porque as pernadas eram uma chicotada
	
	
	Porque a propulsão era facilitada
	
	
	Porque a cabeça ficava em imersão
	
	
	Porque a cabeça ficava emersa
	
	
	Porque a filipina gerava muita propulsão
	
Explicação:
Na Idade Média se acreditava que a água disseminava epidemias; assim, nadar com a cabeça fora da água objetivava evitar contaminações.
	
	
	
	 
		
	
		8.
		Manter o equilíbrio e a horizontalidade do corpo durante o deslocamento é uma das funções da pernada. Baseado nisso, associe as características técnicas da pernada de acordo com cada nado.
a. Nado Crawl
b. Nado Costas
c. Nado Peito
d. Nado Borboleta
(    ) Pernada vertical simultânea.
(    ) Pernada horizontal simultânea.
(    ) Pernada com pés em dorsiflexão.
(    ) Pernada ascendente mais propulsiva.
     (    ) Pernada alternada em decúbito ventral.
	
	
	
	a, c, c, b, d
	
	
	d, c, d, a, b
	
	
	c, d, c, a, b
	
	
	b, d, c, a, b
	
	
	d, c, c, b, a
	
Explicação:
As pernadas têm características específicas que as diferenciam, mesmo que sejam similares. Exemplo: a direção da força a ser aplicada no nado crawl é para baixo, enquanto no nado de costas é para cima. 
		
		O Juiz de Partida deve ter controle absoluto sobre os competidores desde o momento que o Árbitro