A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Prova genética molecular

Pré-visualização | Página 1 de 1

1. Em certo estudo empregando um fungo, um pesquisador observou a síntese de duas cadeias polipeptídicas (proteínas) a partir de um mesmo transcrito primário de RNA. Como você explica tal observação? Justifique
Isso pode ocorrer por conta do splicing alternativo, onde os transcritos dos genes eucarióticos podem se organizar e ser processados de diferentes formas, levando a diferentes sínteses de proteínas, ou seja, diferentes proteínas são produzidas a partir do mesmo gene.
2- A Metionina é um aminoácido codificado por um único códon (AUG). Ainda assim, em Eucariotos, este códon único pode especificar tanto o aminoácido iniciador da síntese proteica quanto os aminoácidos internos do polipeptídio em formação. Explique como isso é possível.
Diferentes tipos de tRNA que podem carregar essa Metionina. No inicio tem o tRNA iniciador, que é o único tRNA carregado com aminoácido capaz de se ligar fortemente ao sitio P do ribossomo. No alongamento o tRNA no sítio P é ligado ao aminoácido no sítio A. 
3 - Por que a proteína depois de formada possui menos bases do que a fita de RNAm que a formou.
Pois ocorre o splicing, onde os íntrons são removidos da fita recém sintetizada e a sequencia de éxons são unidas umas as outras.
4- Três isomorfas em regiões diferentes se diferenciam apenas pelo tamanho de sua região c-terminal, considerando que o gene que codifica a proteína está presente em cópia única no genoma, que mecanismo possibilitaria a expressão dessas isomorfas? (SPLICING ALTERNATIVO = 1, em eucarioto)
5. Você pretende produzir hormônio de crescimento humano em bactérias. Para que isso aconteça, alguns pré requisitos precisam ser respeitados para que a bactéria possa transcrever e traduzir o gene inserido. Quais seriam estes pré- requisitos?
Primeiramente precisamos retirar os íntorns dos genes que será inserido, então, há a necessidade de um promotor típico de bactéria (-35 e -10, em eucariotos é o TATAbox) para que a RNApol se ligue nela. Além disso, é necessário colocar a região que reconhece o fator rho (fator para terminação de transcrição). Para a tradução, é necessário colocar a sequência de Shine-Dalgarno (local onde a subunidade menor do ribossomo da bactéria se acopla para começar a tradução). 
6. Qual o efeito da mutação nas seguintes regiões: pag 275
Região operadora: revela que é uma ação CIS
Região promotora: trans
7. - Principais defeitos genéticos para extinguir a sensibilidade do operon lac a lactose
Mutações nos elementos CIS repressor não tem como se ligar nele ou TRANS, que ainda vai ter transcrição, só que ela será descontrolada
8. Como é a regulação do TRIPTOFANO e qual a diferença entre a regulação deste o do OPERON LAC?
O nível de expressão do operon Triptofano é regulado pela presença do próprio aminoácido no meio intracelular. Pode ter a função de repressão, onde o repressor está dentro do promotor e se liga ao operador, fazendo o repressor bloquear a ação da RNA-pol no gene, impedindo a transcrição. Ou a fase de ativação que é quando a concentração do aminoácido no meio intracelular, o repressor não se liga mais ao mesmo, assim não se liga ao DNA, e o operon Triptofano é transcrito. A diferença é que o repressor já esta ligado ao operon Lac, a presença da lactose vai fazer que o repressor saia.
9. Durante os estudos visando compreender a processo de replicação do DNA, vários mutantes de bactéria E. coli foram descritos e caracterizados. Em sua opinião, porque nenhum mutante contendo uma DNA polimerase I desprovida de atividade exonuclease (revisora) 5’ – 3’ foi descrito? Justifique.
Não se encontra nenhum mutante sem atividade revisora 5’-3’ porque a DNApol I é única que consegue fazer esse tipo de revisão. Atividade revisora se encarrega na remoção de primers (RNA) e introdução de nucleotídeos DNA. Sem essa atividade revisora, o organismo nem conseguiria replicar.
10. Células ovarianas, proveniente de tecido tumoral tem uma telomerase ativa, fato não observado em tecido ovariano normal. Que vantagens as células cancerígenas teriam em manter uma telomerase ativa? Justifique.
O tamanho do telômero serve como sinal para divisão celular. Então, se espera que em células de tecidos que não se dividam mais, o telômero seja curto e a atividade da telomerase reduzida (óbvio). Se em determinadas células somáticas tem-se atividade da telomerase, o tamanho dos telômeros é mantido e consequentemente a divisão celular é induzida. Essa indução da divisão celular é a justificativa do câncer. Por isso que a telomerase ativa é vantajosa em células cancerígenas. (LEMBRAR QUE A BASE DO CANCER É A DIVISÃO DESCONTROLADA DE UM GRUPO DE CÉLULAS) 
11. Em um extrato proteico bruto de fungo, há a ação da RNA polimeraze, mas no extrato purificado não há, por quê? 
No bruto tem fatores gerais de transcrição, e no purificado não
12- Em PROCARIOTOS as sequencias regulatórias estão em posições fixas em relação ao gene regulado, como é em Eucariotos e por quê? 
São sequencias longas e respondem a diversos tipos de sinais. As sequencias regulatórias podem estrar distantes umas das outras e pode haver regulação a longa distancia. Elas atuam sobre os fatores gerais de transcrição regulando a ação da RNA polimerase.
13- Diferença da transcrição entre eucarioto e procarioto.
A regulação em Eucariotos difere da regulação de Procariotos em 4 pontos. 
1- Os Procariotos possuem apenas 1 tipo de RNA pol., já os Eucariotos possuem 3, responsáveis por transcrever tipos difirentes de genes. A I - Sintetiza a maior parte do RNA ribossomal (RNA ribossômico), II - Sintetizam os RNAs codificantes de proteínas (RNA mensageiro), III – Sint. RNA transportador, ribossomal e pequenos RNAs.
2- Locais diferentes
3- Em Procariotos a RNA pol. Pode iniciar a sem ajuda de proteínas adicionais. Eucariotos onde há necessidade da associação dos fatores gerais de transcrição (conjunto de proteínas) ao promotor para que a RNA pol. Possa iniciar a transcrição.
4- Nos Eucarioto também a de se considerar o empacotamento do DNA, para que haja transcrição, é necessário o afrouxamento da cromatina para que haja a transcrição.
P1 2013
1 - perguntava quais os mecanismos que garantiam a fidelidade da duplicação e se você considera a fidelidade igual pras duas fitas.
A fidelidade da replicação do DNA depende da necessidade de haver uma extremidade corretamente pareada para a DNA polimerase, antes que ela possa adicionar novos nucleotídeos. O mecanismo de verificação de um modelo hipotético de polimerização na direção 3`-5` permitiria a remoção de um nucleotídeo incorreto, mas bloquearia a adição do nucleotídeo correto, portanto impedindo o alongamento da cadeia. O crescimento na direção 5`-3`, permite que a cadeia seja continuamente alongada quando um nucleotídeo incorreto for adicionado e removido pelo mecanismo de verificação
2 - perguntava como ocorria a replicação nas extremidade (eu escrevi da ação da telomerase nos telomeros) 
Não há como colocar o iniciador de RNA necessário para iniciar um fragmento de Okazaki na extremidade de uma molécula de DNA linear. Portanto, uma parte de DNA poderia ser facilmente perdida nas extremidades de uma molécula linear de DNA cada vez que ela fosse replicada.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.