Buscar

Comércio Exterior EAD Estácio - PROVA FUNDAMENTOS DE COMERCIO EXTERIOR 2020

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 4 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Prova 2020 fundamentos de comércio exterior, resolvida – nota máxima
	
	 1a Questão (Ref.: 202004213574)
	Atividade do Estado com relação a seu comércio externo, visando aos fins nacionais, sejam eles economicos ou sociais. O Estado exerce muita influência, pois determina a politica a ser empregada e atua como agente regulador e controlador. Este conceito refere-se:
		
	
	Comércio Internacional
	
	Comércio Exterior
	
	Logistica Internacional
	
	Legislação
	
	Prospecção de mercado
	
	
	 2a Questão (Ref.: 202002227648)
	"Qualquer vantagem, favor, privilégio ou imunidade concedida por uma parte contraente a um produto originário de outro país ou a destinado será imediata e incondicionalmente extensiva a outros produtos similares originários dos territórios de qualquer outra parte contraente ou a elas destinadas." - Esta é a definição:
		
	
	Do NAFTA
	
	Do Mercosul
	
	Do GATT
	
	Da Comunidade Européia
	
	Da Clausula de Nação Mais Favorecida
	
	
	 3a Questão (Ref.: 202002543132)
	O Sistema Integrado de Comércio Exterior ¿ Siscomex tem como órgãos gestores:
		
	
	o Serpro, a Secex e o Bacen
	
	a Receita Federal, o Serpro e o Bacen
	
	a Secex, o Secom e o Bacen
	
	a Receita Federal, o MRE e o Bacen
	
	a Receita Federal, a Secex e o Bacen
	
	
	 4a Questão (Ref.: 202004536437)
	O SISCOMEX: Sistema Integrado de Comércio Exterior foi instituído para:
 
		
	
	Centralizar as negociações comerciais no âmbito do MERCOSUL;
 
	
	Desempenhar as atribuições dos antigos órgãos de comércio exteior.
	
	Integrar as atividades administrativas dos órgãos de comércio exterior;
 
	
	Promover as exportações brasileiras e contribuir para a Balança Comercial;
 
	
	Servir de instrumento para a política de restrição às importações brasileiras;
 
	
	
	 5a Questão (Ref.: 202001625777)
	São medidas de defesa comercial adotadas pelo país importador perante práticas desleais de comércio (dumping e subsídio), por parte de países exportadores, que causem ou possam vir a causar dano á indústria doméstica e frente a surtos de importações.
		
	
	Medidas antidumping, medidas compensatórias e medidas de salvaguarda.
	
	Medidas compensatórias e direitos de restrição às importações.
	
	Regras de origem e regras técnicas.
	
	Medidas preferenciais, barreiras técnicas e medidas compensatórias.
	
	Restrições voluntárias às importações e restrições voluntárias às exportações.
	
	
	 6a Questão (Ref.: 202002543594)
	Na cotação US$ 300,00/DAT/SANTOS, o último termo indica:
		
	
	A fábrica do exportador
	
	O aeroporto de embarque
	
	O porto de embarque
	
	O depósito do importador
	
	O porto de desembarque
	
	
	 7a Questão (Ref.: 202001657255)
	O Brasil, como os demais países que praticam o comércio internacional, aderiu ao Sistema Harmonizado de Designação e de Codificação de Mercadorias constituindo uma nomenclatura própria. Após a sua entrada no Mercosul, esta nomenclatura passou a designar-se:
		
	
	NVM
	
	NAM
	
	NBM
	
	NPM
	
	NCM
	
	
	 8a Questão (Ref.: 202002543625)
	Ao receber uma carta de crédito, referente a um embarque a ser realizado em 18 de julho de 2017, o exportador entrou em contato com o importador combinando uma nova data de entrega, em 15 de agosto de 2017. Pediu que o importador lhe enviasse uma correspondência confirmando a novo acordo, o que foi feito. Concluído o embarque, em 15 de agosto, o exportador dirigiu-se ao banco designado com a documentação requerida para receber o pagamento. O banco, para sua surpresa, apontou uma discrepância fatal, pois o embarque foi efetuado após o prazo de 18 de julho. O exportador informou da concordância do importador, mas o banco manteve-se irredutível. Isso ocorreu porque:
		
	
	O exportador falhou em não enviar a carta de concordância do importador, antes do embarque da mercadoria.
	
	O exportador não poderia, em circunstância alguma, alterar a data de embarque.
	
	O importador deveria ter enviado uma carta ao banco designado, informando da alteração da data de embarque acordada.
	
	Toda e qualquer alteração na carta de crédito deve ser feita através de uma emenda, emitida e enviada pelo banco emitente.
	
	O banco entendeu que havia risco na operação.
	
	
	 9a Questão (Ref.: 202004212523)
	O procedimento de despacho aduaneiro é iniciado na parametrização da carga em canais, onde é submetida à análise fiscal e selecionada para um dos canais de conferência. Os canais de conferencia na exportação são: verde, laranja e vermelho. Considerando esse contexto, avalie as afirmações abaixo:
 
I. A exportação selecionada para o canal verde é desembaraçada automaticamente, sem qualquer verificação.
 
II. No caso de seleção para o canal vermelho, ocorre a conferencia documental, mas não há verificação física da mercadoria.
 
III. No canal laranja é realizada a verificação física da mercadoria e a aplicação de procedimento especial de controle aduaneiro, para verificação de elementos indiciários de fraude.
 
É correto o que se afirma em:
		
	
	II e III, apenas
	
	I e III, apenas
	
	I, II e III
	
	I, apenas
	
	II, apenas
	
	
	 10a Questão (Ref.: 202001961847)
	Nas importações sujeitas aos licenciamentos não-automático, o importador deverá :
		
	
	Prestar as informações necessárias para registro no REI, previamente ao embarque da mercadoria no exterior.
	
	Prestar, no Mantra, as informações necessárias para registro.
	
	Prestar, no Siscomex, as informações necessárias para registro, previamente ao embarque da mercadoria no exterior.
	
	Prestar, no Radar, as informações necessárias para registro, após o embarque da mercadoria no exterior.
	
	Prestar, no Siscomex, as informações necessárias para registro, após o embarque da mercadoria no exterior.

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes