A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Avaliação Final Sociedade e Meio Ambiente - Objetiva - Uniasselvi

Pré-visualização | Página 1 de 2

24/05/2020 UNIASSELVI - Centro Universitário Leonardo Da Vinci - Portal do Aluno - Portal do Aluno - Grupo UNIASSELVI
https://portaldoalunoead.uniasselvi.com.br/ava/avaliacao/avaliacao_lista.php 1/2
Acadêmico: Henrique Francisco da Rosa (2585428)
Disciplina: Sociedade e Meio Ambiente (GAM08)
Avaliação: Avaliação Final (Objetiva) - Individual FLEX ( Cod.:512541) ( peso.:3,00)
Prova: 17937873
Nota da Prova: 10,00
Legenda: Resposta Certa Sua Resposta Errada 
1. As questões ambientais passaram a fazer parte do cenário brasileiro devido às problemáticas ambientais. Praticamente não havia políticas públicas voltadas para o meio ambiente n
fazendo-se necessário e urgente o seu fortalecimento. Com base no exposto, assinale a alternativa CORRETA que apresenta o momento em que foram criadas importantes estrutur
de regulação das políticas públicas ambientais no Brasil:
 a) Foi a partir da primeira reunião no Rio de Janeiro, Brasil, em 1992, quando foi realizada a Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano.
 b) Foi a partir da terceira reunião, a Rio+10, em Joanesburgo, África do Sul, em 2002, quando foi realizada a Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano.
 c) Foi a partir da segunda reunião no Rio de Janeiro, Brasil, em 1992, quando foi realizada a Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano.
 d) Foi a partir da primeira reunião em Estocolmo, Suécia, em junho de 1972, quando foi realizada a Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano.
2. Durante o processo de fixação das aldeias e comunidades próximas aos locais de cultivo, o ambiente natural sofreu profundas modificações. É nesse período que surgiram também
aglomerados humanos, que precisava dar vazão ao excedente agrícola produzido. Dentro deste contexto, e com relação às alterações nos ecossistemas naturais, classifique V para
sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
 
( ) A urbanização ocorreu preferencialmente em terras férteis, próximas a rios e vales. A construção de diques e reservatórios era uma prática comum a este tempo. 
( ) A transformação dos leitos dos rios mudou características essenciais para a manutenção desses ecossistemas. O que antes era um rio de corredeiras, passou a ser lêntico, infl
sobre a qualidade de água. 
( ) O uso de tecnologias favoreceu a ampliação das populações, e, no que tange à exploração dos recursos hídricos, entende-se que os rios passaram a "trabalhar" para o homem
comunidade de entorno, mas não foram decisivos para seu estabelecimento. 
( ) O assentamento das cidades, o uso contínuo dos recursos da terra e a utilização de novas tecnologias, foram fatores preponderantes para o esgotamento do meio ambiente a n
insustentáveis, observado muitos anos depois. 
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
 a) F - V - V - F.
 b) V - F - V - V.
 c) V - V - F - V.
 d) F - F - F - V.
3. A cultura é um patrimônio importante de um povo, porque resulta dos conhecimentos compartilhados entre as pessoas de um lugar, que é transferido, criado e recriado de geração e
Com relação à cultura indígena brasileira, analise as sentenças a seguir: 
 
I- O povo indígena influenciou na medicina através da quinina, empregada como medicamento na cura da malária, entre outros exemplos. 
II- O consumo de alguns alimentos, como a mandioca, milho, batata-doce, amendoim foi introduzido através dos índios. 
III- Várias palavras utilizadas no nosso cotidiano são de origem indígena, como: paraná, maracanã, ipanema, carioca. 
IV- O samba, o maracatu, a capoeira, que deram origem a diversos subgêneros musicais, tiveram seu início na cultura indígena. 
 
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
 a) As sentenças I e IV estão corretas.
 b) As sentenças II e IV estão corretas.
 c) As sentenças I, II e III estão corretas.
 d) As sentenças II, III e IV estão corretas.
4. Todo o processo de evolução das sociedades humanas custou muito caro para o cidadão em si. Primeiro, a disputa por terras, e, por fim, a ganância dos povos culminou em evento
catastróficos, onde pessoas eram mortas e guerras eram geradas. Pode-se dizer que nosso crescimento e progresso esteve associado ao declínio das condições mínimas de integr
dignidade. Diante do exposto, analise as sentenças a seguir: 
 
I- A expressão Direitos Humanos foi uma forma filosófica de expressar as condições mínimas para nossa sobrevivência. 
II- Direitos Humanos são considerados essenciais, pois, sem eles, as pessoas não conseguiriam desfrutar das condições básicas a sua sobrevivência. 
III- Pode-se dizer que os Direitos Humanos garantem ao ser humano o sentimento de pertencimento e também de ser útil à sociedade na qual está inserido. 
IV- Não podemos confundir Direitos Humanos aos direitos que condicionam a vida em sociedade e o desfrute dos benefícios que a vida pode proporcionar. 
 
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
 a) As sentenças II e III estão corretas.
 b) As sentenças I e II estão corretas.
 c) As sentenças I, II e IV estão corretas.
 d) As sentenças I, III e IV estão corretas.
5. De acordo com o novo estilo de vida, o sedentarismo, o homem passa a provisionar a oferta de alimentos. Agora, as civilizações não estão mais a mercê da mãe natureza, e, assim
gestão das terras cultiváveis, passam a demarcar territórios, surgindo o conceito de propriedade. Com relação a esta nova era, analise as sentenças a seguir: 
 
I- O conceito de propriedade implica um reconhecimento formal daquela extensão de terra, e de direito exclusivo ao uso da comunidade que a delimitou. 
II- Desde as primeiras negociações, para que fossem delimitadas as terras, eram feitos acordos por escrito, para evitar conflitos entre os povos. 
III- O mais famoso destes acordos para a definição de propriedades foi o código de Hamurabi. 
IV- De acordo com historiadores, Hamurabi era um típico legislador, criando leis inéditas que orientassem as civilizações na conduta de suas ações. 
 
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
 a) As sentenças II, III e IV estão corretas.
 b) As sentenças I e III estão corretas.
 c) As sentenças III e IV estão corretas.
 d) As sentenças I, II e IV estão corretas.

Cristina
Realce
Cristina
Realce
Cristina
Realce
24/05/2020 UNIASSELVI - Centro Universitário Leonardo Da Vinci - Portal do Aluno - Portal do Aluno - Grupo UNIASSELVI
https://portaldoalunoead.uniasselvi.com.br/ava/avaliacao/avaliacao_lista.php 2/2
6. Em diferentes períodos da história brasileira, foram contextualizados diversos conceitos de cidadania. Como exemplo, após a abolição, os escravos deveriam ter tido o acesso à terr
educação e aos mesmos direitos de cidadania que gozava a população branca. Várias foram as formas em que esta cidadania foi concebida. Diante desta perspectiva histórica, ass
alternativa CORRETA:
 a) A cooperação internacional para a preservação da paz foi reconhecida nas constituições de 1937 e 1967.
 b) A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 foi marco da consagração dos direitos humanos e da cidadania no Brasil.
 c) A Constituição da Era Vargas (1930-1935) trazia em seu arcabouço legal a garantia dos direitos políticos enquanto prerrogativa do exercício da cidadania.
 d) A Constituição da Era Vargas, de 1936, adotou meios pacíficos para solução de conflitos.
7. O histórico dos Direitos Humanos no Brasil é longo e remonta a um período bastante complicado no que diz respeito à formulação da Constituição propriamente dita. Quando promu
Constituição de 1988 trouxe como princípio fundamental o valor da dignidade humana. Com referência à atual Constituição brasileira, classifique V para as sentenças verdadeiras e 
falsas: 
 
( ) A atual Constituição institui instrumentos jurídicos, que podem ser acessados por qualquer cidadão na defesa de seus direitos. 
( ) A atual Constituição, que foi promulgada em 1988, partiu exclusivamente das autoridades e não teve participação popular. 
( ) A atual Constituição assiste o Direito das minorias e de grupos vulneráveis, a qual serviu de base para todas as

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.