5 QUEIMADURAS
23 pág.

5 QUEIMADURAS


DisciplinaEnfermagem34.134 materiais306.222 seguidores
Pré-visualização1 página
Urgência e Emergência 
Professor: M.e: Helierson Gomes 
A SUA PRIORIDADE É A REAL NECESSIDADE? 
LEVANTAMENTO DE PRIORIDADES 
Caso Clínico I 
\u2022 Deu entrado no Pronto socorro, menor apresentando 
queimaduras de segundo grau com flictemas em MMSS, tórax 
anterior, pescoço e face. O mesmo estando acompanhado, 
LOTE, agitado, taquipneico, taquicárdico, já despido e 
resfriado com água corrente em domicílio, envolto com 
lençol. QUAL A CONDUTA DE ENFERMAGEM? 
Caso Clínico II 
\u2022 Cliente maior, dá entrada em PS apresentando queimaduras de 
terceiro grau em região toracoabdominal anteroposterior 
proveniente de queimadura em rede garimpeira, a mesma 
ainda grudada aos tecidos corporais em alta temperatura. 
Paciente muito agitado, grita muito. Ao EF: Taquipneico, 
taquicárdico, PA 80x50mmhg. QUAL A CONDUTA DE 
ENFERMAGEM? 
Caso Clínico III 
\u2022 Cliente dá entrada apresentando queimaduras de terceiro 
grau por corrente elétrica com calcinação em MSE e MID. Ao 
EF: Torporoso, taquipneico, taquicárdico, PA: 80x60mmhg, 
QUAL A CONDUTA DE ENFERMAGEM? 
\u2022 QUEIMADURAS: lesão causada por agentes térmicos, 
químicos, elétricos ou radioativos, que atuando nos tecidos de 
revestimento do corpo humano podem destruir parcial ou 
totalmente a pele e seus anexos, ou atingir camadas mais 
profundas, como tecido celular subcutâneo, músculos, 
tendões e ossos. 
 
\u2022 Origem: 
 
\u2022 Térmica 
\u2022 Química 
\u2022 Elétrica 
\u2022 Radioativas 
 
Complicações Sistêmicas 
\u2022 Inflamação 
\u2022 Choque Hipovolêmico 
\u2022 Mioglobinúria 
\u2022 Insuficiência Renal 
\u2022 Septicemia 
 
Avaliação 
\u2022 Profundidade 
\u2022 Extensão 
\u2022 Localização da queimadura. 
\u2022 Idade da vítima 
\u2022 Existência de doenças prévias/concomitância 
de condições agravantes 
\u2022 Inalação de fumaça e/ou lesão de Vias aéreas. 
 
Classificação 
Classificação 
\u2022 Primeiro Grau 
Classificação 
\u2022 Segundo Grau 
Classificação 
\u2022 Terceiro Grau 
Extensão da Lesão 
\u2022 Regra de Wallace (Regra-dos-nove) 
Tabela de Lund-Browder 
Complexidade das Queimaduras 
\u2022 Pequeno queimado 
 
\u2022 Queimaduras de primeiro grau em qualquer extensão. 
\u2022 Queimaduras de segundo grau com área corporal atingida até 
5% em crianças menores de 12 anos e 10% em maiores de 12 
anos. No pequeno queimado as repercussões da lesão são 
locais. 
\u2022 Médio queimado 
 
 \u2022 Queimaduras de segundo grau com área corporal atingida entre 
5% a 15% em menores de 12 anos e 10% e 20% em maiores de 12 
anos. 
 \u2022 Queimaduras de terceiro grau com até 10% da área corporal 
atingida em adultos, quando não envolver face ou mão ou períneo 
ou pé, e menor que 5% nos menores de 12 anos. 
 \u2022 Qualquer queimadura de segundo grau envolvendo mão ou pé ou 
face ou pescoço ou axila. Obs.: todo paciente deverá ser reavaliado 
quanto à extensão e profundidade, 48 a 72 h após o acidente. 
Complexidade das Queimaduras 
\u2022 Grande queimado 
As repercussões da lesão manifestam-se de maneira sistêmica. 
 
\u2022 Queimaduras de segundo grau com área corporal atingida maior 
do que 15% em menores de 12 anos ou maior de 20% em maiores 
de 12 anos, ou 
 \u2022 Queimaduras de terceiro grau com mais de 10% da área 
corporal atingida no adulto e maior que 5% nos menores de 12 
anos. 
 \u2022 Queimaduras de períneo. 
 \u2022 Queimaduras por corrente elétrica. 
 \u2022 Queimaduras de mão ou pé ou face ou pescoço ou axila que 
tenha terceiro grau. 
Complexidade das Queimaduras 
Assistência de Enfermagem 
\u2022 Remoção da Fonte de Calor 
 
\u2022 1 º medida a ser tomada 
\u2022 Vestes em chamas? Rolar no solo e evitar envolver 
cobertores (podem ativar as chamas). 
\u2022 Vestes retiradas (desde que não aderidas à pele) 
\u2022 Queimaduras elétricas interrupção da 
corrente antes do contato com a vítima ou, se isso não for 
possível, tentar afastá-la com objeto isolante, como madeira 
seca. 
ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR 
\u2022 PRIMEIRO ATENDIMENTO DO PACIENTE QUEIMADO 
 Exame básico (ATLS) 
 Cuidado com a Cena 
 
\u2022 A \u2013 Vias Aéreas 
\u2022 B \u2013 Boa Respiração 
\u2022 C \u2013 Circulação 
\u2022 D \u2013 Dano Neurológico 
\u2022 E \u2013 Exposição 
Procedimentos imediatos 
 
\u2022 Parar o processo da queimadura, retirando objetos que 
possam perpetuar o processo ( relógio, pulseira, anéis, lentes 
de contato, etc.) 
 
Cuidados iniciais 
 
\u2022 Cuidados com a ferida em casos não graves 
\u2022 Remoção de roupas queimadas ou intactas nas áreas da queimadura; 
\u2022 Estabilização Sistêmica em casos mais graves. 
\u2022 Avaliação clínica completa e registro do agente causador da extensão e 
da profundidade da queimadura. 
\u2022 Analgesia: oral ou intramuscular no pequeno queimado e endovenosa no 
grande queimado. 
\u2022 Pesquisar história de queda ou trauma associado; 
\u2022 Profilaxia de tétano. 
\u2022 Tratamento da queimadura. 
Queimadura Ocular 
\u2022 Queimadura Térmica 
\u2022 Queimadura Química 
\u2022 Queimadura por Solda 
\u2022 Lavar abundantemente com água 
corrente ou SF 0,9%. 
\u2022 Oftalmologista. 
 
 
 
OBRIGADO!