Historia_da_Psicologia_-_Rumos_e_percurso
593 pág.

Historia_da_Psicologia_-_Rumos_e_percurso


DisciplinaHistória da Psicologia4.269 materiais132.401 seguidores
Pré-visualização50 páginas
1
C
o
le
\u2022\u2039
o
E
n
si
n
o
d
a
P
si
co
lo
g
ia
E D I T O R A
o r g a n i z a d o r e s
na aria ac\u2014- ilelaJA M V
rthur rruda eal erreiraA A L F
rancisco ortugalF P
Rumos e percursos
2 3
2 3
Organização
Ana Maria Jacó-Vilela
Arthur Arruda Leal Ferreira
Francisco Teixeira Portugal
História da Psicologia: 
rumos e percursos
Rio de Janeiro
2005
4 5
©Copyrigth 2005 by autores
Coleção ENSINO DA PSICOLOGIA
Coordenação: Francisco Teixeira Portugal
Tempo de envelhecer: percursos e dimensões psicossociais
Psicologia Jurídica no Brasil
História da psicologia: rumos e percursos
Capa
Sphaera Design
Revisão
Tereza da Rocha
CIP-Brasil \u2014 Catalogação na fonte 
Sindicato Nacional dos Editores de Livros, RJ.
H58
 
História da psicologia : rumos e percursos / organização Ana Maria Jacó-Vilela, Arthur Arruda Leal Ferreira, 
Francisco Teixeira Portugal. - Rio de Janeiro : Nau Ed., 2006
 (Ensino da psicologia ; 3)
 
 Inclui bibliografia
 ISBN 85-85936-63-0
 
 1. Psicologia - História. 2. Psicologia. I. Jacó-Vilela, Ana Maria, 1955-. II. Ferreira, Arthur Arruda Leal, 
1965-. III. Portugal, Francisco Teixeira, 1964-. IV. Série.
 
06-2569. CDD 150.9
 CDU 159.9(09)
 
17.07.06 20.07.06 015372
Editora Trarepa Ltda
Av. Nossa Senhora de Fátima, 155
Engº Paulo de Frontin \u2014 RJ \u2014 CEP 26650-000
Telefax: (21) 2552 9609 \u2022 email: contato@naueditora.com.br \u2022 www.naueditora.com.br
Não encontrando este livro na livraria, pedir via fax ou email.
Obra impressa na Gráfica Vozes em agosto de 2006
Fotolitos fornecidos pela editora \u2022 Papel cartão supremo 250 g/m2 para a capa \u2022 Papel of f set 70 g/m2 para o miolo
4 5
Sumário
Prefácio .................................................................................................. 9
Luís Claudio Figueiredo
Apresentação ......................................................................................... 11
Ana Maria Jacó-Vilela, Arthur Arruda Leal Ferreira e Francisco Teixeira Portugal
PARTE I - O NASCIMENTO DA PSICOLOGIA 
1. O múltiplo surgimento da Psicologia .................................................... 13
Arthur Arruda Leal Ferreira
2. \u201cA mais útil de todas as ciências\u201d. Configurações da psicologia desde o 
Renascimento tardio até o fim do Iluminismo..................................... 47
Fernando Vidal
3. Idéias psicológicas na cultura luso-brasileira, do século XVI ao século XVIII .... 75
Marina Massimi
PARTE II \u2013 OS NOVOS CRITÉRIOS DE CIENTIFICIDADE NO SÉCULO XIX
4. A psicologia no recurso aos vetos kantianos............................................ 85
Arthur Arruda Leal Ferreira
5. Wilhelm Wundt e o estudo da experiência interna ................................. 93
Saulo de Freitas Araujo
6. Comparação e genealogia na psicologia inglesa no século XIX............... 105
Francisco Teixeira Portugal
7. O funcionalismo em seus primórdios: a psicologia a serviço da adaptação .... 121
Arthur Arruda Leal Ferreira e Guilherme Gutman
6 7
8. Fios, seduções e olhares: os primórdios \u201cpsi\u201d nas terapias para corpos e 
mentes perturbados ....................................................................... 141
Denise Barcellos da Rocha Monteiro e Ana Maria Jacó-Vilela
9. O processo de institucionalização do saber psicológico no Brasil do século XIX. 159
Marina Massimi
PARTE III
A PSICOLOGIA NO SÉCULO XX: UMA DISPERSÃO DE SABERES E PRÁTICAS
10. A reflexologia soviética: Séchenov, Pavlov e Bechterew......................... 169
Eustáquio José de Souza Júnior, Manuela Gomes Lopes e Sérgio Dias Cirino
11. O behaviorismo: uma proposta de estudo do comportamento ................ 179
Carlos Renato Xavier Cançado, Paulo Guerra Soares e Sérgio Dias Cirino
12. As bases teóricas e filosóficas das abordagens cognitivo-comportamentais .... 195
Eliane M. O. Falcone
13. A psicologia no contexto das ciências cognitivas ................................. 215
Virgínia Kastrup
14. As ciências cognitivas no Brasil ....................................................... 239
Adriana Benevides Soares
15. O funcionalismo europeu: Claparède e Piaget em Genebra, e as repercussões 
de suas idéias no Brasil................................................................. 243
Regina Helena de Freitas Campos e Denise Maria Nepomuceno
16. Medir, classificar e diferenciar ......................................................... 265
Alexandre Carvalho Castro, Alexandre Grillo de Castro, Silvia Carvalho Josephson e
Ana Maria Jacó-Vilela
17. A psicologia comparada.................................................................. 291
Maria Emilia Yamamoto
18. O gestaltismo e o retorno à experiência psicológica ............................. 301
Marcia Moraes
6 7
19. As influências da fenomenologia e do existencialismo na Psicologia ...... 319
Roberto Novaes de Sá
20. A psicologia humanista .................................................................. 339
Rogerio Christiano Buys
21. A psicologia soviética: Vigotsky, Rubinstein e as tendências que a 
caraterizaram até o fim dos anos 1980........................................... 349
Fernando Luis González Rey
22. Luzes e sombras. Freud e o advento da psicanálise ............................. 371
Inês Loureiro
23. Aspectos históricos da psicanálise pós-freudiana ................................ 387
Christian Ingo Lenz Dunker
24. O movimento psicanalítico brasileiro ................................................ 413
Jane Araujo Russo
25. Interioridade, intimidade: o discurso psicológico na literatura dos 
séculos XIX e XX .................................................................. 425
Idilva Germano
PARTE IV \u2013 A PSICOLOGIA EM DIÁLOGO COM O SOCIAL
26. A invenção das massas: a psicologia entre o controle e a resistência . 441
Regina Duarte Benevides de Barros e Silvia Carvalho Josephson
27. Psicologia social em George Herbert Mead, na Escola de Chicago e em 
Erving Goffman........................................................................... 463
Francisco Teixeira Portugal
28. Escola de Frankfurt: unindo materialismo e psicanálise na construção de 
uma psicologia social marginal ...................................................... 473
Jorge Coelho Soares
29. A psicologia no Brasil e suas relações com o marxismo ....................... 503
Ana Mercês Bahia Bock e Odair Furtado
8 9
30. \u201cSejamos realistas, tentemos o impossível.\u201d Desencaminhando a psicologia 
através da análise institucional ...................................................... 515
Heliana de Barros Conde Rodrigues
31. A psicologia social na atualidade ..................................................... 565
Mary Jane Paris Spink e Peter Kevin Spink
Sobre os autores ................................................................................... 587
Índice onomástico................................................................................. 591
8 9
Prefácio
A história da psicologia, a rigor, não existe, ao menos no singular. 
Existem, sim, inúmeras maneiras de conceber o campo do \u201cpsicológico\u201d e 
outras tantas maneiras de se inserir nesse campo, intervindo nele, praticando 
\u201cpsicologia\u201d. Entre as maneiras de pensar o \u201cpsicológico\u201d há mesmo quem 
pretenda descartar-se desta denominação e dar preferência a outros conceitos, 
como \u201cconduta\u201d ou \u201ccomportamento\u201d. Entre os que se situam no campo 
do psicológico, há também os que pretendem fazer outra coisa que não 
\u201cpsicologia\u201d como, por exemplo, \u201cpsicanálise\u201d. Reunir essa ampla gama de 
perspectivas não é tarefa fácil e pode ser, inclusive, considerada impossível: 
inevitavelmente, em qualquer exposição desse conjunto algo caótico, qualquer 
aparência de unidade será