A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
ATIVIDADE 4 SISTEMÁTICA DE IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO

Pré-visualização | Página 1 de 2

 Pergunta 1 
1 em 1 pontos 
 
A exportação conta com muitos incentivos financeiros e fiscais para seu crescimento, a fim 
de proporcionar às empresas brasileiras uma igualdade de condições ante os concorrentes 
internacionais. Além disso, os incentivos facilitam a inserção no mercado internacional para 
as empresas brasileiras. Como afirma Borges (2012), “é o mecanismo pelo qual o governo 
brasileiro espera inserir no mercado internacional novas empresas, principalmente micro e 
pequenas”. 
 
BORGES, J. T. Financiamento ao Comércio Exterior – O que uma empresa precisa 
saber. Curitiba: Intersaberes, 2012, p. 148. 
 
Acerca dos incentivos financeiros, analise as assertivas a seguir. 
 
I. Relacionam-se com linhas de financiamento para conceder recursos aos 
exportadores. 
II. Podem ser obtidos tanto antes como depois do embarque da mercadoria. 
III. Quando obtidos antes do embarque, visam a financiar a comercialização da 
mercadoria no exterior. 
IV. Quando obtidos depois do embarque, visam a financiar a compra de 
componentes e a fabricação do produto a ser exportado. 
 
Assinale a alternativa que apresenta a(s) assertiva(s) correta(s). 
 
Resposta Selecionada: 
I e II. 
Resposta Correta: 
I e II. 
Feedback 
da resposta: 
Parabéns! A resposta está correta. Benefícios financeiros antes 
do embarque auxiliam a empresa a comprar material e a fabricar 
o produto que será exportado. Já benefícios conseguidos 
posteriormente ao embarque auxiliam a negociar a mercadoria 
no exterior. 
 
 
 Pergunta 2 
1 em 1 pontos 
 
A empresa SuperExpress S. A. tem sofrido bastante com a alta do dólar e optou por liberar, 
aos poucos, suas mercadorias importadas e que estão armazenadas, a fim de equilibrar 
melhor o seu fluxo de caixa. Nesse cenário, ela pode optar pelo regime especial de 
entreposto aduaneiro. 
 
Segundo Nyegray (2016), o entreposto “é um local, que pode ser uma cidade, um 
entreposto turístico, um entreposto militar, um terminal de cargas [...] onde se colocam 
mercadorias que aguardam venda ou utilização”. 
 
NYEGRAY, J. A. L. Legislação Aduaneira – Comércio Exterior e Negócios Internacionais. 
Curitiba: Intersaberes, 2016, p. 188. 
 
Sobre o regime, analise as proposições a seguir e a relação entre elas. 
 
I. O entreposto apresenta à empresa uma forma de flexibilizar seu fluxo de caixa. 
 
 PORQUE 
 
II. É possível liberar lotes parciais do material. Contudo, a empresa deve atentar-
se ao tempo limite de permanência, uma vez que, se ultrapassado, pode ser perdido e 
passa a ser da Receita Federal, que determinará sua destinação. 
 
 
A respeito dessas proposições, assinale a alternativa correta. 
Resposta 
Selecionada: 
 
As proposições I e II são verdadeiras, e a II é justificativa 
da I. 
Resposta Correta: 
As proposições I e II são verdadeiras, e a II é justificativa 
da I. 
Feedback 
da 
resposta: 
Parabéns! A resposta está correta. O regime de entreposto 
representa uma possibilidade de trabalhar melhor o fluxo de 
caixa da empresa, uma vez que dilui o pagamento dos impostos 
em lotes menores. O regime, contudo, tem um limite máximo de 
três anos, e passado este prazo o material passa a ser de posse 
da Receita Federal, que determinará se será leiloado ou se irá 
para destruição, dependendo das suas características. 
 
 
 Pergunta 3 
1 em 1 pontos 
 
Alguns incentivos financeiros consistem em adiantamento dos valores que se referem ao 
câmbio, ou seja, o pagamento a ser efetuado pelo importador. Esse valor é pago 
antecipadamente ao exportador por instituições financeiras que são autorizadas a realizar 
essas operações pelo Banco Central do Brasil (Bacen). Eles podem ser realizados de duas 
formas: Adiantamento sobre Contrato de Câmbio (ACC) e Adiantamento sobre Cambiais 
Entregues (ACE). Segundo Tripoli (2016), o ACC e o ACE representam “alternativas que 
permitem às empresas exportadoras maximizar o seu capital de giro e otimizar o seu fluxo 
de caixa”. 
 
TRIPOLI, A. C. K. Comércio Internacional : Teoria e Prática. Curitiba: Intersaberes, 2016, 
p. 240. 
 
Considerando as características dos incentivos apresentados, assinale a alternativa correta. 
 
Resposta 
Selecionada: 
 
Nos dois casos, caso o importador não pague, o exportador 
terá que retornar o valor adiantado à instituição financeira. 
Resposta 
Correta: 
 
Nos dois casos, caso o importador não pague, o exportador 
terá que retornar o valor adiantado à instituição financeira. 
Feedback 
da 
resposta: 
Parabéns! A resposta está correta. O ACC é obtido antes do 
embarque da mercadoria e visa a facilitar a compra de material 
para a fabricação. Já o ACE é obtido após o embarque e facilita 
a comercialização da mercadoria. Em ambos os casos, o 
exportador terá que devolver o valor adiantado ao banco caso o 
importador não pague. 
 
 
 Pergunta 4 
1 em 1 pontos 
 
A tributação na importação representa uma parcela significativa de custos. Nyegray (2016) 
afirma que é necessário e de extrema urgência trazer um novo significado aos impostos do 
comércio exterior brasileiro, o que pode somente ser alcançado mediante uma reforma 
tributária. A revisão da tributação é essencial para facilitar a entrada de produtos 
importados, que fariam evoluir a própria indústria nacional, obrigada a empregar mais 
tecnologia, ao mesmo tempo que o acesso da população seria facilitado. 
 
 
NYEGRAY, J. A. L. Legislação Aduaneira – Comércio Exterior e Negócios Internacionais. 
Curitiba: Intersaberes, 2016. 
 
Com base nesse contexto, analise o trecho a seguir e complete a lacuna. 
 
Avaliar esse impacto torna-se essencial para qualquer profissional que atue em comércio 
exterior, sendo de extrema importância realizar uma análise ________de custos da 
operação, a fim de avaliar sua real competitividade, assim como sua viabilidade. 
 
Assinale a alternativa cuja palavra preenche corretamente o trecho. 
Resposta Selecionada: 
Global. 
Resposta Correta: 
Global. 
Feedback 
da resposta: 
Parabéns! A resposta está correta, pois é necessário considerar 
o impacto global dos custos na operação. Não somente dos 
tributos, mas, também, de todos os demais gastos, a fim de se 
avaliar a real viabilidade e competitividade. 
 
 
 Pergunta 5 
1 em 1 pontos 
 
Os regimes especiais e atípicos evitam que um produto importado tenha um custo final 
proibitivo, além de regularem movimentações e operações específicas para as mercadorias 
importadas. Um regime especial se aplica ao tratamento fiscal dado à mercadoria, já um 
regime atípico se relaciona ao local no qual esse tratamento fiscal é aplicado. Considere o 
exemplo: uma empresa importadora de produtos têxteis optou por liberar a sua mercadoria 
utilizando um porto seco em zona secundária. 
 
Assinale a alternativa correta quanto ao regime a ser utilizado pela empresa. 
 
Resposta Selecionada: 
Regime Especial de Trânsito Aduaneiro. 
Resposta Correta: 
Regime Especial de Trânsito Aduaneiro. 
Feedback da 
resposta: 
Parabéns! A resposta está correta. Para liberar a mercadoria em 
um local que não seja a Receita Federal localizada na zona 
primária, é necessário realizar um trânsito aduaneiro que 
remova tal mercadoria para a zona secundária. 
 
 
 Pergunta 6 
1 em 1 pontos 
 
Podemos considerar que o regime de drawback é um incentivo à exportação. Ele pode ser 
concedido em suas três modalidades, que são a restituição, a isenção ou suspensão. 
Independentemente da modalidade, a aplicação do drawback deve considerar algumas 
especificações. Tripoli (2016) destaca as seguintes aplicações: 
• Transformação 
• Beneficiamento 
• Montagem 
• Renovação ou recondicionamento 
• Acondicionamento 
 
TRIPOLI, A. C. K. Comércio Internacional : Teoria e Prática. Curitiba: Intersaberes, 2016. 
 
 
Uma empresa que deseja realizar a importação de couro

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.