Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Arquitetura

Pré-visualização | Página 1 de 1

Arquitetura
	Benefícios
	Deficiências
	Sistemas Monolíticos
	Desempenho
	O mal funcionamento de uma aplicação do núcleo pode se alastrar e levar o sistema ao travamento ou a instabilidade.
Manutenção mais complexa;
Evolução mais complexa.
	Sistemas em Camadas
	Separação de código;
Permite a mudança de implementação de uma camada sem afetar a outra;
Possibilita que uma camada trabalhe com diferentes versões de outra camada.
	Aumento no número de classes existentes no sistema.
	Sistemas Micronúcleo
	Robustez e flexibilidade
	O custo associado às trocas de mensagens entre componentes pode ser bastante elevado, o que prejudica seu desempenho e diminui a aceitação desta abordagem.
	Máquinas Virtuais
	Aperfeiçoamento e testes de novos sistemas operacionais;
Executar diferentes sistemas operacionais sobre o mesmo hardware, simultaneamente;
Simulação de configurações e situações diferentes do mundo real, alterações e falhas no hardware para testes ou reconfiguração de um sistema operacional;
Diminuir custos com hardware.
	Custo adicional de execução dos processos na máquina virtual em comparação com a máquina real.
Esse problema não existe em ambientes cujo hardware suporta o conceito de virtualização, como é o caso dos mainframes.
	
	
2. O Linux possui um núcleo similar com o da figura 3.1, mas também possui “tarefas de núcleo” que executam como os gerentes da figura 3.2. Seu núcleo é monolítico ou micronúcleo? Por quê?
R: O núcleo é micronúcleo porque
3. Sobre as afirmações a seguir, relativas às diversas arquiteturas de sistemas
operacionais, indique quais são incorretas, justificando sua resposta:
(a) Uma máquina virtual de sistema é construída para suportar uma aplicação
escrita em uma linguagem de programação específica, como Java.
R:Está incorreta porque uma máquina virtual é ela construída para suportar todos os sistemas operacionais
(b) Um hipervisor convidado executa sobre um sistema operacional hospedeiro.
(c) Em um sistema operacional micronúcleo, os diversos componentes do
sistema são construídos como módulos interconectados executando dentro do núcleo.
R: Incorreta isso ocorre no sistema monolíticos
(d) Núcleos monolíticos são muito utilizados devido à sua robustez e facilidade de manutenção.
R: Incorretas sistemas monolíticos não tem uma manutenção fácil.
(e) Em um sistema operacional micronúcleo, as chamadas de sistema são implementadas através de trocas de mensagens.
Exercício 2
1) Compare as arquiteturas monolíticas e de camadas. Quais as vantagens e desvantagens de cada arquitetura?
R: A vantagem da estrutura de camadas é o isolamento das funções do sistema operacional, criando uma hierarquia de níveis de modos de acesso. Já a vantagem da arquitetura analítica é o desempenho. Cada nova camada implica uma mudança no modo de acesso.
2) Quais as vantagens do modelo de máquina virtual? Como funciona o modelo cliente-servidor na arquitetura microkernel? Quais as vantagens e desvantagens dessas arquiteturas?
R: Na arquitetura microkernel, os servidores funcionam em modo usuário, enquanto o núcleo do sistema, responsável pela comunicação entre clientes e servidores, funciona em modo kernel. Entre suas vantagens, está o fato de que o cliente ou servidor pode estar em qualquer tipo de sistema, que não fará diferença, assim como o isolamento das funções do sistema. Porém, sua implementação é difícil, devido à a problemas de desempenho e de processos que exigem acesso direto a hardware, não apoiados pelo modelo microkernel.
3) Pesquise na internet três máquinas virtuais diferentes e compare-as
R:VMWare, VirtualBox e Paralelles
VirtualBox é um software de virtualização desenvolvido pela empresa Innotek depois comprado pela Sun Microsystems que posteriormente foi comprada pela Oracle que, como o VMware Workstation, visa criar ambientes para instalação de sistemas distintos. Ele permite a instalação e utilização de um sistema operacional dentro de outro, assim como seus respectivos softwares, como dois ou mais computadores independentes, mas compartilhando fisicamente o mesmo hardware.