A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
54 pág.
ABORD SOCIOP VIOL C

Pré-visualização | Página 1 de 18

A sociedade contemporânea vive sob a égide de um sistema de leis e regras que se traduzem no Direito. No que diz respeito ao Direito e à violência, podemos dizer que:
	
	
	
	O Direito é uma ferramenta utilizada unicamente pela elite para punir os mais empobrecidos.
	
	
	O Direito não serve como modelo para interpretar como a sociedade se percebe do ponto de vista dos seus valores.
	
	
	A violência não é percebida pelo Direito enquanto prática social.
	
	
	A conduta criminosa é aquela que está de acordo com a moral em sociedade.
	
	
	As condutas que transgridem as valorações morais da sociedade são definidas como crimes no Direito.
	
Explicação:
O crime (do termo latino crimen) ou delito corresponde à violação de uma norma penal. De acordo com o princípio da legalidade, para que uma prática seja considerada criminosa é necessário que a lei a defina como tal. Esse princípio visa limitar o poder punitivo estatal. As normas morais, diferentemente das normas jurídicas não podem ser punidas pela lei pois geram apenas a reprovação  por parte da sociedade, diferentemente das normas legais, cuja violação acarretam sanções
	
	
	
	 
		
	
		2.
		Em estudo publicado recentemente sobre mortes por armas de fogo no Brasil, os números mostram que o Brasil tem apresentado mais mortes, se comparados aos anos anteriores: 36.792 pessoas em 2010 e 36.624 em 2009, o que revela uma taxa de 20,4 homicídios por 100 mil habitantes. Sobre esses dados, podemos afirmar que:
	
	
	
	O Brasil possui uma taxa elevada de violência em virtude da falta de uma política efetiva de combate à impunidade.
	
	
	Segundo os dados demonstram, em breve o Brasil resolverá o problema de mortes por armas de fogo.
	
	
	A sociedade brasileira está caminhando para a redução da violência em virtude da queda da desigualdade social.
	
	
	A violência demonstrada nos dados (mortes por armas de fogo) não reproduz o contexto geral de violência no Brasil.
	
	
	Não é possível fazer uma análise sobre os dados da violência de maneira científica.
	
Explicação:
A violência no Brasil é um problema persistente que atinge direta ou indiretamente a população. O país tem níveis acima da média mundial no que se refere a crimes violentos, com níveis particularmente altos no tocante a violência armada e homicídios, isso se deve à falta de uma política efetiva de combate à impunidade
	
	
	
	 
		
	
		3.
		O(A) _________ é um elemento(a) fundamental na sociedade atual. Ele emerge da conscientização de que devemos conviver apoiados em _________ que passam a valer como ______. Aponte a alternativa que enumera corretamente os espaços:
	
	
	
	Direito, regras e leis.
	
	
	Sociologia, valores e sentimentos.
	
	
	Psicologia, sentidos e ideias.
	
	
	Sociologia, regras e leis.
	
	
	Psicologia, regras e sentimentos.
	
	
	
	 
		
	
		4.
		A Sociologia e a Psicologia exploram duas grandes áreas das ciências humanas. Sua existência remonta ao século XIX, no projeto de constituição das ciências humanas e sociais. Acerca dos seus campos de estudo, podemos afirmar que:
	
	
	
	As ciências e seus campos de saberes não dão conta da compreensão tanto da sociedade quanto do individuo em coletividade.
	
	
	O homem tem cada vez mais apresentado comportamentos que não conseguem ser captados pelas ciências humanas e sociais.
	
	
	A sociologia e a psicologia se posicionam de tal forma que é impossível qualquer análise conjunta desses dois tipos de saberes específicos.
	
	
	Enquanto a sociologia está preocupada em estudar o homem a partir das interações sociais com o meio que ocupa, a psicologia estuda o comportamento individual e o consequente reflexo subjetivo para o indivíduo.
	
	
	Caminhamos para uma época de grande transformação no mundo, o que levará ao fim do modelo paradigmático das ciências.
	
	
	
	 
		
	
		5.
		Émile Durkheim (1858-1917) foi um importante autor francês que desenvolveu o conceito de solidariedade: a maneira como as pessoas se relacionam nas sociedades. A sua teoria aponta para a existência de solidariedade mecânica (onde os indivíduos não dependem tanto dos outros) e orgânica (onde há uma maior dependência entre os indivíduos. Ao pensarmos na sociedade brasileira, podemos dizer que:
	
	
	
	A violência é um fenômeno universal, ocorrendo tanto no campo como nas grandes cidades na mesma proporção.
	
	
	A sociedade está cada vez mais solidária e a prova disso é a redução significativa dos dados sobre violência.
	
	
	Os dados sobre violência não aumentaram durante os anos, o que prova que a sociedade ainda não atingiu o pico de violência.
	
	
	A rápida urbanização do Brasil, a partir de meados do século passado, afastou os indivíduos do convívio social.
	
	
	Os indivíduos que residem em grandes cidades estão experimentando um distanciamento muito grande um do outro, e esse fato é uma marca do individualismo próprio do capitalismo.
	
Explicação:
Os grandes centros urbanos desfavorecem a proximidade entre os indivíduos, nos levando a uma espécie de 'ossificação' de atitudes e sentimentos
	
	
	
	 
		
	
		6.
		A teoria de Émile Durkheim enumera que os comportamentos sociais podem ser classificados como normais ou patológicos, sendo considerados normais os que estão de acordo com a consciência coletiva e patológicos os que não estão de acordo. Como a violência é um fenômeno presente na sociedade, podemos dizer que ela:
	
	
	
	Serve somente para a compreensão dos valores que queremos produzir para as gerações futuras, pois, no momento atual do mundo globalizado, esse fenômeno não causa impactos significativos.
	
	
	Foi sendo contruída individualmente e, hoje em dia, tende a acabar.
	
	
	Possui uma relação direta com a valoração moral e social sobre o cotidiano, o que denota uma consagração de regramentos sociais.
	
	
	Não se relaciona com o Direito no sentido da consagração das normas legais.
	
	
	Não é um fenômeno com múltiplas variáveis, estando encerrada em poucos ambientes e modalidades.
	
	
	
	 
		
	
		7.
		Considerando a abordagem sociológica, marque a alternativa que NÃO representa uma característica das sociedades
	
	
	
	interação social contínua
	
	
	cooperação
	
	
	não possuir fixação territorial
	
	
	totalidade
	
	
	universalidade
	
	
	
	 
		
	
		8.
		As normas são muito importantes para a vida em sociedade, tendo em vista a enorme complexidade desta. Marque a opção correta acerca das normas:
	
	
	
	A reprovação de uma dada conduta transgressora da norma se faz somente na consciência do indivíduo;
	
	
	A sociedade caminha para a eliminação das normas como regramento de condutas.
	
	
	As normas possuem um conteúdo unicamente legal, não se relacionando com a moral;
	
	
	O conteúdo de uma dada conduta transgressora da norma terá repercussões tanto no campo da moral quanto no da lei;
	
	
	A norma legal é atemporal e pode se relacionar com diversas sociedades;
	A sociedade contemporânea vive sob a égide de um sistema de leis e regras que se traduzem no Direito. No que diz respeito ao Direito e à violência, podemos dizer que:
		
	 
	As condutas que transgridem as valorações morais da sociedade são definidas como crimes no Direito.
	 
	O Direito não serve como modelo para interpretar como a sociedade se percebe do ponto de vista dos seus valores.
	
	A conduta criminosa é aquela que está de acordo com a moral em sociedade.
	
	A violência não é percebida pelo Direito enquanto prática social.
	
	O Direito é uma ferramenta utilizada unicamente pela elite para punir os mais empobrecidos.
	Respondido em 16/04/2020 22:05:31
	
Explicação:
O crime (do termo latino crimen) ou delito corresponde à violação de uma norma penal. De acordo com o princípio da legalidade, para que uma prática seja considerada criminosa é necessário que a lei a defina como tal. Esse princípio visa limitar o poder punitivo estatal. As normas morais, diferentemente das normas jurídicas

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.