A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
ATIVIDADE 2 - Recursos Hídricos e Bacias Hidrográficas - AV2 5pts

Pré-visualização | Página 1 de 3

28/05/2020 Revisar envio do teste: ATIVIDADE 2 (A2) – GRA1577 ...
https://anhembi.blackboard.com/webapps/late-Course_Landing_Page_Course_100-BBLEARN/Controller# 1/6
Revisar envio do teste: ATIVIDADE 2 (A2) 
Usuário BRUNO MARTINIANO DE SOUZA
Curso GRA1577 GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS E BACIAS HIDROGRÁFICAS TGAL210 - 202010.ead-
5120.01
Teste ATIVIDADE 2 (A2)
Iniciado 19/05/20 19:29
Enviado 28/05/20 17:09
Status Completada
Resultado da
tentativa
5 em 10 pontos  
Tempo decorrido 213 horas, 39 minutos
Resultados exibidos Respostas enviadas, Respostas corretas, Comentários
Pergunta 1
Resposta
Selecionada:
O Brasil possui diferentes fontes de energia, como eólica (ventos), solar, biomassa e, principalmente, de
hidrelétricas. Mais de 60% de toda a energia elétrica consumida no país é oriunda da força das águas de rios,
movimentando as turbinas e gerando energia. Há, todavia, locais e tipos de rios considerados ideais para a
construção de hidrelétricas, conforme se veri�ca na seguinte �gura:
 
 
Fonte: Ron Garnett / 123RF.      
 
A partir do exposto, assinale a alternativa correta referente ao tipo de rio considerado ideal para a construção
de uma usina hidrelétrica. 
  
 
0 em 1 pontos
28/05/2020 Revisar envio do teste: ATIVIDADE 2 (A2) – GRA1577 ...
https://anhembi.blackboard.com/webapps/late-Course_Landing_Page_Course_100-BBLEARN/Controller# 2/6
Resposta
Correta:
Feedback
da
resposta:
Rios de planícies, ou seja, rios que possuem correnteza, geram, dessa forma, muito mais
energia devido à rapidez que as turbinas da hidrelétrica giram. 
  
  
  
  
  
  
  
 
Rios localizados em regiões/áreas de clima quente e tropical e com um determinado grau de
desnível de terreno garantem um bom escoamento da água.
Sua resposta está incorreta. A alternativa está incorreta. Em terrenos planos, a força da
gravidade atua pouco na produção de energia do rio. Apesar de o clima tropical representar
locais onde a precipitação é grande, ainda depende de fatores, por exemplo, geológicos. As
nascentes intermitentes desaparecem em épocas de estiagem. Já os rios de planície dependem
de fatores como a temperatura e o tipo de terreno.
Pergunta 2
Resposta Selecionada: 
Resposta Correta: 
Feedback
da
resposta:
A poluição dos rios, mais cedo ou mais tarde, para nos oceanos. Estes, por sua vez, têm sido utilizados como
local de destinação para muitos tipos de resíduos, incluindo resíduos industriais, resíduos de construção e
demolição, esgotos urbanos e plásticos. Poluentes da água incluem metais pesados, sedimentos, alguns
isótopos radioativos, calor, nutrientes e outros elementos, bem como certas bactérias patogênicas e vírus. 
 
CALIJURI, M. do C.; CUNHA, D. G. F. Engenharia ambiental : conceitos, tecnologia e gestão. Rio de Janeiro:
Elsevier, 2013.
 
Considerando as ações para evitar os impactos ambientais sobre os recursos hídricos, analise as a�rmativas a
seguir:
 
I. O homem deve evitar a liberação de esgoto e e�uente nos recursos hídricos sem o devido tratamento. 
II. A construção de aterros sanitários auxilia no combate da poluição e contaminação das águas.
III. Apenas resíduos classi�cados como orgânicos devem ser depositados nos recursos hídricos.
IV. A construção de estações de tratamento de esgoto minimiza os problemas ambientais nos recursos
hídricos, mas não impede totalmente a ocorrência desses problemas.
 
Está correto o que se a�rma em:
  
 
I, II e IV, apenas.
I, II e IV, apenas.
Resposta correta. A alternativa está correta, pois obras de saneamento básico são fundamentais
para evitar a contaminação dos recursos hídricos. Dentre essas obras, pode-se citar as estações
de tratamento de e�uentes e aterros sanitários. Essas obras irão minimizar os impactos
ambientais, porém não é possível a�rmar que 100% dos impactos irão simplesmente
desaparecer.
Pergunta 3
O enquadramento dos recursos hídricos, para cada uso especí�co, é de�nido na Resolução CONAMA nº
357/2005, a qual, posteriormente, foi complementada pela Resolução 430/2011, que, por sua vez, dispõe
sobre as condições e padrões de lançamento de e�uentes.
 
BRASIL. Resolução nº 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classi�cação dos corpos de água e
diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento
de e�uentes, e dá outras providências. Diário O�cial da União . Disponível em: http://www.icmbio.gov.br/ceps
1 em 1 pontos
0 em 1 pontos
http://www.icmbio.gov.br/cepsul/images/stories/legislacao/Resolucao/2005/res_conama_357_2005_classificacao_corpos_agua_rtfcda_altrd_res_393_2007_397_2008_410_2009_430_2011.pdf
28/05/2020 Revisar envio do teste: ATIVIDADE 2 (A2) – GRA1577 ...
https://anhembi.blackboard.com/webapps/late-Course_Landing_Page_Course_100-BBLEARN/Controller# 3/6
Resposta Selecionada: 
Resposta Correta: 
Feedback
da
resposta:
ul/images/stories/legislacao/Resolucao/2005/res_conama_357_2005_classi�cacao_corpos_agua_rtfcda_alt
rd_res_393_2007_397_2008_410_2009_430_2011.pdf . Acesso em: 20 jan. 2020. 
 
Em relação a esses padrões de potabilidade, analise as a�rmativas a seguir:
 
I. Um recurso hídrico classi�cado em nível 4 tem usos mais exigentes, por exemplo, dessedentação do homem
ou de animais.
II. Os padrões máximos de poluentes são diferentes para cada uma das classes de águas.
III. Quanto melhor for a qualidade da água, mais usos serão permitidos para esta.
IV. Quando uma água é classi�cada como especial, isso signi�ca que ela apresenta altos índices de poluição.
 
Está correto o que se a�rma em:
 
 
II, III e IV, apenas.
II e III, apenas.
Sua resposta está incorreta. A alternativa está incorreta, pois, quanto menor for a classi�cação
dos recursos hídricos, menor será os usos permitidos para estes. Logo, uma água classi�cada
como classe 4 terá menos usos possíveis que uma água classe 1. Um recurso hídrico classi�cado
como especial pode servir, inclusive, para dessedentação do homem/animais.
Pergunta 4
Resposta Selecionada: 
Resposta Correta: 
Feedback
da
resposta:
Quando discutimos a respeito de planejamento e gerenciamento de bacias hidrográ�cas, devemos analisar
todos os recursos ambientais que dependem ou interferem direta ou indiretamente nas bacias, como a fauna,
a �ora, o solo, minerais, dentre outros. Além disso, devemos analisar os aspectos ambientais, sociais,
econômicos e, até mesmo, os políticos.
 
Quanto ao gerenciamento das bacias hidrográ�cas, analise as a�rmativas a seguir:
 
I. Em relação ao planejamento de bacias hidrográ�cas urbanas, o plano diretor é um dos principais
instrumentos.
II. É fundamental analisar qualitativamente os recursos hídricos que compõem as bacias hidrográ�cas.
III. O planejamento e o gerenciamento das bacias hidrográ�cas devem envolver a participação de todas as
esferas de administração pública regional, estadual e nacional.
IV. O planejamento e o gerenciamento das bacias hidrográ�cas devem envolver a sociedade de um modo geral.
 
Está correto o que se a�rma em:
  
 
I, II e IV, apenas.
I, III e IV, apenas.
Sua resposta está incorreta. A alternativa está incorreta, visto que o planejamento e o
gerenciamento das bacias hidrográ�cas devem tanto analisar qualitativamente como
quantitativamente os recursos hídricos que compõem a bacia hidrográ�ca, conforme o Plano
Nacional de Recursos Hídricos (Lei nº 9.433/1997). Existem diferentes parâmetros que são
analisados, como turbidez, pH, DQO (Demanda Química de Oxigênio), DBO (Demanda
Bioquímica de Oxigênio), sólidos em suspensão, dentre outros. 
  
BRASIL. Lei nº 9.433, de 8 de janeiro de 1997. Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos,
cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, regulamenta o inciso XIX do
art. 21 da Constituição Federal, e altera o art. 1º da Lei nº 8.001, de 13 de março de 1990, que
modi�cou a Lei nº 7.990, de 28 de dezembro de 1989. Diário O�cial da União. Disponível em:
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9433.htm. Acesso em: 20 jan. 2020.
Pergunta 5
0 em 1 pontos
1 em 1 pontos
http://www.icmbio.gov.br/cepsul/images/stories/legislacao/Resolucao/2005/res_conama_357_2005_classificacao_corpos_agua_rtfcda_altrd_res_393_2007_397_2008_410_2009_430_2011.pdf

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.