Buscar

Questoes 5 e 6

Prévia do material em texto

1a Questão
	
	
	
	A relação entre indivíduo e sociedade chama-se: SOCIALIZAÇÃO que são processos através dos quais os seres humanos são induzidos a adotarem padrões de comportamento, normas, regras e valores do seu mundo social. A partir dessa afirmação podemos concluir que:
I - A socialização inicia-se na infância e continua ao longo da vida, é um processo de aprendizagem contínua, tanto de forma explícita quanto implícita.
II  - A relação que a criança mantém com o seu corpo não deveria ser de interesse das ciências sociais, apenas da biologia.
III  - A medida que crescemos vamos interagindo com o mundo e os aprendizados e os instintos da infância vão se moldando em função das exigências culturais.
IV - É, sobretudo através do processo de socialização que o sujeito aprende os elementos socioculturais para viver e perpetuar a espécie em sociedade, no entanto cada cultura tem a sua especificidade.
V  - As experiências individuais relacionadas às nossas necessidades fisiológicas devem ser entendidas exclusivamente a partir do referencial genético.
Marque a única alternativa que contém as afirmações corretas:
		
	
	Apenas I, IV e V estão corretas
	
	Apenas I, II e III estão corretas
	 
	Apenas I, III e IV estão corretas
	
	Apenas II, III e V estão corretas
	
	Apenas I, II e IV estão corretas
	Respondido em 21/05/2020 17:55:38
	
Explicação:
Socialização é o processo através do qual os indivíduos se tornam membros de um determinado grupo cultural.
A assertiva II não está correta porque o corpo é também culturalmente e socialmente construído.
A assertiva V não está correta porque mesmo as experiências fisiológicas são moldadas pela cultura. Por exemplo, não dormimos, comemos, fazemos sexo, etc. da mesma forma nas diferentes sociedades.
	
	
	 
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	
"Indígenas montam site e contam sua versão da história em materiais didáticos" (Catraca Livre, 09/08/2013)
"A ONG Thydewá tem diversos projetos com o objetivo de empoderar os povos indígenas. Ainda nos primeiros anos da escola, quando as crianças têm seus contatos iniciais com a história brasileira, uma das perguntas propostas por muitos professores é "Quem descobriu o Brasil?". A esta indagação, é comum que se espere que a criançada em coro responda "Pedro Álvares Cabral". Ao atribuir ao navegador português a descoberta do país, esta versão dos acontecimentos desconsidera as estimadas 5 milhões de pessoas que aqui viviam antes da chegada dos europeus. Para tentar minimizar este e muitos outros desrespeitos à cultura indígena, a ONG Thydêwá resolveu criar uma plataforma online para que os índios desenvolvam materiais didáticos que contem sua história e atualidade. (...)"
Disponível em: https://catracalivre.com.br/geral/educacao-3/indicacao/indigenas-montam-site-e-contam-sua-versao-da-historia-em-materiais-didaticos/
Do ponto de vista da antropologia, podemos afirmar que ao perguntar "Quem descobriu o Brasil?" muitos professores reproduzem:
		
	
	Uma atitude antropológica.
	
	Uma atitude histórica.
	 
	Uma atitude etnocêntrica.
	
	Uma atitude pedagógica.
	
	Uma atitude relativizadora.
	Respondido em 21/05/2020 18:00:19
	
Explicação:
A antropologia dispõe de conceitos que permitem entender a diversidade sociocultural. Dois deles são fundamentais: etnocentrismo e relativismo cultural. Por etnocentrismo entende-se uma atitude de avaliação das culturas baseada no ponto de vista de quem a observa. O relativismo cultural, ao contráro do etnocentrismo, procura compreender a diversidade cultural considerando a particularidade do grupo observado. A consequência do etnocentrismo é a desvalorização da cultura do outro, uma vez que são utilizados padrões de análise diferentes daqueles presentes no grupo observado. No exemplo exposto, os indígenas são desconsiderados como "descobridores" do Brasil, mesmo vivendo nas terras brasileiras antes da chegada dos portugueses. Ao criar uma plataforma para que os indígenas apresentem sua versão da História, objetiva-se superar a perspectiva etnocêntrica presente na consideração de que Pedro Álvares Cabral é o descobridor do Brasil.
	
	
	 
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	(Questão adaptada do vestibular da universidade de Londrina) O professor de Sociologia, ao entrar na sala de aula, encontrou um grupo de alunos numa calorosa discussão sobre cultura. Aproveitando o interesse pelo tema, organizou um debate no qual ficaram evidenciadas várias formas de entender o que é cultura. Algumas estão destacadas abaixo. Na perspectiva da sociologia crítica, qual a afirmação que MELHOR representa o que é cultura? Assinale a ÚNICA alternativa CORRETA.
		
	
	Quando uma pessoa é bem educada a gente diz: Que culta! Então, cultura é uma boa educação, é tratar bem as pessoas, é escrever e falar corretamente. (aluna Sandra).
	
	Cultura verdadeira é aquela que sabe reconhecer o que é uma boa música, um bom vinho e um bom livro. (aluna Vera).
	
	Cultura é a leitura de muitos livros; é estudar bastante, é o saber lidar com muita coisa. (aluna Mara).
	 
	A cultura é aquilo que a gente sabe, é aquilo que a gente faz; portanto, todas as pessoas têm cultura. (aluno Carlos).
	
	Marcos não tem muita cultura, porque só cursou as séries inicias do ensino fundamenta. (aluno Eduardo).
	Respondido em 21/05/2020 18:03:05
	
Explicação:
Por cultura entende-se toda produção fruto das relações dos homens em grupo: conhecimentos, crenças, artes, moral, leis, costumes etc. Produções materiais e imateriais. Assim, cultura não se resume à boa educação ou escrita correta. Tampouco é sinônimo de escolarizção ou erudição. Cultura é que fazemos e o que sabemos. Todos os seres humanos têm cultura.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	No Brasil, o convívio multicultural não deveria representar uma dificuldade, afinal, a sociedade brasileira resulta da mistura de raças - negra, branca, índia - cada uma com seus costumes, seus valores, seu modo de vida, e da adaptação dessas culturas umas às outras, numa ¿quase reciprocidade cultural¿. Dessa mistura é que surge um indivíduo que não é branco nem índio, que tampouco é negro, mas que é simplesmente brasileiro. Filhos desse hibridismo e tendo como característica marcante o fato de abrigar diversas culturas, nós, brasileiros, deveríamos lidar facilmente com as diferenças. Mas não é exatamente isso o que ocorre. Identifique a seguir o conceito antropológico que explica a dificuldade de aceitar a diferença:
		
	
	relativismo
	
	multiculturalismo
	
	alteridade
	
	sincretismo
	 
	etnocentrismo
	Respondido em 21/05/2020 18:06:13
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	Observe o artigo transcrito da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988; Art. 215.
O Estado garantirá a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes da cultura nacional e apoiará e incentivará a valorização e a difusão das manifestações culturais.
§ 1º O Estado protegerá as manifestações das culturas populares, indígenas e afro-brasileiras, e das de outros grupos participantes do processo civilizatório nacional.
Com base no exposto acima, é correto afirmar que no artigo transcrito à Constituição Federal Brasileira:
		
	
	Estimula o investimento estatal que visa evitar a mestiçagem cultural.
	
	Propõe um modelo restrito para a apresentação de projetos culturais.
	
	Impõe restrições para o exercício da multiculturalidade.
	
	Orienta o processo de homogeneização e padronização cultural.
	 
	Reconhece a existência da diversidade cultural e da pluralidade étnica no país.
	Respondido em 21/05/2020 18:07:26
	
Explicação:
Por definição, cultura diz respeito às produções humanas frutos dos modos particulares de signficação da realidade física e social. Portanto, trata-se de uma característica presente em todas as sociedades humanas. O Estado brasileiro garante a expressão igualitária de todas formas de manifestação cultural, incluídas aí as culturas populares, indígenas e afro-brasileiras,dentre outras. Ao fazer isto, o Estado brasileiro reconhece a existência da diversidade cultural e da pluralidade étnica no país. 
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	(UNIOESTE- 2012) O relativismo cultural é um princípio segundo o qual não é possível compreender, interpretar ou avaliar de maneira significativa os fenômenos sociais a não ser que sejam considerados em relação ao papel que desempenham no sistema cultural.
Tendo por base o anúncio transcrito acima, é correto afirmar que:
		
	
	O relativismo defende que todas as culturas tendem a se assemelhar com o passar do tempo, e que ao difundir nossos hábitos estamos colaborando com esse processo.
	
	Relativizar é uma defesa da homogeneidade cultural.
	
	É o reconhecimento da unidade biológica da espécie humana. Através dessa unidade biológica podemos explicar as realidades culturais e o comportamento das pessoas.
	
	Relativizar é construir descrições exteriores sobre diferentes modos de vida.
	 
	Relativizar é uma tentativa de construir descrições e interpretações dos fatos culturais a partir do que nos dizem e do que fazem os atores destes fatos culturais.
	Respondido em 21/05/2020 18:34:16
	
Explicação:
O conceito de relativismo cultural pressupõe que a compreensão adequada dos grupos socioculturais deve levar em consideração as signficações e sentidos produzidos pelo prórpio grupo. Portanto, deve-se considerar o que dizem e fazem os atores sociais.
	
	
	 
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	"Podemos afirmar tratar-se de uma forma de ver o mundo através de sua cultura atrelada a uma perspectiva de considerar o seu modo de vida como o correto, digno e superior aos demais". Essa citação resume a prática de uma postura de mundo baseada no conceito de:
		
	 
	etnocentrismo
	
	homofilia
	
	tolerância
	
	diversidade
	
	alteridade
	Respondido em 21/05/2020 18:36:16
	
Explicação:
Etnocentrismo é um conceito antropológico que designa uma visão de mundo na qual considera-se o próprio grupo étnico, nação ou nacionalidade socialmente mais importante do que os demais.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	Os comportamentos humanos desviantes numa determinada sociedade podem ser considerados normais noutra sociedade. Por conseguinte, esta afirmação é:
		
	
	Falsa, porque atualmente os comportamentos desviantes ocorrem em todas as sociedades.
	
	Falsa, porque a concepção e entendimento de desvio de comportamento social é igual em todas as sociedades independente de sua identidade cultural.
	
	Falsa, porque as causas referentes ao comportamento social desviante são iguais em qualquer sociedade.
	 
	Verdadeira, porque as sociedades possuem cultura como identidade social e, consequentemente, padrão de comportamento social diferente.
	
	Verdadeira, porque cada sociedade tem diferentes formas de exercer o controle social independente do conceito de desvio social.
	Respondido em 21/05/2020 18:50:04
	
Explicação:
Cada sociedade apresnta um repertório de comportamentos e os classifica de modo particular, de acordo com sua trajetória histórica. Assim, um comportamento considerado normal em uma sociedade pode, em outra,em função de sua particularidade histórica, ser considerado anormal. 
	1a Questão
	
	
	
	Com relação ao modelo biomédico de concepção da saúde, e correto afirmar que:
		
	
	O organismo vivo é entendido como uma totalidade maior do que a soma das partes.
	 
	Para a compreensão dos estados de doença, admite-se a interferência de agentes patogênicos.
	
	Privilegia os fatores não ambientais (morais, sociais, comportamentais) na explicação das doenças.
	
	Enfatiza os aspectos subjetivos na determinação dos estados de saúde.
	
	Para a compreensão dos processos saúde-doença considera-se os aspectos individuais e idiossincráticos dos indivíduos.
	Respondido em 21/05/2020 21:27:55
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	Considere as proposições a seguir:
Com o desenvolvimento do pensamento e da ciência em geral, e com o avanço das ciências sociais e humanas, em especial, as ciências do ambiente, dentre outras, passamos a compreender os estados de saúde não mais como sinônimo de ausência de enfermidade ou doença, mas como um fenômeno multiplamente determinado.
PORQUE
Uma nova forma de conceber os estados de saúde consideram os aspectos físicos ou fisiológicos como menos importantes quando comparados aos aspectos sociais e psicológicos.
Assinale a alternativa correta.
		
	
	As duas proposições são verdadeiras e a segunda é justificativa correta da primeira.
	
	As duas proposições são verdadeiras e a segunda não é uma justificativa correta da primeira.
	
	A primeira proposição é falsa e a segunda verdadeira.
	 
	A primeira proposição é verdadeira e a segunda é falsa.
	
	As duas proposições são falsas.
	Respondido em 21/05/2020 21:29:17
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	Para Descartes, sendo o corpo humano uma máquina, o homem doente seria um relógio avariado, assim como um homem saudável um relógio funcionando perfeitamente.
PORQUE
O funcionamento dos homens é regido por uma natureza que lhe é externa.
		
	
	A primeira proposição é verdadeira e a segunda é falsa.
	
	A primeira proposição é falsa e a segunda verdadeira.
	
	As duas proposições são falsas.
	 
	As duas proposições são verdadeiras e a segunda é justificativa correta da primeira.
	
	As duas proposições são verdadeiras e a segunda não é uma justificativa correta da primeira.
	Respondido em 21/05/2020 21:29:46
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	A história da saúde e da doença é, desde os tempos mais longínquos, uma história de construções de significações sobre a natureza, as funções e a estrutura do corpo e ainda sobre as relações corpo-espírito e pessoa-ambiente. Ribeiro (1993) refere que se podem considerar quatro grandes períodos para descrever a evolução dos conceitos de saúde e de doença que se fez sentir ao longo do percurso histórico da humanidade. (ALBUQUERQUE; OLIVEIRA, 2002, p. 2). Esses quatro períodos são chamados de:
		
	
	Período Pré-Cartesiano; Período Pós-Cartesiano; Primeira Revolução da Saúde; Segunda Revolução da Saúde.
	
	Primeira Revolução da Saúde; Segunda Revolução da Saúde; Terceira Revolução da Saúde; Quarta Revolução da Saúde.
	
	Período Pré-Cartesiano; Período Pós-Cartesiano; Período Científico; Primeira Revolução da Saúde.
	
	Período Pré-Cartesiano; Período Pós-Cartesiano; Período Científico; Período da Revolução da Saúde.
	 
	Período Pré-Cartesiano; Período Científico; Primeira Revolução da Saúde; Segunda Revolução da Saúde.
	Respondido em 21/05/2020 21:30:40
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 5a Questão
	
	
	
	
	Sobre as concepções sobre saúde e doença podemos afirmar que é correto dizer que
		
	 
	a concepção fisiológica sustenta que as doenças têm origem em um desequilíbrio entre as forças da natureza.
	
	a concepção fisiológica defende que as doenças são "entidades" exteriores ao organismo.
	
	a concepção fisiológica e a concepção ontológica buscam um diagnóstico preciso, relacionando órgãos corporais e agentes perturbadores.
	
	a concepção fisiológica busca um diagnóstico preciso, relacionando órgãos corporais e agentes perturbadores.
	
	a concepção ontológica sustenta que as doenças têm origem em um desequilíbrio entre as forças da natureza.
	Respondido em 21/05/2020 21:31:51
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	Ribeiro (1993 apud ALBUQUERQUE; OLIVEIRA, 2002) identifica quatro períodos que permitem entender a evolução dos conceitos de saúde e doença: período pré-cartesiano; período científico ou biomédico; primeira revolução da saúde; segunda revolução da saúde. 
A lógica concebida em um destes períodos permite compreender que a doença é resultante do desequilíbrio entre quatro humores (sangue,bílis negra, bílis amarela, linfa ou fleuma), influenciado por forças exteriores, como as estações do ano.
Assinale a alternativa que apresenta o período correspondente a esta concepção.
		
	 
	Pré-cartesiano.
	
	Científico.
	
	Biomédico.
	
	Segunda revolução da saúde.
	
	Primeira revolução da saúde.
	Respondido em 21/05/2020 21:33:06
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	Pode-se afirmar que o modelo biomédico de compreesão da saúde permitiu grande progresso na teoria e na prática médicas. É uma característica desde modelo, EXCETO:
		
	
	Substitui as concepções sobre as particulares dos seres vivos por uma perspectiva universal de cada doença.
	
	Opõe ao caráter totalizante do modelo pré-cartesiano.
	
	Os seres vivos são concebidos como constituídos e funcionando de forma semelhante às máquinas.
	
	Apresenta tendência a reduzir os sistemas a pequenas partes.
	 
	O compudator é o grande modelo para compreensão do funcionamento dos organismos vivos.
	Respondido em 21/05/2020 21:34:19
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	
	Gabarito
Coment.
	
	 
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	Assinale a afirmativa ERRADA sobre a evolução dos conceitos de saúde e doença.
		
	
	No período pré-cartesiano, a doença é compreendida resultante do desequilíbrio de humores, influenciado por forças exteriores, como as estações do ano.
	
	O período pré-cartesiano é marcado pela insistência no distanciamento das práticas médicas de concepções mágico-religiosas.
	
	O modelo biomédico admite que agentes específicos (organismo patogênico) interferem em partes específicas. Abre-se caminho, via teoria do germe, para o combate às epidemias.
	 
	A segunda revolução da saúde tem como centro a concepção de que os seres vivos são constituídos e funcionam de forma semelhante às máquinas, das quais o relógio é o grande modelo.
	
	Se na primeira revolução da saúde vacinas e antibióticos dariam conta de agentes infecciosos, na segunda revolução, a vacina teria que ser a modificação de alguns comportamentos, tais como deixar de fumar, ter uma alimentação saudável, controlar o estresse, fazer atividade física, dormir adequadamente etc.

Continue navegando