Tema 3
14 pág.

Tema 3


DisciplinaBases de Gestão1.562 materiais2.048 seguidores
Pré-visualização5 páginas
Cap 3 
DEFINIÇÃO 
Apresentação das atividades das áreas de Gestão de Pessoas, Administração da Produção e Operações, Marketing 
e Finanças. 
 
PROPÓSITO 
Compreender a função e o papel de algumas áreas que fazem parte do universo da organização. 
 
Módulo 1 Identificar os principais processos da área de Gestão de Pessoas 
 Módulo 2 Reconhecer a importância da área de Finanças para as organizações 
 Módulo 3 Descrever o funcionamento da área de Produção e Operações 
 Módulo 4 Listar os elementos do Mix de marketing 
 
MÓDULO 1 Identificar os principais processos da área de Gestão de Pessoas 
INTRODUÇÃO 
Você já ouviu falar que as pessoas são a parte mais importante de uma organização? 
Em qualquer ambiente de trabalho, seja uma pequena, média ou grande empresa; pública (prefeitura, 
escola, hospital etc.) ou privada (loja de roupas, academia, restaurante etc.), ou até mesmo em uma 
organização não governamental \u2013 ONG (APAE, Greenpeace, Médicos sem Fronteiras etc.), sempre 
encontraremos pessoas. 
Para que uma organização possa alcançar resultados, precisa do apoio de uma área que cuide não apenas dos trâmites 
legais relacionados aos contratos de trabalho dos seus colaboradores, mas também que seja responsável pelos 
processos capazes de atrair, desenvolver e reter seus talentos. 
Pessoas talentosas, qualificadas e comprometidas realizam seu trabalho com excelência, entregam maior valor aos 
clientes e são capazes de atingir os resultados desejados. 
Assista ao vídeo e conheça o conceito de organização e o papel de algumas de suas áreas funcionais. 
http://atreus.uoledtech.com.br/estacio/video/195225 
O AMBIENTE ORGANIZACIONAL E O DESEMPENHO HUMANO 
As últimas décadas testemunharam mudanças profundas no papel da área de Gestão de Pessoas dentro das 
organizações. 
 
Tradicionalmente, os gerentes viam a função de recursos humanos como basicamente administrativa e 
pessoal. Para eles, a área de Gestão de Pessoas se concentrava no gerenciamento dos benefícios exigidos 
em lei e das atividades rotineiras, como folhas de pagamentos e outras funções operacionais, fatores que, 
de acordo com essa mentalidade, mensuravam a influência do RH sobre o bom funcionamento da empresa. 
 
A área passou a ser considerada estratégica a partir do momento em que se tornou possível medir a 
eficácia das suas ações e entender de que forma elas favorecem o aumento da performance e dos 
resultados organizacionais. 
Desenvolveu-se uma nova ênfase sobre estratégias de negócios e sobre a relevância dos processos 
da área de Gestão de Pessoas. Cada vez mais, passa-se a conhecer e reconhecer que o 
alinhamento da área com a estratégia da empresa garante melhores resultados. 
Um dos principais motivos é a valorização dos ativos intangíveis como fonte de vantagem competitiva sustentável. 
Se as empresas buscam fortalecer essa vantagem competitiva, cabe à área de Gestão de Pessoas, portanto, maximizar 
a contribuição das suas atividades para alcançar esse mesmo objetivo. Veja alguns exemplos abaixo: 
http://atreus.uoledtech.com.br/estacio/video/195225
https://estacio.webaula.com.br/cursos/temas/te0032/index.html
https://estacio.webaula.com.br/cursos/temas/te0032/index.html
O caso do Google exemplifica como operacionalizar na prática esse conceito: Seus principais ativos 
são o atendimento e a confiança dos clientes. A inovação é o que sustenta a vantagem competitiva. 
Quanto mais popular é uma ideia, mais adeptos ela ganha, e maiores são suas possibilidades de avançar. 
Por isso, na empresa, estimula-se o trabalho em equipe de pessoas brilhantes, para que desenvolvam 
ideias, mesmo que pareçam excêntricas. É assim que a organização se renova. Neste caso, o Google 
precisa de colaboradores altamente inovadores. Ao RH, cabe atrair, desenvolver e reter profissionais 
com essa competência. 
A companhia aérea Southwest Airlines, por outro lado, tem outro posicionamento, leia a seguir: 
Para a empresa, a economia é uma obsessão, e a gestão dos custos para que seja possível ofertar 
passagens a um preço competitivo é uma das principais capacidades da organização. Os processos 
são respeitados e os procedimentos, cumpridos. Os voos concentram-se em rotas curtas, domésticas 
e com escalas. A Southwest não faz reservas de assentos, nem serve refeições a bordo. Trata-se de 
uma decisão estratégica. O alinhamento do pessoal em terra para que as partidas sejam pontuais, sem 
atraso, faz parte de um dos programas de treinamento da área de RH. Gerenciar os custos é uma das 
competências indispensáveis para quem opta por trabalhar nessa organização. Só assim a empresa 
competirá no mercado com preços baixos. 
Observe que, como não existe um modelo único de posicionamento, cada empresa faz sua escolha estratégica de forma 
singular. 
A área de Gestão de Pessoas deve, então, privilegiar ações que maximizem a qualidade geral do capital humano em uma 
organização, formando e desenvolvendo talentos que possam utilizar suas competências no desempenho das atividades 
diárias no trabalho. Suas atividades envolvem: 
Atrair talentos- Vincular suas decisões de seleção e oportunidades de crescimento aos modelos de competências 
validados. 
 
Desenvolver talentos- Oferecer apoio oportuno e eficaz ao fortalecimento das competências necessárias à 
implementação da estratégia da empresa. 
Reter talentos- Criar ações referentes a desempenho e remuneração que atraiam, retenham e possam afetar o processo 
motivacional dos colaboradores de alto desempenho. 
PRINCIPAIS PROCESSOS DA GESTÃO DE PESSOAS 
As organizações utilizam informações do ambiente para formular suas estratégias de recursos humanos e desenvolver os 
processos da área. 
 
 
 
 
 
Os principais processos da área são: 
- Recrutamento e Seleção: Recrutamento é a fase inicial de preenchimento de uma vaga em aberto. É a 
procura por um colaborador para ocupar determinada vaga. Ele é feito de duas formas: recrutamento interno, 
atraindo pessoas que já trabalham na empresa, mas em outra área ou função, e recrutamento externo, quando 
buscam candidatos que não têm vínculo com a empresa. Já Seleção é o processo de escolha do candidato 
mais adequado para ocupar a vaga. 
 
- Integração (Onboarding): Processo de socialização dos novos colaboradores, cujo principal objetivo é 
familiarizá-los à cultura da empresa, consolidando os valores organizacionais. São apresentadas as diretrizes 
estratégicas, como missão, visão e valores, e ainda filosofia e propósito, estrutura organizacional, políticas de 
educação, gestão do desempenho e benefícios, além do papel do colaborador e da sua função para os 
resultados, lista de feriados, canais de comunicação interna etc. 
 
- Gestão do desempenho: Trata-se do processo da área de RH que busca identificar as potencialidades e 
deficiências de cada colaborador por meio da avaliação de suas competências. Essa avaliação permitirá ao 
gestor identificar os colaboradores que não estão alinhados ao perfil funcional exigido; propor melhorias 
voltadas para crescimento e desenvolvimento do capital humano; embasar as progressões e promoções nas 
carreiras e recompensar os colaboradores que entregam os melhores resultados. 
- Gestão da remuneração: Neste processo, define-se como será o sistema de recompensas dentro da 
organização, para estimular os colaboradores a entregar resultados por meio de seu trabalho. O conjunto de 
recompensas abrange: a remuneração variável, a remuneração fixa e os benefícios a que o colaborador terá 
direito. É um dos processos críticos para a área de RH, pois afeta o estilo de vida que as pessoas terão, seu 
valor para a organização, sem gerar uma estrutura compensatória que desequilibre a capacidade da empresa 
e seus custos de operacionalização. 
 
- Treinamento, desenvolvimento e educação: São os processos responsáveis pelo aumento do capital 
intelectual da empresa. As atividades da área envolvem o diagnóstico das necessidades de qualificação, o 
planejamento das ações e a avaliação dos programas realizados internamente.