Livro-Texto - Unidade IV Gestão de Materiais UNIP
33 pág.

Livro-Texto - Unidade IV Gestão de Materiais UNIP


DisciplinaGestão de Materiais393 materiais1.403 seguidores
Pré-visualização8 páginas
78
Unidade IV
Unidade IV
7 PONTOS COMPLEMENTARES DA GESTÃO DE PATRIMÔNIO
De tudo o que foi abordado é importante que o gestor de materiais e patrimônio se preocupe, 
sempre, com os aspectos administrativos da atividade.
A estratégia de cada atividade deve ser traçada cuidadosamente. Observe a figura a seguir:
Quadro 7
Planejar Planejamento de demanda e suprimento
Comprar Gerenciamento de fontes de suprimento
Fazer Manufatura e operações
Mover Transporte e distribuição
Vender Gerenciamento de clientes e ordens
Es
tr
at
ég
ia
No quadro, as principais atividades estão estabelecidas. O planejamento é fundamental para que 
qualquer atividade seja bem-sucedida. Tal planejamento procura identificar as necessidades (demanda) e 
qual (ou quais) o produto a ser fornecido ou comprado (suprimento). A compra envolve no gerenciamento 
das fontes, ou seja, na escolha dos fornecedores. A realização (fazer) está vinculada à manufatura e às 
operações. As operações para se efetivarem precisam de transporte, para a devida distribuição. A venda 
é a consequência de todo o processo.
Mas administrar materiais, além da atividade em si, traz reflexos em toda a organização, conforme 
Sá (2013):
\u2022 Lucratividade da Empresa: É o resultado positivo, após deduzir do 
faturamento custos e despesas. O cálculo da lucratividade é obtido 
através da fórmula: resultado líquido dividido pelas vendas. Ele indica 
o percentual de ganho obtidos sobre as vendas que foram realizadas. 
Basicamente, é o indicador de eficiência operacional sob a forma de 
um valor percentual.
\u2022 Qualidade dos Produtos: O termo qualidade pode ser enxergado 
por diversas dimensões, isso ocorre por se tratar de um conceito 
multidimensional, englobando os aspectos de desempenho, 
características, confiabilidade, conformidade, durabilidade, atendimento, 
aparência (design) e ainda a qualidade percebida pelo cliente. Todos eles 
envolvendo o produto ou serviço prestado pela empresa analisada.
79
RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS
\u2022 Satisfação dos Clientes: Satisfazer a necessidade do consumidor 
significa descobrir não apenas o que ele quer ou deseja para saciar 
suas necessidades, mas satisfazer o sentimento de prazer que resulta 
da comparação do desempenho esperado do produto em relação às 
expectativas do cliente. Ou seja, toda e qualquer empresa deve sempre 
buscar atingir o máximo da satisfação dos seus clientes.
Portanto, o universo da gestão de materiais e patrimônio reflete em toda a organização.
7.1 Inventário
O gestor deve realizar (se não houver!) ou sempre atualizar o inventário da organização. O inventário 
é uma descrição dos materiais e bens que a empresa possui. Organizações que possuam uma estrutura 
contábil podem desenvolver inventários mais técnicos que podem subsidiar a balança patrimonial.
Camargo (2017) estabelece uma série de itens que pode facilitar o inventário:
Elencamos a seguir uma sugestão de informações a serem preenchidas ao 
fazer o lançamento de cada item (pode ser em uma planilha):
Categoria do item;
Responsável;
Área do responsável;
Data de compra;
Idade do item;
Valor;
Estado de conservação;
Vida útil em anos;
Valor atual;
Depreciação;
Número de série (se houver);
Modelo (se houver); e
Local de armazenamento (se houver).
https://www.treasy.com.br/blog/depreciacao-amortizacao-ou-exaustao-conceito-e-importancia-na-gestao-empresarial
https://www.treasy.com.br/blog/depreciacao-amortizacao-ou-exaustao-conceito-e-importancia-na-gestao-empresarial
80
Unidade IV
A realização e a atualização constante do inventário permitem ao gestor um acompanhamento 
simples e prático de todos os bens da organização. Portanto, o inventário é uma ferramenta importante 
para o controle de materiais e do patrimônio de toda a organização.
 Lembrete
Todo gestor precisa ter noções de Contabilidade. Muito especialmente, 
o gestor de materiais e patrimônio.
7.2 Propriedade intelectual
A propriedade intelectual é um dos itens em que o gestor de patrimônio deve se atualizar 
constantemente. Observe a figura a seguir:
Direito do autor
Marca
Indicação geográfica
Direito conexosDireito autoral
Propriedade industrialPropriedade intelectual
Proteção suis generis
Patente
Segredo industrial e repressão 
à concorrência desleal
Programas de computador
Desenho industrial
Topografia de circuitos 
integrados
Cultivar
Crescimento tradicional
Figura 14 
A propriedade intelectual possui essas três vertentes: o direito autoral, a propriedade industrial e a 
proteção sui generis.
Vanin (2016) lembra que:
A Propriedade Intelectual é a área do Direito que, por meio de leis, garante 
a inventores ou responsáveis por qualquer produção do intelecto \u2013 sejam 
bens imateriais ou incorpóreos nos domínios industrial, científico, 
literário ou artístico \u2013 o direito de obter, por um determinado período de 
tempo, recompensa resultante pela \u201ccriação\u201d \u2013 manifestação intelectual 
do ser humano.
81
RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS
Quadro 8 \u2013 Legislação que deve ser acompanhada na 
propriedade industrial e no direito do autor
Lei nº 9.279, de 14 de maio de 1996 Regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial.
Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências.
Em relação aos direitos autorais é importante lembrar que há dois tipos de direito: o direito 
patrimonial e o direito moral. O direito patrimonial tem a ver com a exploração comercial que o autor 
(ou seus herdeiros) pode obter com a obra. O direito moral é a vinculação do autor à obra.
Araújo (2016) esclarece:
Como o próprio nome sugere o direito autoral se constitui como o conjunto 
de prerrogativas garantidas pela lei ao autor, no que se refere à sua obra. 
No Brasil, a regulamentação e exercício destes direitos está disposta, 
principalmente, na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 [...].
Dessa forma, aos autores é garantido o direito de utilização, reprodução e 
publicação exclusiva de suas obras. Assim, se uma banda deseja gravar um 
cover de uma música famosa (alguma dos Beatles, por exemplo), deve, 
primeiramente, possuir a devida autorização do legítimo autor. Mas, a pergunta 
a ser respondida aqui é: quanto tempo dura a proteção ao direito autoral? 
A este respeito, a Lei de direitos autorais estabelece as seguintes regras:
\u201cOs direitos patrimoniais do autor perduram por 70 anos contados de 1° 
de janeiro do ano subsequente ao de seu falecimento, obedecida a ordem 
sucessória da lei civil.\u201d
Após este prazo a obra cai em \u201cdomínio público\u201d. Mas, isto não quer 
dizer que o nome do autor será desvinculado à obra. Não. O crédito de 
autoria sempre deverá ser atribuído, o que ficará sem validade serão 
as disposições e a necessidade de autorização quanto a reprodução e 
publicação daquela obra.
Portanto:
\u2022 Para efeito de direito patrimonial: os direitos são vitalícios (duram enquanto o autor viver) 
e 70 anos contados de 1° de janeiro do ano subsequente ao de seu falecimento. Após esse 
período, a obra cai em domínio público, ou seja, poderá ser reproduzida livremente, sem o 
pagamento de direitos.
\u2022 Para efeito de direito moral: não há prazo. A obra sempre estará vinculada ao seu autor.
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9610.htm
82
Unidade IV
Ainda sobre essa questão, esclarece Araújo (2016):
Não representa ofensa aos direitos do autor:
Não constitui ofensa aos direitos autorais (artigo 46 da Lei de Direito autorais)
1.a reprodução:
a) na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, 
publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se 
assinados, e da publicação de onde foram transcritos;
b) em diários ou periódicos, de discursos pronunciados em reuniões públicas 
de qualquer natureza;
c) de retratos, ou de outra forma de representação da imagem, feitos sob 
encomenda, quando realizada pelo proprietário do objeto encomendado, 
não havendo a oposição da pessoa neles representada ou de seus