FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO_Exe_06
6 pág.

FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO_Exe_06


DisciplinaFundamentos do Direito Empresarial e Tributário1.370 materiais1.562 seguidores
Pré-visualização2 páginas
FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO 
 
Lupa Calc. 
 
 
 
 
 
Vídeo 
 
PPT 
 
MP3 
 
GST1700_A6_201907119851_V1 
 
 
Aluno: ANDREIA SILVA DOS SANTOS Matr.: 201907119851 
Disc.: FUND.DIR.EMP.TRIB. 2020.1 EAD (GT) / EX 
 
 
Prezado (a) Aluno(a), 
 
Você fará agora seu TESTE DE CONHECIMENTO! Lembre-se que este exercício é opcional, mas não 
valerá ponto para sua avaliação. O mesmo será composto de questões de múltipla escolha. 
Após responde cada questão, você terá acesso ao gabarito comentado e/ou à explicação da mesma. 
Aproveite para se familiarizar com este modelo de questões que será usado na sua AV e AVS. 
 
 
 
 
 
 
1. 
 
 
A isenção se dá somente antes da constituição do tributo. Depois de constituído, 
só se fala em: 
 
 
remissão 
 
 
obrigação tributária 
 
 
lançamento 
 
 
crédito tributário 
 
 
imunidade 
 
 
 
Explicação: 
remissão 
 
 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
É lançamento por homologação o efetuado pela autoridade administrativa quando 
 
 
 
deve ser apreciado fato não conhecido ou não provado por ocasião do lançamento anterior 
 
 
a declaração não tenha sido prestada, por quem de direito no prazo e na forma da legislação 
tributária 
 
 
se comprove que, no lançamento anterior, ocorreu fraude ou falta funcional da autoridade que o 
efetuou, ou omissão, pela mesma autoridade, de ato ou formalidade essencial 
 
 
a pessoa legalmente obrigada, embora tenha prestado, tempestivamente e na devida forma, a 
declaração, deixou de atender no prazo legal a pedido de esclarecimento, pela autoridade 
formulado; ou se recusou a prestá-lo; ou, ainda, o prestou insatisfatoriamente 
 
 
a legislação atribua ao sujeito passivo o dever de antecipar o pagamento sem prévio exame da 
autoridade administrativa e a esta o de verificar se tal atividade foi regularmente cumprida 
 
 
 
Explicação: 
javascript:abre_frame('1','6','','4V423FAMFG71XUCO1RG4','314437178');
javascript:abre_frame('1','6','','4V423FAMFG71XUCO1RG4','314437178');
javascript:abre_frame('2','6','','4V423FAMFG71XUCO1RG4','314437178');
javascript:abre_frame('2','6','','4V423FAMFG71XUCO1RG4','314437178');
javascript:abre_frame('3','6','','4V423FAMFG71XUCO1RG4','314437178');
javascript:abre_frame('3','6','','4V423FAMFG71XUCO1RG4','314437178');
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:diminui();
javascript:aumenta();
javascript:calculadora_on();
javascript:abre_frame('1','6','','4V423FAMFG71XUCO1RG4','314437178');
javascript:abre_frame('2','6','','4V423FAMFG71XUCO1RG4','314437178');
javascript:abre_frame('3','6','','4V423FAMFG71XUCO1RG4','314437178');
javascript:duvidas('3330885','795522','1','3523956','1');
javascript:duvidas('3330919','795522','2','3523956','2');
CTN: 
Art. 150. O lançamento por homologação, que ocorre quanto aos tributos 
cuja legislação atribua ao sujeito passivo o dever de antecipar o 
pagamento sem prévio exame da autoridade administrativa, opera-se pelo 
ato em que a referida autoridade, tomando conhecimento da atividade 
assim exercida pelo obrigado, expressamente a homologa. 
§ 1º O pagamento antecipado pelo obrigado nos termos deste artigo 
extingue o crédito, sob condição resolutória da ulterior homologação ao 
lançamento. 
§ 2º Não influem sobre a obrigação tributária quaisquer atos anteriores à 
homologação, praticados pelo sujeito passivo ou por terceiro, visando à 
extinção total ou parcial do crédito. 
§ 3º Os atos a que se refere o parágrafo anterior serão, porém, 
considerados na apuração do saldo porventura devido e, sendo o caso, na 
imposição de penalidade, ou sua graduação. 
§ 4º Se a lei não fixar prazo a homologação, será ele de cinco anos, a 
contar da ocorrência do fato gerador; expirado esse prazo sem que a 
Fazenda Pública se tenha pronunciado, considera-se homologado o 
lançamento e definitivamente extinto o crédito, salvo se comprovada a 
ocorrência de dolo, fraude ou simulação. 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
Configura-se como uma modalidade de extinção do crédito tributário e ocorre 
quando o sujeito da obrigação tributária se propõe a pagar e não está 
conseguindo. Ocorre sempre na esfera judicial, quando a Fazenda pública se 
recusa a receber o valor que o contribuinte propõe a pagar ou há dúvida a quem 
seria devido o tributo. 
 
 
Compensação 
 
 
Consignação em pagamento 
 
 
Transação 
 
 
Dação em pagamento 
 
 
Pagamento 
 
 
 
Explicação: 
A consignação em pagamento é, portanto, segundo Pablo Stolze Gagliano, ¿o instituto 
jurídico colocado à disposição do devedor para que, ante o obstáculo ao recebimento 
criado pelo devedor ou quaisquer outras circunstâncias impeditivas do pagamento, 
exerça, por depósito da coisa devida, o direito de adimplir a prestação, liberando-se do 
liame obrigacional¿ 
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('796383','795522','3','3523956','3');
 
 
Gabarito 
Coment. 
 
 
 
 
 
 
 
 
4. 
 
 
Acerca dos tipos de Lançamentos tributários, analise as assertivas abaixo e 
marque a alternativa INCORRETA: 
 
 
Existem três tipos de Lançamentos: Lançamento de ofício, lançamento por declaração e 
lançamento por homologação. 
 
 
No lançamento de ofício, o sujeito participa do lançamento. 
 
 
No lançamento por declaração e homologação, o sujeito passivo declara/ homologa e extingue 
os tributos sem a necessidade da participação do Estado. 
 
 
No Lançamento de ofício, o sujeito passivo não participa do lançamento. 
 
 
No lançamento de ofício cabe ao sujeito ativo tomar a iniciativa e realizar, por si só, a 
verificação da ocorrência do fato gerador, identificação do sujeito passivo, cálculo do montante 
devido, formalização do crédito e notificação do sujeito passivo para pagamento. 
 
 
 
Explicação: 
Item D. (aula nº 06) 
Explicação: 
No lançamento de ofício, o sujeito participa do lançamento. Esta errado, já que não é da natureza 
juridica deste tipo de lançamento o sujeito participar do lançamento. As demais alternativas estão 
corretas. 
De ofício (ex officio ou direto) 
O lançamento é efetuado e revisto de ofício pela autoridade administrativa nos seguintes casos (CTN, art. 
149): 
Quando a lei assim o determine; 
\uf0b7 Quando a declaração não seja prestada, por quem de direito, no prazo e na forma da legislação 
tributária; 
\uf0b7 Quando a pessoa legalmente obrigada, embora tenha prestado declaração, deixe de atender, no 
prazo e na forma da legislação tributária, a pedido de esclarecimento formulado pela autoridade 
administrativa, recuse-se a prestá-lo ou não o preste satisfatoriamente, a juízo daquela 
autoridade; 
\uf0b7 Quando se comprove falsidade, erro ou omissão quanto a qualquer elemento definido na 
legislação tributária como sendo de declaração obrigatória; 
\uf0b7 Quando se comprove omissão ou inexatidão, por parte da pessoa legalmente obrigada, no 
lançamento por homologação; 
\uf0b7 Quando se comprove ação ou omissão do sujeito passivo, ou de terceiro legalmente obrigado, 
que dê lugar à aplicação de penalidade pecuniária; 
\uf0b7 Quando se comprove que o sujeito passivo, ou terceiro em benefício daquele, agiu com dolo, 
fraude ou simulação; 
\uf0b7 Quando deva ser apreciado fato não conhecido ou não provado por ocasião do lançamento 
anterior; 
\uf0b7 Quando se comprove que, no lançamento anterior, ocorreu fraude ou falta funcional da 
autoridade que o efetuou, ou omissão, pela mesma autoridade, de ato ou formalidade 
essencial; 
A revisão do lançamento só pode ser iniciada enquanto não extinto o direito da Fazenda 
Pública. 
 
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:duvidas('3332181','795522','4','3523956','4');
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
O Direito Tributário é o ramo do Direito que estuda as relações financeiras entre 
o Estado e os indivíduos, sejam estes pessoas naturais ou jurídicas.