FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO_Exe_09
4 pág.

FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO_Exe_09


DisciplinaFundamentos do Direito Empresarial e Tributário1.370 materiais1.562 seguidores
Pré-visualização1 página
FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO 
 
Lupa Calc. 
 
 
 
 
 
Vídeo 
 
PPT 
 
MP3 
 
GST1700_A9__V1 
 
 
Aluno: ANDREIA SILVA DOS SANTOS Matr.: 
Disc.: FUND.DIR.EMP.TRIB. 2020.1 EAD (GT) / EX 
 
 
Prezado (a) Aluno(a), 
 
Você fará agora seu TESTE DE CONHECIMENTO! Lembre-se que este exercício é opcional, mas não 
valerá ponto para sua avaliação. O mesmo será composto de questões de múltipla escolha. 
Após responde cada questão, você terá acesso ao gabarito comentado e/ou à explicação da mesma. 
Aproveite para se familiarizar com este modelo de questões que será usado na sua AV e AVS. 
 
 
 
 
1. 
 
 
A anistia, a conversão de depósito em renda e as reclamações que 
observem os termos das leis reguladoras do processo tributário 
administrativo acarretam, relativamente ao crédito tributário, 
respectivamente, sua: 
 
 
Extinção, suspensão, exclusão; 
 
 
O parcelamento é uma modalidade de exclusão do crédito tributário, uma vez que se trata de 
uma hipótese em que o ordenamento jurídico exclui o pagamento dos valores parcelados. 
 
 
Exclusão, suspensão, extinção; 
 
 
Extinção, exclusão, suspensão; 
 
 
Exclusão, extinção, suspensão. 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Tendo como base a legislação referente à exclusão do crédito 
tributário, assinale a alternativa correta. 
 
 
a compensação é uma das modalidades de exclusão do crédito tributário, tendo em vista que 
por meio de transações e acordos mútuos, as prestações se equivalem e portanto, estão 
excluídas entre si. 
 
 
a exclusão do crédito tributário consiste na paralisação de sua exigibilidade por determinado 
período de tempo. 
 
 
a remissão, modalidade de exclusão do crédito tributário, consiste no perdão do crédito 
tributário, em que o contribuinte tem seu crédito tributário perdoado pela lei. 
 
 
o depósito do montante integral trata-se de causa de exclusão do crédito tributário, já que após 
o depósito, o crédito decorrente do depósito terá sua cobrança excluída. 
 
 
no ordenamento jurídico brasileiro, são consideradas como as únicas modalidades de exclusão 
do crédito tributário, a isenção e a anistia. 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
ICMS ¿ IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS NASCEU 
DA FUSÃO DE ALGUNS IMPOSTOS, QUAL IMPOSTO ABAIXO NÃO 
FAZ PARTE DESSES? 
javascript:abre_frame('1','9','','0VX4AN2RGP97A6CS3DAJ','314437249');
javascript:abre_frame('1','9','','0VX4AN2RGP97A6CS3DAJ','314437249');
javascript:abre_frame('2','9','','0VX4AN2RGP97A6CS3DAJ','314437249');
javascript:abre_frame('2','9','','0VX4AN2RGP97A6CS3DAJ','314437249');
javascript:abre_frame('3','9','','0VX4AN2RGP97A6CS3DAJ','314437249');
javascript:abre_frame('3','9','','0VX4AN2RGP97A6CS3DAJ','314437249');
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:diminui();
javascript:aumenta();
javascript:calculadora_on();
javascript:abre_frame('1','9','','0VX4AN2RGP97A6CS3DAJ','314437249');
javascript:abre_frame('2','9','','0VX4AN2RGP97A6CS3DAJ','314437249');
javascript:abre_frame('3','9','','0VX4AN2RGP97A6CS3DAJ','314437249');
 
 
sobre transportes; 
 
 
sobre circulação de mercadorias; 
 
 
sobre comunicações; 
 
 
sobre energia elétrica; 
 
 
sobre grandes fortunas. 
 
 
 
 
 
4. 
 
 
De acordo com o estudado, a exclusão do crédito tributário pode 
se por isenção que significa: 
 
 
Uma regra tributária aplicada à todos, na qual o sujeito ativo deveria pagar, mas foi perdoado 
por uma lei isentiva. 
 
 
Uma regra tributária aplicada à todos, na qual o sujeito passivo deveria pagar, mas foi perdoado 
por uma lei isentiva. 
 
 
Uma exceção à regra tributária, na qual o sujeito ativo deveria pagar, mas foi perdoado por 
uma lei isentiva. 
 
 
Uma exceção à regra tributária, na qual o sujeito passivo deveria pagar, mas foi perdoado por 
uma lei isentiva. 
 
 
Uma exceção à regra tributária, na qual o sujeito passivo deveria pagar, mas foi perdoado por 
um decreto. 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
A Isenção tributária pode ser classificada quanto: 
 
 
 
forma, natureza, espaço e contrato. 
 
 
forma, contrato, tempo e lugar. 
 
 
forma, natureza, tempo e lugar. 
 
 
forma, natureza, tempo e espaço. 
 
 
forma, natureza, tempo e objeto. 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
Quando a anistia for concedida em caráter individual, o 
interessado deverá requerer junto ao Fisco seus benefícios. 
Todavia o fisco exclui pelos art. 175, II e arts. 180 1 182 do CTN 
da anistia o lançamento e o: 
 
 
imposto 
 
 
tributo 
 
 
fato gerador 
 
 
direito 
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
 
 
crédito tributário 
 
 
 
Explicação: 
São formas de privilégio fiscal e que podem ser equiparados a um privilégio financeiro, dado que as 
conseqüências relativas a um e a outro no tesouro público são as mesmas, ou seja, equivalem à renúncia 
de receita, e, conseqüentemente, são elementos oneradores da despesa pública, haja vista a ligação 
umbilical entre receita e despesa. 
 
 
 
 
 
7. 
 
 
A coisa julgada, com relação ao crédito tributário, é causa de: 
 
 
 
Exclusão. 
 
 
Interrupção; 
 
 
Extinção; 
 
 
Suspensão; 
 
 
A obrigação tributária já nasce no momento que o Cidadão pretende se tornar proprietário de 
um veículo automotor, que é quando ocorre a Hipótese de Incidência. 
 
 
 
 
 
8. 
 
 
A isenção se dá somente antes da constituição do tributo. Depois 
de constituído, só se fala em: 
 
 
remissão 
 
 
crédito tributário 
 
 
imunidade 
 
 
lançamento 
 
 
obrigação tributária 
 
 
 
Explicação: 
GABARITO-remissão- A isenção ocorre antes da prática do fato gerador, isto é: antes da ocorrência do 
fato gerador deve haver disposição legal excluindo o crédito tributário que decorreria daquele fato. Por 
isso, diz-se que a lei exclui da tributação hipótese que constitucionalmente poderia ser tributada. 
Nessa senda, a isenção é diferente de imunidade, uma vez que a isenção é a retira, mediante lei, da 
possibilidade de tributar, ou seja: constitucionalmente poderia haver a tributação, mas o ente tributante, 
por política de gestão pública, opta pela renúncia da receita. Já a imunidade é a impossibilidade originária 
de tributação, uma vez que estabelecida pela CF/88. 
 
 
 
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
 
 
 Não Respondida Não Gravada Gravada 
 
 
 
 
Exercício inciado em 02/06/2020 02:28:03. 
javascript:abre_colabore('34544','197720180','3963359051');