FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO_Exe_10
4 pág.

FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO_Exe_10


DisciplinaFundamentos do Direito Empresarial e Tributário1.370 materiais1.562 seguidores
Pré-visualização2 páginas
FUNDAMENTOS DO DIREITO EMPRESARIAL E TRIBUTÁRIO 
 
Lupa Calc. 
 
 
 
 
 
Vídeo 
 
PPT 
 
MP3 
 
GST1700_A10__V1 
 
 
Aluno: ANDREIA SILVA DOS SANTOS Matr.: 
Disc.: FUND.DIR.EMP.TRIB. 2020.1 EAD (GT) / EX 
 
 
Prezado (a) Aluno(a), 
 
Você fará agora seu TESTE DE CONHECIMENTO! Lembre-se que este exercício é opcional, mas não 
valerá ponto para sua avaliação. O mesmo será composto de questões de múltipla escolha. 
Após responde cada questão, você terá acesso ao gabarito comentado e/ou à explicação da mesma. 
Aproveite para se familiarizar com este modelo de questões que será usado na sua AV e AVS. 
 
 
 
 
1. 
 
 
Prédio de propriedade da União não pode ser submetido à 
incidência do imposto sobre a propriedade predial e territorial 
urbana, por força do princípio constitucional da 
 
 
isonomia tributária 
 
 
não diferenciação tributária 
 
 
isenção tributária 
 
 
imunidade tributária 
 
 
seletividade 
 
 
 
 
 
2. 
 
 
Compete aos Municípios instituir: I. ITBI (Imposto sobre 
Transmissão inter vivos, a qualquer títulos, por ato oneroso, de 
bens imóveis, por natureza ou acessão física, e de direitos reais 
sobre imóveis, exceto ou de garantia, bem como cessão de 
direitos a sua aquisição). II. IPTU (Imposto sobre a Propriedade 
Predial e Territorial Urbana). III. ITCMD (Imposto sobre a 
Transmissão causa mortis e doação de quaisquer bens ou 
direitos). IV. IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos 
Automotores). Marque a alternativa certa de acordo com as 
assertivas acima: 
 
 
Estão corretas II e III. 
 
 
Estão corretas I e II. 
 
 
Estão corretas I e III. 
 
 
Estão corretas III e IV. 
 
 
A lei tributária sempre aplica-se a ato ou fato consumado. 
 
 
 
Explicação: 
javascript:abre_frame('1','10','','LHSFIEFKAO0VF53J1WD9','314437218');
javascript:abre_frame('1','10','','LHSFIEFKAO0VF53J1WD9','314437218');
javascript:abre_frame('2','10','','LHSFIEFKAO0VF53J1WD9','314437218');
javascript:abre_frame('2','10','','LHSFIEFKAO0VF53J1WD9','314437218');
javascript:abre_frame('3','10','','LHSFIEFKAO0VF53J1WD9','314437218');
javascript:abre_frame('3','10','','LHSFIEFKAO0VF53J1WD9','314437218');
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
javascript:diminui();
javascript:aumenta();
javascript:calculadora_on();
javascript:abre_frame('1','10','','LHSFIEFKAO0VF53J1WD9','314437218');
javascript:abre_frame('2','10','','LHSFIEFKAO0VF53J1WD9','314437218');
javascript:abre_frame('3','10','','LHSFIEFKAO0VF53J1WD9','314437218');
Item: A. 
Explicação: 
I. ITBI (Imposto sobre Transmissão inter vivos, a qualquer títulos, por ato oneroso, de 
bens imóveis, por natureza ou acessão física, e de direitos reais sobre imóveis, 
exceto ou de garantia, bem como cessão de direitos a sua aquisição). 
II. I. IPTU (Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) 
 
 
 
 
 
3. 
 
 
A cobrança de tributos, no mesmo exercício financeiro em que 
haja sido publicada a lei que os instituiu ou majorou, é possível 
em relação ao imposto sobre: 
 
 
Propriedade territorial rural. 
 
 
Importação de produtos estrangeiros. 
 
 
Renda e proventos de qualquer natureza. 
 
 
Transmissão causa mortis e doação. 
 
 
Grandes fortunas, definidas em lei complementar. 
 
 
 
Explicação: 
Importação de produtos estrangeiros. 
 
 
 
 
 
4. 
 
 
Sempre que houver uma obrigação tributária, seja ela principal ou 
acessória, que espontaneamente não tenha sido satisfeita pelo 
contribuinte, ou por aquelas pessoas a quem a lei transfere ou 
incumbe essas obrigações, pode ser exigido pelo Fisco o 
pagamento do tributo ou a penalidade pecuniária decorrente, 
mediante: 
 
 
a sua obrigação tributária 
 
 
o seu crédito tributário 
 
 
a sua obrigação pecuniária 
 
 
o seu lançamento 
 
 
o seu pagamento 
 
 
 
Explicação: 
o seu lançamento 
 
 
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
 
 
 
5. 
 
 
A base de cálculo e a alíquota, são os elementos quantificadores 
do tributo, que pode ser determinado pela fórmula: T= BCxAl, ou 
seja, T de tributo, BC de base de cálculo e Al de alíquota. Essa 
fórmula e seus elementos deverão constar na lei instituidora do 
tributo, para serem impostos ao contribuinte. Por isso 
 
 
Em se tratando de taxa, a base de cálculo deverá ser sempre uma grandeza que traduza e meça 
a riqueza manifestada. 
 
 
Em se tratando de imposto, a base de cálculo deverá medir a intensidade da contraprestação 
estatal que está sendo oferecida. 
 
 
A base de cálculo de um tributo é um evento manifestador de riqueza ou a propriedade de um 
veículo. 
 
 
A base de cálculo de um tributo é uma grandeza numérica, trazida pela lei, para dimensionar o 
respectivo fato gerador. 
 
 
A base de cálculo do imposto medirá o grau de atividade estatal que está sendo absorvido pelo 
contribuinte. 
 
 
 
Explicação: 
A base de cálculo de um tributo é uma grandeza numérica, trazida pela lei, para dimensionar o 
respectivo fato gerador. 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
Sobre o IPTU é correto afirmar. 
 
 
 
Se trata de um imposto federal e o fato gerador é um imóvel na zona urbana. 
 
 
Se trata de um imposto estadual e o fato gerador é um veículo automotor. 
 
 
Se trata de um imposto municipal e o fato gerador é um imóvel na zona urbana. 
 
 
Se trata de um imposto municipal e o fato gerador é um veículo automotor. 
 
 
Se trata de um imposto municipal e o fato gerador é um imóvel na zona rural. 
 
 
 
Explicação: 
De acordo com o artigo 32 do Código Tributário Nacional o imposto sobre a propriedade predial e 
territorial urbana tem como fato gerador a propriedade, o domínio útil ou a posse de bem imóvel por 
natureza ou por acessão física, como definido na lei civil, localizado na zona urbana do Município. A 
função do IPTU é predominantemente fiscal. 
 
 
 
 
 
 
7. 
 
 
Na fase do lançamento do crédito tributário, não há que se falar 
em processo administrativo, mas sim em: 
 
 
Procedimento Uniforme. 
 
 
Processo Legal. 
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
 
 
Processo Tributário. 
 
 
Processo Judicial. 
 
 
Procedimento Administrativo. 
 
 
 
Explicação: 
Procedimento Administrativo. 
 
 
 
 
 
8. 
 
 
São aos Impostos SOBRE O PATRIMÔNIO, exceto: 
 
 
 
N. D. A. 
 
 
IPTU, ISSQN e IPVA 
 
 
IPI, IR e ISSQN; 
 
 
IPTU, IOF e ITR; 
 
 
IPTU, IPVA e ITR; 
 
 
 
Explicação: 
De acordo com o artigo 32 do Código Tributário Nacional o imposto sobre a propriedade predial e 
territorial urbana tem como fato gerador a propriedade, o domínio útil ou a posse de bem imóvel por 
natureza ou por acessão física, como definido na lei civil, localizado na zona urbana do Município. A 
função do IPTU é predominantemente fiscal. 
O Imposto sobre a propriedade de veículos automotores é sobre o patrimônio pessoal. O fato gerador do 
tributo é ter a propriedade de veículo automotor. 
A base de cálculo é o valor do veículo a cada ano. O contribuinte, sujeito passivo, é o proprietário do 
veículo automotor. 
O Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural é um imposto pessoal sobre o patrimônio imobiliário que 
possui função fiscal.Tem como fato gerador, de acordo com o artigo 29 do Código Tributário Nacional 
(CTN), a propriedade, o domínio útil ou a posse de imóvel por natureza, como definido na lei civil, 
localização fora da zona urbana do Município. O ITR só incide sobre a terra. Assim, estão excluídas as 
construções, instalações e benfeitorias. Pouco importa a destinação do imóvel. O que é considerado para 
a incidência do ITR é a localização, ou seja, que esteja situado fora da zona urbana. 
 
 
 
 
 
 
 Não Respondida Não Gravada Gravada 
 
 
 
 
Exercício inciado em 02/06/2020 02:39:33. 
http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp