A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Lançamentos Tributários

Pré-visualização | Página 1 de 1

UVA – Universidade Veiga de Almeida 
Administração 
Direito Aplicado à Gestão 
Professora: FATIMA C. S. Gertemberger 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AVALIAÇÃO AVA2 – LANÇAMENTOS NO CTN 
 
 
 
 
 
 
BERNARDO FITIPALDI MOTHE 
2020.1 
Situação Problema: 
 Lançamento é ato privativo da Fazenda Pública, e, segundo o art. 142 do CTN, 
é o procedimento administrativo vinculado que verifica a ocorrência do fato 
gerador, identifica o surgimento passivo da obrigação tributária, determina a 
matéria tributável, aponta o montante do crédito e aplica, se for o caso, a 
penalidade cabível. Desse modo, em quais modalidades de lançamento ocorre 
primeiramente a participação do sujeito passivo, explique como ela se dá. 
 
“O lançamento tributário está previsto no artigo 142 do CTN e é definido como um 
procedimento que declara formalmente a ocorrência do fato gerador, definindo os 
elementos materiais da obrigação tributária, apurando o valor devido e identificando o 
sujeito passivo, para que assim, possa ocorrer a cobrança do tributo ou da penalidade 
pecuniária, ou seja, o lançamento tributário não apenas declara, assim como não 
apenas constitui o crédito tributário, mas sim, declara a situação ocorrida no fato 
gerador e constitui o crédito tributário pelo lançamento, tornando-o líquido.” 
 
Primeiros passos para cobrança de um tributo: 
 
 
 
Todo tributo nasce com um fato gerador. Depois de praticado esse fato, surge a 
obrigação tributária e um pouco depois surge o crédito. 
O crédito tributário não se dá de forma tributária, ele é constituído através da 
prática do lançamento. 
http://www.jusbrasil.com.br/topicos/10572628/artigo-142-da-lei-n-5172-de-25-de-outubro-de-1966
http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/111984008/c%C3%B3digo-tribut%C3%A1rio-nacional-lei-5172-66
De acordo com o art. 142 do Código Tributário Nacional, o lançamento tributário é o 
ato pelo qual uma autoridade administrativa do FISCO verifica o montante do tributo 
que é devida. Verifica quem tem que pagar aquele tributo e se há alguma penalidade 
a ser aplicada. 
Assim, feito o lançamento, o crédito tributário está constituído. 
Porém, existem 3 tipos de lançamentos para efeitos tributários. Eles podem ser de 
ofício, por declaração ou por homologação. 
✓ Lançamento de ofício: 
 
A autoridade administrativa calcula todo o tributo, notifica o devedor e já diz 
quanto ele deve pagar. 
 
Exemplo: IPVA e IPTU. O contribuinte somente tem que pagar o valor que já 
foi comunicado pelo FISCO. 
 
✓ Lançamento por declaração: 
 
O contribuinte declara a ocorrência de determinado fato. Nesse caso, após 
essa declaração, o FISCO calcula o valor do tributo que é devido e notifica o 
contribuinte, que então vai fazer o pagamento. 
 
Exemplo: Isso ocorre no imposto sobre transmissão causa mortis e doação. 
 
✓ Lançamento por homologação: 
 
Ocorre o que a doutrina chama de auto lançamento tributário. Ou seja, o próprio 
contribuinte, quando ocorre o fato, ele mesmo calcula o valor, faz o pagamento 
e então comunica o FISCO. Nesse caso, o FISCO vai verificar se o valor está 
correto ou não somente após o pagamento. Se o valor estiver correto, ele 
simplesmente estingue o crédito. Se estiver incorreto, ele notifica o contribuinte 
e, se for o caso, aplica penalidade. 
 
Exemplos: Contribuição previdenciária e o ICMS 
 IRRF (Imposto de Renda) 
 
Há uma polemica na classificação do imposto de renda. Parte da doutrina acha 
que é lançamento por declaração, porque o contribuinte declara no sistema 
todos os fatos, o próprio sistema calcula, e ele efetua o pagamento. 
 
Já a outra parte da doutrina fala que o software é simplesmente um auxílio para 
o contribuinte calcular. Ou seja, é ele que faz o cálculo, é ele que faz o 
pagamento e, depois, a receita simplesmente homologa. 
 
Modernamente, a maior parte da doutrina entende que o importo de renda é 
lançamento por homologação. 
 
 
Bibliografia: 
 https://jus.com.br/artigos/38112/credito-tributario-e-especies-de-lancamento 
VALLE BEZERRA, AMANDA. 
CREDITO TRIBUTARIO E ESPÉCIES DE LANÇAMENTO 
JUS.COM.BR 
ACESSO EM 22.05.2020 
 
https://allanmunhozgomes.jusbrasil.com.br/artigos/536248506/o-lancamento-tributario-e-suas-
modalidades 
MUNHOZ GOMES, ALLAN. 
O LANÇAMENTO TRIBUTÁRIO E SUAS MODALIDADES. 
JUSBRASIL.COM.BR. 
ACESSO EM 22.05.2020 
 
https://jus.com.br/artigos/38112/credito-tributario-e-especies-de-lancamento
https://allanmunhozgomes.jusbrasil.com.br/artigos/536248506/o-lancamento-tributario-e-suas-modalidades
https://allanmunhozgomes.jusbrasil.com.br/artigos/536248506/o-lancamento-tributario-e-suas-modalidades