PRÁTICAS-PARA-A-SALA-DE-AULA-E-BOOK-V2
124 pág.

PRÁTICAS-PARA-A-SALA-DE-AULA-E-BOOK-V2


DisciplinaEducação Especial16.787 materiais400.615 seguidores
Pré-visualização33 páginas
Práticas 
para a 
sala de aula 
baseadas em 
 evidências
 
 
 
Fernanda Tebexreni Orsati 
Tatiana Pontrelli Mecca 
Natália Martins Dias 
Roselaine Pontes de Almeida 
Elizeu Coutinho de Macedo 
 
 
 
 
 
 
 
São Paulo, 2015 
 
 
© Memnon Edições Científicas Ltda., 2015. 
 
ISBN 978-85-7954-086-8. 
 
Conselho Editoral 
Alessandra Gotuzo Seabra 
(Universidade Presbiteriana Mackenzie \u2013 UPM) 
Márcia Siqueira de Andrade 
(Centro Universitário FIEO \u2013 UniFIEO) 
Cristiane Rufino de Macedo 
(Universidade Federal de Sâo Paulo \u2013 Unifesp; Centro Cochrane do Brasil) 
 
Todos os direitos de publicação reservados por 
Memnon Edições Científicas Ltda. EPP 
Telefax (11) 5575.8444 - www.memnon.com.br 
 
Supervisão editorial: Silvana Santos 
Projeto gráfico e editoração: Catarina Ricci 
Revisão gráfica: Silvia Cristina Rosas 
Versão digital: Sérgio Braganti 
 
Todos os direitos reservados e protegidos por lei. Proibida a reprodução deste volume ou de qualquer 
parte deste volume, por quaisquer meios, sem a prévia autorização expressa dos editores e detentores dos 
direitos autorais. 
 
Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) 
(Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) 
 
Práticas para a sala de aula baseadas em evidências [livro eletrônico] / Fernanda 
Tebexreni Orsati ... [et al.]. -- São Paulo : Memnon, 2015. 
 1.179 Kb ; PDF 
 
Outros autores: Tatiana Pontrelli Mecca, Natália Martins Dias, Roselaine Pontes 
de Almeida, Elizeu Coutinho de Macedo 
Bibliografia. 
ISBN 978-85-7954-086-8. 
 
1. Educação baseada em evidências 2. Estudantes - Desempenho - Avaliação 
3. Pedagogia 4. Prática de ensino 5. Rendimento escolar 6. Sala de aula - Dire-
ção I. Orsati, Fernanda Tebexreni. II. Mecca, Tatiana Pontrelli. III. Dias, Natália 
Martins. IV. Almeida, Roselaine Pontes de. V. Macedo, Elizeu Coutinho de. 
 
15-05169 CDD-371.102 
 
Índices para catálogo sistemático: 
 
1. Sala de aula : Práticas baseadas em evidências : 
Pedagogia : Educação 371.102 
Sobre os Autores 
Fernanda Tebexreni Orsati 
Psicóloga e Mestre em Distúrbios do Desenvolvimento pela Univer-
sidade Presbiteriana Mackenzie. Doutora em Educação Especial e In-
clusiva pela Faculdade de Educação da Syracuse University. Pesqui-
sadora clínica associada do Hussman Institute for Autism em Balti-
more, USA. Professora Adjunta na Universidade de Maryland Balti-
more County e professora convidada na Universidade de Syracuse, 
onde ministra cursos online e cursos internacionais. 
Tatiana Pontrelli Mecca 
Psicóloga pela Universidade São Francisco, Mestre e Doutora (Pós-
doutorada) em Distúrbios do Desenvolvimento pela Universidade 
Presbiteriana Mackenzie (UPM). Professora do Programa de Pós-
graduação Stricto Sensu em Psicologia Educacional do Centro Uni-
versitário Fieo (Unifieo). Coordenadora do Grupo de Investigação 
em Neuropsicologia, Desenvolvimento e Educação GINDE-Unifieo 
e pesquisadora do Grupo de Neuropsicologia Infantil da UPM. 
Natália Martins Dias 
Psicóloga pela Universidade São Francisco, Mestre, Doutora e Pós-
doutora em Distúrbios do Desenvolvimento pela Universidade Pres-
biteriana Mackenzie (UPM). Professora do Departamento de Psicolo-
gia [graduação e pós-graduação Stricto Sensu] na Universidade Fede-
ral de Santa Catarina (UFSC). Coordenadora do Grupo de Investiga-
ção em Neuropsicologia, Desenvolvimento Infantil (GINDI) e do La-
boratório de Neuropsicologia Cognitiva e Escolar (LANCE). 
 
 
 
 
Sobre os Autores 
 
 
 
Roselaine Pontes de Almeida 
Pedagoga, Psicopedagoga e Mestre em Educação e Saúde na Infância 
e na Adolescência pela Universidade Federal de São Paulo. Douto-
randa em Distúrbios do Desenvolvimento pela Universidade Presbite-
riana Mackenzie. Coordenadora técnica do Instituto ABCD e coorde-
nadora do projeto Todos Aprendem no Pacto pela Educação do Pará. 
Professora convidada do Curso de Especialização em Psicopedagogia 
da Universidade Presbiteriana Mackenzie e da Universidade Paulista. 
 
 
Elizeu Coutinho de Macedo 
Psicólogo pela Universidade de São Paulo, Mestre e Doutor em Psi-
cologia Experimental pela Universidade de São Paulo. Professor Ad-
junto do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Distúrbios do 
Desenvolvimento da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Coorde-
nador do Laboratório de Neurociências Cognitivas e Social da Uni-
versidade Presbiteriana Mackenzie. Pesquisador 1C, CNPq. 
 
 
 
Sumário 
 
 
Prefácio .............................................................................................. 6 
 
Apresentação ..................................................................................... 
 
Capítulo 1 
Sobre a Educação Baseada em Evidências ........................................ 
 
11 
 
Capítulo 2 
Educação Baseada em Evidências: A Experiência de Outros Países 
 
27 
 
Capítulo 3 
Educação e Problemas de Aprendizagem: Contexto Nacional.......... 
 
42 
 
Capítulo 4 
Evidências das Relações entre Desempenho Acadêmico e Habili-
dades Cognitivas................................................................................. 
 
 
53 
 
Capítulo 5 
Evidências das Intervenções em Funções Executivas........................ 
 
81 
 
Capítulo 6 
Práticas Baseadas em Evidências: Lições para a Escola e a Sala de 
Aula.................................................................................................... 
 
 
93 
 
Glossário ............................................................................................ 118 
 
Posfácio ............................................................................................. 121 
6 
 
Prefácio 
 
 
Vocês estão prestes a ler um livro que certamente se tornará umas 
das referências mais úteis em seu trabalho com crianças com dificulda-
des de aprendizagem. 
O campo de Educação Especial tem o privilégio de ter se benefici-
ado do conhecimento de psicólogos como Strauss, Werner, Fernald, 
Myklebust, Orton, entre outros. Entre os anos de 1940 e 1950, esses 
profissionais trabalharam em instituições para crianças com deficiência 
intelectual, onde suas observações sobre as habilidades e dificuldades 
de seus pacientes os levaram a criar sugestões para intervenções efeti-
vas. Esses psicólogos pioneiros descobriram que crianças aprendem 
mais rápido quando os objetivos educacionais dos professores seguem 
padrões de aprendizado baseando-se no desenvolvimento típico; por 
exemplo, a habilidade de desenho de linhas retas é adquirida antes do 
desenho de círculos ou linhas diagonais, por isso escrever a letra \u201cT\u201d 
deveria ser encorajado antes da letra \u201cK\u201d ou \u201cA\u201d. 
Os mesmos psicólogos também notaram que ensinar muito conte-
údo muito cedo e rapidamente, sem a repetição adequada para a conso-
lidação do aprendizado, acarreta erros que deverão, então, ser corrigi-
dos posteriormente. A aprendizagem sem erros se tornou uma ideia 
central, particularmente com o objetivo de criar estratégias de aprendi-
zado que promovam compreensão e memorização como, por exemplo: 
selecionar materiais e estratégias educacionais que mantenham a aten-
ção das crianças (atividades que envolvam manipulação de materiais, 
que evitem estimulação exagerada, que reduzam a dificuldade da tarefa, 
que o professor ofereça instruções diretas, que se evitem distratores 
visuais e auditivos); focar nas modalidades de aprendizado preferidas 
da criança e, ao mesmo tempo, compensar suas dificuldades; aumentar 
o tempo de execução esperado para que esteja alinhado com a veloci-
7 
dade de processamento de informação (mais tempo de espera quando a 
professora faz uma pergunta, por exemplo); sequenciar o ensino, par-
tindo dos detalhes para a ideia geral do conteúdo e vice-versa; basear-se 
na preferência do aluno (soletrar a palavra, descobrir a palavra pelo 
contexto ou letra inicial, explicitar a ideia