relatório sociologia
3 pág.

relatório sociologia


DisciplinaSociologia34.855 materiais1.335.547 seguidores
Pré-visualização1 página
UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ 
DEPARTAMENTO: Formação Pedagógica em História 
DISCIPLINA: Aspectos Antropológicos e Sociológicos da Educação 
TÍTULO: Observação e análise sociológica sobre os aspectos culturais existentes na comunidade local. 
NOME E MATRÍCULA: Igor Feitosa Moreira Pinto | 201907117059
DATA: 21/11/2019
OBJETIVO
Estabelecer relação entre cultura e educação nas comunidades próximas, para observar se a cultura está associada com a educação e se elas se influenciam mutuamente. 
INTRODUÇÃO
A sociologia apresenta-se então como uma divisão das Ciências Sociais, é um estudo sistemático dos grupos e sociedades criados pelos seres humanos e de como estes por outro lado, afetam a vida das pessoas. De modo amplo, todas as Ciências Sociais se debruçam sobre os estudos do comportamento humano. Mas, mesmo que se insiram num tema comum, básico a todas, cada ciência se volta para um aspecto distinto do comportamento. Especificamente, os sociológicos focalizam nas áreas nas quais a estrutura social e a cultura criam inter-relações, se interseccionam. 
Foi necessário entender as bases da vida social humana e da organização da sociedade usando um pensamento que permitisse a observação, o controle e a formulação de explicações plausíveis. A busca pela cientificidade da sociologia passa pela credibilidade que suas formas assumem frente a um mundo marcado pelo racionalismo, pela crença no poder da razão humana em alcançar a verdade, a fim de que fosse então possível prever e controlar os acontecimentos sociais a partir do uso de eficientes mecanismos de intervenção. 
PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS 
Sabemos o quanto a vida coletiva e as relações humanas são complexas. Através da sociologia passamos a uma nova instância, a outro patamar: temos formas diversas de observar, entender e enfrentar a realidade social. Nesse relatório a comunidade observada é a que vivo e a comunidade próxima onde a realidade é diferente de onde convivo. A realidade que convivo observo as pessoas que tiveram a oportunidade de estudar em escolas privadas e ao terminarem o ensino médio a maioria ingressou na faculdade, me incluo nos que ingressaram no nível superior. Mas ao observar a comunidade próxima a minha, verifiquei uma grande diferença, na fala, no modo de se vestir etc. Estou bem próximo de um rapaz que mora nessa comunidade que observei, pude ver como existe essa diferença bem acentuada. Ele mora em um lugar onde a prefeitura da cidade construiu casas para pessoas que não tinham moradia, com muito esforço sua mãe conseguiu adquirir. Mas lá a realidade é outra, é um setor onde a criminalidade manda, existe pessoas envolvidas com tráfico de drogas e que se nomeiam \u201cdonos\u201d do lugar, lá eles têm as próprias leis, não é qualquer pessoa que entra e sai dessa comunidade. 
Dentro disso tudo citado acima, vem o contraste de alguns moradores dessas casas, como a família deste rapaz, a mãe dele está desempregada e faz faxinas para sustentá-los pois ele tem mais três irmãos, seu pai é usuário de drogas e está preso por ter tentado matar a própria esposa. E mesmo com tantos problemas ele quer ser diferente, ele frequenta uma comunidade de fé, não quer deixar de ir à escola e fala que jamais entraria para o mundo do crime.
A cultura que aprendemos em casa a maioria das vezes influencia quem está convivendo, a família é um exemplo hábitos são passados de pais para filhos através da observação, com o tempo acaba se tornando involuntário. O meio que nós vivemos também nos influencia, claro que existem as exceções. Como em comunidades onde a criminalidade manda, crianças convivem ali e crescem achando normal, afinal é o ambiente onde moram e na maioria das vezes se envolvem no mundo onde na maioria das vezes nem chegam aos trinta anos de idade. 
Um dos mais importantes teóricos da sociologia, o alemão Max Weber (1864-1920), desenvolveu a base de seu pensamento sociológico observando o indivíduo. Para Weber, o indivíduo é responsável pela ação social. Mas o que é ação social? É a conduta humana dotada de sentido: o indivíduo age conduzido por motivos que resultam da influência, da tradição da emotividade e dos interesses racionais. O caráter social da ação do indivíduo decorre, segundo Weber, da interdependência dos indivíduos: um ator age sempre em função de sua motivação e da consciência de agir em relação a demais atores. Como as normas, às regras e os costumes sociais não são externos ao indivíduo, mas sim internalizado, ao agir, o indivíduo escolhe comportamentos, condutas que variam conforme as diferentes situações. 
RESULTADOS E CONCLUSÕES 
A sociologia assim como é próprio das ciências, nos permite olhar a realidade sob óticas variadas. Inclusive reside aí uma das maiores riquezas que as ciências nos proporcionam: a possibilidade de levantar diferentes hipóteses, ter outras visões, buscar e testar caminhos novos, questionar. 
A influência dos meios que os indivíduos convivem pode afetar e influenciar suas vivencias, através da cultura que já está inserida desde a sua família até a cultura que ele esteja conhecendo na atualidade como por exemplo na escola. Existe sim contraste apenas em uma cidade, como por exemplo entre os bairros, outros que são chamados de comunidade por ser habitada por pessoas mais simples e pobres, observa-se a luta diária daqueles que trabalham apenas para comer, e mesmo assim não desistem de tentar dar uma vida melhor para sua família, como citei no início do relatório sobre o rapaz que mora na comunidade local e sua realidade é diferente de muitas outras.
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA
CIZOTO, Sonelise Auxiliadora; DIÉGUEZ, Carla Regina Mota Alonso; PINTO, Rosângela de Oliveira. Homem, cultura e sociedade. Londrina: Editora e distribuidora Educacional S.A., 2016.