A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Atividade 2 - Desenho de Observação (A2)

Pré-visualização | Página 1 de 2

• Pergunta 1 
 
A proporção áurea, assim como os números da sequência de Fibonacci, está 
presente em muitos elementos da natureza, por isso, ela foi chamada de "proporção 
divina". Sobre a proporção áurea na natureza, analise as seguintes questões: 
 
I - Observando certas flores e outros elementos da natureza, Fibonacci desenvolveu a 
famosa sequência de Fibonacci. 
II - Um dos cientistas que identificaram a presença da proporção áurea na natureza 
foi o biólogo Charles Bonnet. 
III - O ramo de uma planta que tenha a forma da espiral áurea, terá em suas medidas 
os números da sequência de Fibonacci. 
IV - As conchas crescem de acordo com a proporção áurea, assim, se um de seus 
fragmentos mede 8 mm, o próximo medirá 15mm. 
 
Está correto o que se afirma em: 
 
Resposta Selecionada: 
II e III 
Resposta Correta: 
II e III 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. Fibonacci desenvolveu sua sequência baseado no 
conceito da proporção áurea e eu seus cálculos, não na observação de 
flores. Charles Bonnet identificou a proporção áurea, e os números da 
sequência de Fibonacci nas espirais presentes na flores. A espiral 
áurea tem em suas medidas os números da sequência de Fibonacci, 
assim, uma planta que tenha a sua forma, também terá as suas 
medidas. Como as conchas crescem em proporção áurea e um de seus 
fragmentos mede 8mm, o próximo fragmento terá 13, que é o 
próximo número da sequência de Fibonacci. 
 
 
• Pergunta 2 
 
Observe a figura: 
 
Figura: Fachada da catedral de Notre-Dame 
Fonte: ELAM, K. Geometria do Design: estudos sobre proporção e composição. 
 
Tradução: Claudio Marcondes. São Paulo: Cosac Naify, 2010, p. 21 
 
A imagem acima mostra o emprego da proporção áurea no desenho da catedral de 
Notre-Dame em Paris, cuja construção teve início no ano de 1.163. Com base na 
observação da imagem e no conteúdo estudado, analise as seguintes questões: 
 
I - A fachada da catedral de Notre-Dame é composta por vários retângulos áureos. 
II - O quadrado circunscrito no retângulo áureo dita a forma da maior parte da 
fachada, que fica abaixo das torres. 
III - A linha que corta o centro do círculo existente na região central da fachada 
divide o lado do quadrado na proporção áurea. 
IV - A fachada da catedral de Notre-Dame é perfeitamente simétrica, por isso ela é 
uma exemplo do uso da proporção áurea na arquitetura. 
 
Está correto o que se afirma em: 
Resposta Selecionada: 
I, II e III 
Resposta Correta: 
I, II e III 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. A fachada da catedral de Notre-Dame é definida por 
uma retângulo áureo, e outros retângulos áureos menores determinam 
as regiões que contém as portas, assim como a região intermediária 
da fachada. Toda a porção da fachada abaixo das torres, se inscreve 
em um quadrado, circunscrito no retângulo áureo. O elemento 
circular no centro da fachada tem como centro uma linha horizontal 
que divide a parte principal da fachada na proporção áurea. A 
simetria da fachada não é uma característica da proporção áurea. 
 
 
• Pergunta 3 
 
Mesmo desenhistas experientes evitam confiar no "golpe de vista" ao calcular as 
proporções de um objeto. Uma técnica bastante empregada para ajudar nesse cálculo 
é a técnica do lápis, que emprega esse instrumento para comparar as medidas dos 
objetos a serem desenhados. Sobre essa técnica, analise as seguintes questões: 
 
I - O motivo porque o desenhista segura o lápis com o braço esticado, é garantir que 
as medidas sejam obtidas a partir da mesma distância focal. 
II - Nesta técnica, o lápis serve de referência para a comparação de medidas, como 
se fosse uma unidade de medida. 
III - Se um objeto medido com o lápis, tiver a largura equivalente à metade do 
tamanho do lápis, e a altura igual ao tamanho do lápis, podemos dizer que este 
objeto está na proporção de 1:1. 
IV - Ao realizar a medida com a técnica do lápis deve-se fechar um dos olhos. 
 
Está correto o que se afirma em: 
 
Resposta Selecionada: 
I, II e IV 
 
Resposta Correta: 
I, II e IV 
Feedback 
da resposta: 
Resposta correta. I é correta, ao manter o braço esticado, a distância 
entre o lápis e os olhos será constante, evitando erros na medida. II 
correta, o lápis serve como medida de referência. III é incorreta, se a 
largura equivale à metade do lápis e altura é igual ao lápis, a 
proporção é de 1:2. IV é correta, pois ao fechar um dos olhos 
mantém-se o alinhamento correto entre o lápis e o objeto medido. 
 
• Pergunta 4 
 
Observe a figura abaixo: 
 
Figura: O nascimento de Vênus 
- Sandro Botticelli 
Fonte: Adaptado de Sandro Botticelli / Wikimedia Commons. 
Disponível em: 
https://pt.wikipedia.org/wiki/O_Nascimento_de_V%C3%AAnus#/media/Ficheiro:Sandr
o_Botticelli_-_La_nascita_di_Venere_-_Google_Art_Project_-_edited.jpg Acesso em: 
28/07/2019 
 
A imagem acima traz a obra “O Nascimento de Vênus”, do pintor renascentista 
italiano Sandro Botticelli, além de ilustrações que demonstram o uso da proporção 
áurea em sua composição. Com base na observação da figura e no conteúdo 
estudado, analise as seguintes questões: 
 
I - A proporção áurea foi usada por grandes artistas apenas para equilibrar a 
composição. 
II - Os personagens retratados na obra “O Nascimento de Vênus” se inscrevem 
perfeitamente em espirais áureas. 
III - As distâncias acima e abaixo da linha do horizonte estão em proporção áurea. 
IV - A Composição da obra de Botticelli é assimétrica, assim, a tela não está em 
proporção áurea, apenas os personagens retratados. 
 
Está correto o que se afirma em: 
 
Resposta Selecionada: 
II e III 
 
https://pt.wikipedia.org/wiki/O_Nascimento_de_V%C3%AAnus#/media/Ficheiro:Sandro_Botticelli_-_La_nascita_di_Venere_-_Google_Art_Project_-_edited.jpg
https://pt.wikipedia.org/wiki/O_Nascimento_de_V%C3%AAnus#/media/Ficheiro:Sandro_Botticelli_-_La_nascita_di_Venere_-_Google_Art_Project_-_edited.jpg
Resposta Correta: 
II e III 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. Além de equilíbrio, os artistas empregavam a 
proporção áurea pela beleza e harmonia que lhe são atribuídas. Os 
contornos que delimitam as figuras representadas na obra se alinham 
nitidamente à espirais áureas. A medida abaixo da linha da água é 
proporcional à altura da tela, assim a como à medida acima da linha 
da água, logo estão em proporção áurea. A questão da assimetria não 
determina se uma composição emprega a proporção áurea e sim a 
relação entre a medidas. 
 
• Pergunta 5 
 
Observe a seguinte ilustração: 
 
Figura: Retângulo áureo 
Fonte: Adaptada de HALLAWELL, P. À mão livre: a linguagem e as técnicas do 
desenho. 4. ed. São Paulo: Editora Melhoramentos, 2006, p.16 
 
A ilustração acima representa o retângulo áureo, que é derivado do segmento áureo, 
ou seja, está na proporção de 1:1,618. Considerando que no retângulo áureo acima o 
valor de y é 34, classifique as seguintes afirmativas como verdadeiras ou falsas: 
 
I - ( ) O valor de x é 21. 
II - ( ) O lado do quadrado inserido no retângulo equivale a 21. 
III - ( ) A base do retângulo mede 55. 
IV - ( ) O segmento de reta CZ equivale a um número da sequência de Fibonacci. 
 
A sequência correta se encontra na alternativa: 
 
Resposta Selecionada: 
V, F, V, F 
Resposta Correta: 
V, F, V, F 
 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. No retângulo representado, 'y' equivale ao 
segmento maior do segmento áureo, e 'x' equivale ao segmento 
menor, dividindo 34 (valor de x), por 1,618, temos 21. Logo o valor 
de x é 21. O lado do quadrado coincide com o valor de 'Y', portanto, 
mede 34 e não 21. A base do retângulo equivale a x+y, ou 34+21. que 
resulta em 55. O segmento de reta CZ equivale a metade de y, que é 
igual a 17, ou seja, não é um número da sequência de Fibonacci. 
 
• Pergunta

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.