A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
31 pág.
SIMULADO LDB

Pré-visualização | Página 2 de 16

aos educandos com deficiência, transtornos globais 
do desenvolvimento e altas habilidades ou 
superdotação, transversal a todos os níveis, etapas 
e modalidades, preferencialmente na rede regular 
de ensino. 
D. notificação ao Conselho Tutelar do Município, ao 
juiz competente da Comarca e ao respectivo 
representante do Ministério Público da relação dos 
alunos da educação básica que apresentem 
quantidade de faltas acima de vinte e cinco por 
cento do percentual permitido em lei. 
E. organização da educação básica em séries 
anuais ou ciclos, e calendário escolar adequado às 
https://www.instagram.com/prof.victorsoares/?hl=pt-br
https://www.youtube.com/channel/UCkjnm-lo1X0RLgMP0igc3PA
@prof.victorsoares Professor Victor Soares 
 
 
 
 
peculiaridades locais, inclusive climáticas e 
econômicas, a critério do respectivo sistema de 
ensino, podendo, com isso, reduzir o número de 
horas e dias letivos previstos na lei. 
_____________________________________ 
09- O Brasil atual, assim como as demais 
sociedades urbano-industriais capitalistas, assume 
a instrução da população como elemento importante 
no equacionamento de questões econômicas, 
sociais, políticas e culturais. Isso se evidencia no 
ordenamento legal da educação escolar por meio da 
Constituição Federal de 1988 e da Lei de Diretrizes 
e Bases da Educação Nacional nº 9.394/96, bem 
como por meio de diretrizes curriculares nacionais 
para as diferentes etapas da educação básica e da 
superior. Em seu artigo 1º , a Lei nº 9.394/96, 
alinhada com o artigo 205 da C.F./88, conceitua 
educação como um processo 
 
A. abrangente, envolvendo a formação que se dá na 
família, na convivência social, no trabalho e em 
instituições escolares. 
B. complexo, destinado a moldar o caráter do 
cidadão e prepará-lo para a vida democrática e o 
trabalho. 
C. instrucional, de assimilação de conhecimentos 
científicos, literários e artísticos, sob a 
responsabilidade das escolas. 
D. psicossocial, de transmissão de valores e 
atitudes que garantem a convivência civilizada e a 
operosidade no trabalho. 
E. humanizador e democratizante, destinado a 
promover relações de igualdade e solidariedade 
entre os brasileiros. 
 _____________________________________ 
10- De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da 
Educação Nacional, em seu art. 58, entende-se por 
Educação Especial a modalidade de educação 
escolar oferecida preferencialmente na rede regular 
de ensino para educandos com 
 
A. deficiência, com transtornos globais do 
desenvolvimento e com altas 
habilidades/superdotação 
B. vulnerabilidade social em diferentes situações. 
C. transtornos de aprendizagem e com deficiência. 
D. deficiência e atrasos do desenvolvimento. 
E. transtornos do desenvolvimento e transtornos 
mentais. 
 _____________________________________ 
11- A relação entre educação, escola e sociedade 
é um tema amplamente discutido na área 
educacional e, também, está presente em diversos 
documentos legais, como, por exemplo, a 
Constituição Federal de 1988, a LDBEN (Lei nº 
9.394/1996) e Plano Nacional de Educação (Lei nº 
13.005/2014). No caso da Lei nº 9.394/1996, o art. 
12 dispõe que os estabelecimentos de ensino, 
respeitadas as normas comuns e as do seu sistema 
de ensino, terão, entre outras incumbências, a de: 
“VI. articular-se com as famílias e a comunidade, 
criando 
 
A. laços de amizade entre todas elas”. 
B. processos de integração da sociedade com a 
escola”. 
C. relações de confiança entre os alunos e suas 
famílias”. 
D. espaços de estudos e aprimoramento e 
atualização para todos”. 
E. momentos de reflexões sobre a relação entre a 
escola e a comunidade”. 
_____________________________________ 
12- Uma das principais leis educacionais do Brasil, 
a Lei Federal n° 9.394, de 20.12.96, estabelece as 
diretrizes e bases da educação nacional. Ao tratar 
das disposições gerais da educação básica, em seu 
artigo 24, determina que a educação básica deverá 
organizar-se de acordo com regras comuns, dentre 
elas a seguinte: 
 
A. a carga horária mínima anual será de mil horas 
para o ensino fundamental e para o ensino médio. 
B. a carga horária mínima anual deverá ser 
distribuída por um mínimo de cento e oitenta dias de 
efetivo trabalho escolar. 
C. o controle de frequência ficará a cargo da escola, 
sendo exigida a frequência mínima de sessenta por 
cento do total de horas letivas para aprovação. 
D. o ensino da arte, especialmente em suas 
expressões regionais, constituirá componente 
curricular obrigatório da educação básica. 
E. as artes visuais, a dança, a música e o teatro são 
as disciplinas que constituirão o componente 
curricular do ensino da arte. 
_____________________________________ 
13- A Constituição Federal/88, a Lei Federal nº 
9.394/96 (LDBEN) e a Lei Federal nº 8.069/90 
(ECA) estabelecem a democratização da gestão 
escolar no Brasil. Segundo a Constituição 
Federal/88, Art. 206, o ensino será ministrado com 
base em alguns princípios, entre eles, “gestão 
democrática 
 
A. do ensino básico na forma da lei”. 
B. do ensino público na forma da lei”. 
C. do ensino privado na forma da lei”. 
https://www.instagram.com/prof.victorsoares/?hl=pt-br
https://www.youtube.com/channel/UCkjnm-lo1X0RLgMP0igc3PA
@prof.victorsoares Professor Victor Soares 
 
 
 
 
D. do ensino superior na forma da lei”. 
E. do ensino público e privado na forma da lei”. 
 _____________________________________ 
14- Estudando a legislação educacional brasileira 
para um concurso público que pretendia prestar, 
Anderson verificou que, quanto à gestão 
democrática, no que diz respeito à participação 
como princípio, a Lei nº 9.394/96 (LDBEN) dispõe, 
no Art. 14, que “Os sistemas de ensino definirão as 
normas da gestão democrática do ensino público na 
educação básica, de acordo com as suas 
peculiaridades e conforme os seguintes princípios: I 
– participação dos profissionais da educação na 
elaboração do projeto pedagógico da escola; II – 
participação das comunidades escolar e local em 
 
A. reuniões pedagógicas para elaboração de planos 
de ensino”. 
B. atuações cooperativas na execução de tarefas 
esporádicas”. 
C. conselhos municipais de educação ou 
equivalentes”. 
D. conselhos escolares ou equivalentes”. 
E. trabalhos voluntários e beneficentes”. 
_____________________________________ 
 15- Ao estudar o tema “educação inclusiva”, Joyce 
concluiu acertadamente que levar adiante esse tipo 
de educação exige mais do que um professor 
capacitado, pois é necessário existir um bom 
planejamento, recursos materiais e humanos, bem 
como um bom entrosamento entre todos os 
profissionais da escola e entre a escola e as 
famílias. Em resumo, a implementação da educação 
inclusiva depende do compromisso ético de cada 
profissional, de cada família, de cada escola ou rede 
de ensino, com uma educação de qualidade para 
todos. Nesse sentido, dirigindo-se especificamente 
aos professores, a Lei nº 9.394/96 (LDBEN) 
especifica, no Art. 13, que esses profissionais 
devem 
 
A. zelar pela aprendizagem dos alunos. 
B. ser portadores de cursos de especialização. 
C. propor atividades extras para os alunos de 
inclusão. 
D. manter-se atualizados por meio de cursos de 
extensão. 
E. sugerir atividades para os pais trabalharem em 
casa com seus filhos. 
_____________________________________ 
16- Quanto à função social da Escola, a Lei Federal 
nº 9.394/96, LDBEN, no artigo 2º, dispõe que: “A 
educação, dever da família e do Estado, inspirada 
nos princípios de liberdade e nos ideais de 
solidariedade humana, tem por finalidade 
 
A. a igualdade de condições para o acesso e 
permanência na escola dos educandos com altas 
habilidades”. 
B. o pleno desenvolvimento do educando, seu 
preparo para o exercício da cidadania e sua 
qualificação para o trabalho”. 
C. o atendimento educacional especializado 
gratuito aos educandos com deficiência e/ou 
transtornos globais do desenvolvimento”. 
D. a oferta de educação escolar regular para jovens 
e adultos, com características e