Aula 01 - História da Química e Leis Ponderais
36 pág.

Aula 01 - História da Química e Leis Ponderais


DisciplinaQuímica43.355 materiais1.700.380 seguidores
Pré-visualização2 páginas
História da Química
Pré-História a Idade Média
Aula 01
Lucas Queiroz
Fabricação de Armas
 8000 a.C. até 5000 a.C
2.5 milhões - 10.000 a.C
Paleolítico
Neolítico
Descoberta do Fogo
Obtinham o fogo através de:
-Incêndio por raios
-Queima espontânea
Utilizações do Fogo
- Se Aquecer
- Afugentar Animais
- Cozinhar Alimentos
-Iluminação
-Proteção
Descobrindo os Metais
Malaquita
Hematita
Fundindo Metais
Utilizações dos Metais
Número Atômico: 31
Massa Atômica: 69.723
Ponto de Ebulição: 2400 °C
Ponto de Fusão: 29 °C
Densidade: 5.91 g/cm3
Ga
31
69.723
Hg
80
200.592
Número Atômico: 31
Massa Atômica: 69.723
Ponto de Ebulição: 2400 °C
Ponto de Fusão: 29 °C
Densidade: 5.91 g/cm3
Técnica de Separação
Chumbo
>
Prata
	Elemento	Ponto de fusão
	Chumbo	327,5°C
	Prata	961,8°C
Técnica de Separação
Copelação
Forno de Copelação antigo
Forno de Copelação Moderno
Fabricação de Ligas
Bronze
Aço
Essencialmente de Ferro e Carbono
Essencialmente de Cobre e Estanho
Fabricação de Ligas
Latão
Ouro 18 Quilates
Essencialmente de Cobre e zinco
especiarias
Surgimento da Alquimia
Doutrina Filosófica
Teoria \u201cCientífica\u201d
Arte Prática
Doutrina Mística
Alquimia (300 a 1400 d.c)
Origem árabe: el-kimyâ (Terra Negra)
	-Demócrito e Leucipo 400 a.c
	-Finalidade de transformar os metais e a medicina
	- Conhecimento Prático + Misticismo
	-Busca pelo Elixir da Longa Vida e a Pedra Filosofal
	-Falsificação de Produtos
	
A Alquimia da Pirataria
-Séc. III Papiros de Leiden e Stockholm
Por que não transformar a prata em ouro?
Chumbo > Prata > Ouro
Transmutação do Ouro ou Chrysopoeia
Chryson = Ouro
Poeia = produzir
Pedra Filosofal
(mistura ou composto)
Experimentos realizados pelos Alquimistas
Elixir da Longa Vida
Iatroquímica
Paracelsus 
(1490 \u2013 1541)
Cura de Doenças
Misticismo
Magnetismo Animal
Extratos Alcoólicos
Remédios de bases inorgânicas
Século XVII	
The Sceptical Chemist
Censurou mistificações
Lei de Boyle
 P x V = k T = constante
Sugeriu que a matéria era feita de corpúsculos
Robert Boyle
(1627-1691)
Século XVIII
Antonie Lavoisier(1743-1794):
 Químico mais marcante do século
Novo sistema de nomenclatura 
 Teoria dos ácidos
 Princípio da Conservação das Massas
 Estudo e comprovação dos três estados da matéria 
Esteve envolvido na descoberta do Oxigênio simultâneo a Joseph Priestley
 Respondeu dúvida da época como a Teoria do Flogístico
Notou um significativo número de ácidos em seus respectivos sais
Construção de aparelhos de precisão de laboratórios
Século XVIII
Lei da Conservação das Massas
1 C
1 O2
1 CO2
6 g
32 g
44 g
C
O O
O O
C
\u201cEm um sistema fechado, a massa total dos reagentes é igual à massa total dos produtos\u201d
Teoria do Flogístico, segundo Ernest Stahl
Segundo Stahl os corpos combustíveis possuiriam uma matéria chamada flogisto, liberada ao ar durante os processos de combustão (material orgânico) ou de calcinação (metais). "Flogisto" vem do grego e significa \u201cinflamável", "passado pela chama" ou "queimado". A absorção dos flogistos do ar seria feita pelas plantas.
COM Flogisto
SEM Flogisto
Século XIX
Justus von Liebig(1803-1873) funda a primeira escola de formação de químicos, na Universidade de Giessen, na Alemanha, em 1825
O primeiro químico a representar a de químico por seus conhecimentos foi Joseph-Louis Gay-Lussac, professor de Liebig.
Gay-Lussac foi o primeiro a afirmar que a água é composta por duas partes de Hidrogênio e uma parte de Oxigênio
Responsável pela Lei de Gay-Lussac que afirma que a pressão de um gás cresce proporcionalmente a sua temperatura
Joseph-Louis Gay-Lussac
(1778-1850)
Século XIX
Concretizou a Tabela Periódica
Percebeu os comportamentos semelhantes entre os compostos e os enunciou de forma precisa
Dmitri Ivanovitch Mendeleiev
(1834-1907)
Friedrich August Kekulé von Stradonitz 
(1829-1896)
Estudou na escola de Liebig
Seus maiores feitos foram na química orgânica
O principal deles foi a estrutura da molécula de Benzeno
Século XIX
Louis Pasteur
(1822-1895)
Grande sistematizador químico do século XIX
Estudos no soro anti-rábico
Tratamento de doenças em animais e plantas
Pioneiro na quimioterapia
Estudos em Microbiologia contradizendo a teoria da geração espontânea
Realizou descobertas com a parceria de Jöns Jakob Berzelius(1779-1848) que criou o conceito de Isomeria 
Em 1876, publicou seus Estudos sobre a cerveja, contribuindo para o estabelecimento das técnicas de produção da época
Combinando com os estudo de Charles Darwin(1809-1882) viriam a ser os pilares para o desenvolvimento da biologia
Serviu como base para os estudos da assepsia cirúrgica que matava 45% dos pacientes por infecção devido aos cortes.
Criou o processo da Pasteurização:
Aquecimento por alguns minutos a temperaturas de 50 a 60°C
Resfriamento Brusco
O Choque térmico é suficiente para matar os microorganismos indesejados
Envolveu-se no estudo do Antraz do gado
Doença transmitida pelo Bacillus anthracis que matava os gados e contaminava o solo
Entre 1876 e 1881 conseguiu uma forma de atenuar o bacilo que, inoculada, tornava os anmais resistentes
Chamou o processo de Vacinação
Século XIX
Louis Pasteur
(1822-1895)
Na área médica, Pasteur criou o soro anti-rábico, deixando na história a tão importante realização, curando a jovem criança submetida à aplicação, sendo totalmente curado em 10 dias, e em pouco tempo, mais 350 pacientes foram igualmente tratados.
A técnica de enfraquecer os agentes(hoje sabemos que eram vírus) era conservando-os a seco por duas semanas e suspensão em meio adequado.
Século XX
Escreveu o livro Beitrag zur konstitution anorganischer Verbindungen em 1893
Conceito de átomo central
Número de coordenação(valência)
Conceito que posteriomente seriam essenciais para os estudos em ligações químicas e estrutura molecular
Alfred Werner
(1866-1919)
Século XX
Fez parte do Projeto Manhattan de 1942 a 1946
Um dos químicos mais importantes do século dentre os que mais se destacaram
Descobriu novos elementos a partir do estudo da química nuclear
Ganhou o Prêmio Nobel em 1951 pela síntese de elementos a partir do Urânio
Glenn Theodore Seaborg
(1912-1999)
Conseguiu transformar bismuto em ouro
Século XX
Carl Linus Pauling 
(1901 \u2013 1994)
Popularmente conhecido como o desenvolvedor do método de distribuição eletrônica
Contribuiu com significativamente com a teoria quântica para a resolução de problemas químicos como a teoria de ligação de valência, completando o que Werner tinha suposto no anos antes
Desenvolveu inúmeras pesquisas da parte da química biológica, como um substituto sintético para o plasma sanguíneo
Recomendava overdoses diárias de vitamina C para a prevenção de inúmeras doenças inclusive câncer
Leis Ponderais
No final do século XVIII, os cientistas Antoine Laurent Lavoisier e Joseph Louis Proust, através de estudos experimentais, concluíram que as reações químicas obedecem a determinadas leis. Essas leis são chamadas de leis ponderais e relacionam as massas das substâncias, reagentes e produtos participantes de uma reação química
Lei de Lavosier
Lei da Conservação das Massas
1 C
1 O2
1 CO2
6 g
32 g
44 g
C
O O
O O
C
\u201cEm um sistema fechado, a massa total dos reagentes é igual à massa total dos produtos\u201d
Lei de Proust
Enunciada por Joseph Louis Proust, em 1797
	12 g C	+	 32 g O2	=	 44 g CO2
	24 g C	+	 64 g O2	=	 88 g CO2
	120 g C	+	320 g O2	=	440 g CO2
Em uma reação química, as massas dos reagentes e as massas dos produtos estabelecem sempre uma proporção constante
	mgás oxigênio/mcarbono	mgás carbônico/mcarbono	mgás carbônico/mgás oxigênio
	32/12 = 2,66	44/12 = 3,66	44/32 = 1,375
	64/24 = 2,66	88/24 = 3,66	88/64 = 1,375
	320/120 = 2,66	449/120 = 3,66	440/320 = 1,375
Ou Lei das Proporções Constantes
Composição Centesimal
	Com base nas Leis Ponderais, também podemos definir a percentagem, em massa, de cada elemento presente em uma substância, ou seja: a composição