A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
AV1 - CLÍNICA MÉDICA VETERINÁRIA DE EQUÍDEOS

Pré-visualização | Página 1 de 1

.Nome
2.Matrícula
3.Em um equino com Abdome agudo qual a finalidade e como deve ser realizada a coleta do líquido peritoneal ? 
O procedimento fornece dados complementares importantes, através de exame físico e bioquímico, classificação e contagem das células e detecção de bactérias no líquido peritoneal informando o provável grau de comprometimento da parede intestinal, direcionando a conduta clínica e o prognóstico. 
Sua coleta é realizada por abdominocentese, através da punção com agulha
estéril 40x1,2 na linha mediana do abdômen, aproximadamente 10 cm caudal ao processo xifoide e com prévia tricotomia e antissepsia local e o armazenamento da amostra é realizado em frasco com e sem anticoagulante. 
4.Grande parte dos casos de abdome agudo equino se originam em falhas durante o manejo alimentar. Cite quatro situações em que isso pode ocorrer e quais quadros (tipo de cólica) esses erros produzem
Quando é fornecida água ou forragem no solo, levando a ingestão de areia, pode levar ao acúmulo do material no cólon gerando cólica por sablose. 
Quando é fornecido alimento com alto percentual de fermentação em quantidade, pode levar a cólica gasosa. 
Quando não é fornecida água em quantidade suficiente ou o animal não tem acesso a ela, pode levar a cólica por sobrecarga gástrica. 
Quando é fornecido volumoso de baixa digestibilidade levando ao aumento de movimentos peristálticos, pode causar cólica do tipo espasmódica. 
5.Oque é o "dente de Lobo" no cavalo e quais problemas ele pode desencadear? 
É o primeiro dente pré-molar e é rudimentar/vestigial que pode estar presente e nascer de diferentes formas e tamanho. Pode receber choques e pressão da embocadura e ser movimentado na hora da mastigação gerando desconforto e dor; caso cresça em direção à língua, palato ou bochechas pode levar a ferimentos nestas regiões e possíveis infecções. 
6.Como podemos diferenciar e diagnosticar as doenças pulmonares inflamatórias através da citologia do lavado bronco alveolar?
Obstrução recorrente das vias aéreas é uma doença complexa, multicausal de alta relevância em animais encocheirados que tem como principal lesão a bronquiolite com constricção da musculatura lisa brônquica e obstrução das vias aéreas por muco. Atinge preferencialmente animais com 8 anos ou mais e leva a intolerância ao exercício. No lavado bronco alveolar tem: neutrofilia (superior a 20%), linfopenia, diminuição dos macrófagos alveolares e presença de espirais de Curschamn. 
Doença inflamatória das vias aéreas é uma inflamação de caráter mais branda e ocorre preferencialmente em jovens e tem etiologia múltipla. Leva à secreção mucóide e baixa perfomance. No lavado broncoalveolar tem: presença maior que 5% de neutrófilos e 3% de mastócitos e eosinofilia. 
Hemorragia pulmonar induzida por esforço é uma doença inflamatória de vias aéreas superiores com alta relevância em cavalos de corrida, ainda de etiologia e fisiopatogenia desconhecida que provoca ruptura dos capilares pulmonares. No lavado bronco alveolar tem: presença de 93% de hemossiderófagos (hemossiderina) e aumento significativo na porcentagem de eosinófilos. 
7.Um equino deu entrada no Hospital Veterinário com fístula dentária no seio maxilar, na localização da raiz dentária do elemento dentário 208. Além da fístula, cite três sinais clínicos que devem frequentemente estar presentes, quais exames complementares devem ser solicitados e qual o tratamento adequado
Pode ter aumento de volume no local infeccionado, dificuldade de mastigação e perda de peso associado a este quadro. Para o diagnóstico, é feita inspeção de toda boca com uso de equipamentos auxiliares como espéculos e espelho; fazer radiografia também é recomendado. Para o tratamento, realizar a exodontia do elemento 208 com uso de anti-inflamatórios e antibióticos.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.