A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Saúde do trabalhador

Pré-visualização | Página 1 de 2

B i a n c a L o u v a i n S a ú d e e s o c i e d a d e I V | 1 
 
................ saude do trabalhador ................ 
Ao falarmos da história do trabalhador, nos chama atenção o trabalho sempre ser o causador 
de doenças. Visto isso porque não existia, até então, o médico do trabalho? Porque mesmo o 
trabalho sendo responsável pelo aparecimento de doenças, elas não eram evidentes e nem 
associadas ao trabalho. Além disso, os trabalhos mais intensos eram realizados por uma classe 
social mais baixa e que já tinha uma presunção do que os prejudicava. 
Qual o ponto de destaque para identificar que o trabalho é um dos determinantes de 
saúde? É durante a revolução industrial que ocorre a comprovação, de forma explícita, que o 
trabalho causa ou pode causar malefícios ao homem. 
Ao imaginar, em 2019, um índice de desemprego de 12,9 milhões em um país com 200 milhões 
de habitantes aproximadamente, como uma pessoa vai cuidar da saúde se ela está 
desempregada ou ganhando muito pouco? A prática é mais devasta que a teoria. 
Poucas pessoas se realizam no trabalho e a grande maioria sofre por trabalhar. 
[ HISTÓRIA DO TRABALHO ] 
Na revolução industrial – segunda metade do século 
XVIII – os meios de profissão mudaram e o que era 
artesanal virou mais industrial. Passou a ter linhas de 
produção e aumento dos bens produzidos. As pessoas 
não tinham treinamento para lidar com aquelas 
maquinarias, não havia dispositivo de segurança. 
Com essa mudança temos o surgimento de diversas 
doenças (e acidentes de trabalho) ocasionadas pelo 
trabalho e condições ambientais fornecidas pelo local 
de trabalho. As fábricas eram confinadas, não havia 
ventilação e havia aglomeração de pessoas, o que 
favorecia as doenças infectocontagiosas. Fora que 
naquela época não se sabia ao certo sobre os patógenos, 
antibióticos, resultando em muitas mortes por 
condições de trabalho precárias. 
Além disso, as pessoas trabalhavam por um salário baixo e por tempo estendido. E, como não 
havia regulamentos, tanto crianças, como idosos e jovens trabalhavam. 
- PRIMEIRA LEI DE PROTEÇÃO AOS TRABALHADORES (1802): 
A partir disso, os problemas de saúde começaram a ficar mais evidentes. Então surgiu a 
primeira lei, aprovada pelo parlamento britânico em 1802, para o mínimo de proteção dos 
trabalhadores. Essa lei recomendava: 
 Obrigatória a ventilação das fábricas – não poderia mais ser confinado; 
 Lavagem das paredes das fábricas pelo menos duas vezes ao ano; 
 Idade mínima para trabalho; 
 Jornada máxima de 12 horas; 
 Proibição de trabalho noturno. 
Apesar de legislativa, tinha implicações da saúde. A saúde não é somente a ausência de 
doença. É lazer, transporte, condições de trabalho. 
 
 
 
B i a n c a L o u v a i n S a ú d e e s o c i e d a d e I V | 2 
 
[ DOENÇAS RELACIONADAS AO TRABALHO ] 
Nessa mesma época surge o pai da medicina do trabalho, o médico italiano Bernardino 
Ramazzini, que relaciona os problemas apresentados pelo paciente e a atividade desempenhada 
por ele. Ele introduz então a pergunta "qual sua ocupação?" e observou que algumas 
atividades provocavam doenças específicas (questão de prova). 
Exemplo: todo indivíduo que trabalhava em extraindo carvão apresentava doenças 
respiratórias. 
Essa pergunta não era usual naquela época. A partir daí ele começou a relacionar doenças ao 
trabalho, relacionando mais de 50 doenças, que foram publicadas no seu livro. 
Exemplo: silicose (quem trabalha com sílica) e saturnismo (para quem trabalhava com chumbo). 
[ MEDICINA DO TRABALHO x SAÚDE DO TRABALHADOR ] 
A saúde do trabalhador busca intervir na relação entre o ambiente de trabalho e a saúde, de 
forma integrada, visando à preservação da saúde dos trabalhadores por meio da prevenção, 
reabilitação de função e readaptação profissional. Compreende a atenção integral à saúde, a 
articulação intra e intersetorial, a participação popular, o apoio a estudos e a capacitação de 
recursos humanos. O Programa Saúde do Trabalhador, criado pelo governo, tem por objetivo 
prevenir e diminuir riscos e doenças relacionadas ao ambiente de trabalho, por meio de medidas 
como fiscalização e promoção de eventos técnicos. 
De forma resumida, a saúde do trabalhador tem um olhar mais amplo (observa todo ambiente 
onde o trabalhador está inserido e se ele pode interferir na sua saúde) e atua de acordo com os 
critérios do SUS, através da promoção e prevenção da saúde. A promoção da saúde capacita a 
pessoa e trabalhador, fazendo com que ele tenha bons hábitos de vida, reduzindo sua 
probabilidade de adoecer e lotar os hospitais. 
A medicina do trabalho é a especialidade médica que utiliza a medicina social (medicina das 
massas, olhar coletivo) que lida com as relações entre homens e mulheres trabalhadores e seu 
trabalho de forma individual. Visa a prevenção de acidentes e doenças de trabalho. Ou seja, é 
mais restrita e individualista, olhando aonde ele está inserindo e seu grupo. 
Sendo assim, a saúde do trabalhador é uma área mais ampla que a medicina do trabalho, que 
é mais restrita a identificação da doença profissional e outros fatores além do trabalho que pode 
provocar doenças. 
[ SAÚDE DO TRABALHADOR ] 
Em 1902 ocorre a primeira conferência internacional da saúde do trabalhador. 
Nos países desenvolvidos é prezado a saúde do trabalhador e essa é muito desenvolvida. Já no 
Brasil, há muitos casos de acidente do trabalho e, se a pessoa não pode trabalhar, ela fica 
inválida. Alguns ficam temporariamente e outros permanentemente. 
Com muitas pessoas se acidentando e ficando inválida, em um determinado momento, haverá 
mais pessoas aposentadas e inválidas que trabalhando. 
- O QUE É A PREVIDÊNCIA? 
Previdência Social é um seguro social em que o trabalhador participa através de contribuições 
mensais. O benefício dessa contribuição é garantir ao trabalhador segurado uma renda na hora 
em que ele não puder mais trabalhar – ou seja, quando ele se aposentar. Em outras palavras, a 
previdência social é o sistema público que garante as aposentadorias dos trabalhadores 
brasileiros. 
Vale ainda notar que, além de proteger o trabalhador para a sua aposentadoria, a Previdência 
tem como missão proteger os trabalhadores contra os chamados riscos econômicos: como a perda 
de rendimentos por conta de doença, invalidez, entre outros infortúnios. Assim, o sistema não 
oferece apenas aposentadorias, mas também benefícios como auxílio-doença, salário-
maternidade e pensão por morte. 
B i a n c a L o u v a i n S a ú d e e s o c i e d a d e I V | 3 
 
Como ser segurado pela previdência? A carteira de trabalho atua como um contrato formal que 
torna a pessoa um segurado da previdência do INSS, ou seja, a pessoa irá contribuir com uma 
parcela do salário (que é obrigatório) enquanto for segurado. 
Riscos sociais – são condições que dificultam e impedem a pessoa de trabalhar. A exemplo da 
gravidez, idade avançada e doenças. 
Então, como já dito, com o número cada vez maior de pessoas se afastando, em um momento 
haverá mais pessoas afastadas do que contribuindo. Para impedir isso, o governo fez com que a 
pessoa tenha que contribuir por mais tempo, pois com menos pessoas se afastando devido à 
acidentes e doenças faz com que sobre dinheiro para previdência. 
- 1889: PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA 
Em 1889 ocorreu a proclamação da república. Agora temos os entes federados e começamos a 
industrialização no Brasil. 
A exportação do café era a atividade econômica principal. De 1889 até 1930 houve ênfase do 
trabalho rural através da exportação do café. Em 1930 temos a chegada da Era Vargas e início 
da industrialização no Brasil. Contudo, à medida que a atividade industrial aumenta, começa 
a ser mais explícito os acidentes de trabalho visto que as máquinas não tinham os equipamentos 
de segurança necessário. Além do ambiente de trabalho inadequado. 
Ou seja, a partir de 1930 começou a acontecer no Brasil o aumento

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.