Buscar

PROVA alimentação na sociedade nota 26,25

Teste o Premium para desbloquear

Aproveite todos os benefícios por 3 dias sem pagar! 😉
Já tem cadastro?
Você viu 1, do total de 8 páginas

Prévia do material em texto

· 
	A alimentação tem função tanto de nutrir o corpo quanto espírito. Segundo Carneiro (2005), “alimento droga” é considerado aquele que possui substâncias com efeitos excitantes, sedativos, alucinógenos.
Adaptado de CARNEIRO, H. S. Comida e sociedade: significados sociais na história da alimentação, 2005.
Considerando o texto acima, analise as proposições a seguir:
 
I. Os alimentos-drogas são aqueles considerados alimentos sagrados e divinizados em diversas religiões.
II. Os alimentos-drogas mais difundidos foram os fermentados alcoólicos de grãos ou de frutas, que continuam sendo, na forma das bebidas alcoólicas, os principais alimentos-drogas no mundo.
III. Os alimentos-drogas suscitam o comportamento compulsivo apenas pelo seu sabor e o autocontrole é simples e fácil, por se tratar de alimento e não de outras drogas lícitas ou ilícitas.
IV. Algumas substâncias que são citadas pelo autor como alimentos-drogas são cafeína, álcoois, cactos e certos cogumelos.
V. Os alimentos/bebidas mais difundidos são em formas de bebidas alcoólicas como cervejas, saquê, destilados derivados da cana-de-açúcar, vinho.
		Resposta Selecionada:
	A. 
As afirmativas I, II, IV e V estão corretas
	Respostas:
	A. 
As afirmativas I, II, IV e V estão corretas
	
	B. 
As afirmativas II e IV estão corretas
	
	C. 
As afirmativas II, III, IV e V estão corretas
 
	
	D. 
As afirmativas I e III estão corretas
	
	E. 
As afirmativas III e IV estão corretas
· Pergunta 2
3,75 em 3,75 pontos
	
	
	
	Na Antropologia, a cultura pode ser entendida como um sistema simbólico, ou seja, um conjunto de mecanismos de controle, planos, receitas, regras e instruções que governam o comportamento humano. Esses símbolos e significados são partilhados entre os membros do sistema cultural, assumindo um caráter público e, portanto, não individual ou privado.
BRAGA, Vívian. Cultura Alimentar: contribuições da antropologia da alimentação, 2004.
 
Analise as afirmativas abaixo:
 
I. Pode-se afirmar que nossos hábitos alimentares fazem parte de um sistema cultural repleto de símbolos, significados e classificações, de modo que todos os alimentos estão livres das associações culturais que a sociedade lhes atribui.
II. A cultura alimentar não diz respeito apenas àquilo que tem raízes históricas, mas, principalmente, aos nossos hábitos cotidianos, que são compostos pelo que é tradicional e pelo que se constitui como novos hábitos.
III. As práticas alimentares revelam a cultura em que cada um está inserido, visto que comidas são associadas a povos em particular.
IV. Em muitos sistemas culturais, o gosto e o olfato identificam e hierarquizam as classes de alimentos naquilo que é comestível em oposição ao que não é.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	A. 
As afirmativas II, III e IV estão corretas
	Respostas:
	A. 
As afirmativas II, III e IV estão corretas
	
	B. 
Apenas a afirmativa I está correta
	
	C. 
Apenas a afirmativa II está correta
	
	D. 
As afirmativas I e III estão corretas
	
	E. 
As afirmativas I, III e IV estão corretas
	
	
	
· Pergunta 3
3,75 em 3,75 pontos
	
	
	
	Quando estudamos o valor simbólico e cultural da alimentação, vimos que o alimento exerce uma função para além da dimensão biológica. Analisemos o trecho a seguir de Roberto DaMatta:
“Para nós brasileiros, nem tudo que alimenta é sempre bom ou socialmente aceitável. Do mesmo modo, nem tudo que é alimento é comida. Alimento é tudo aquilo que pode ser ingerido para manter uma pessoa viva; comida é tudo que se come com prazer, de acordo com as regras mais sagradas de comunhão e comensalidade. Em outras palavras, o alimento é como uma grande moldura; mas a comida é o quadro, aquilo que foi valorizado e escolhido dentre os alimentos; aquilo que deve ser visto e saboreado com os olhos e depois com a boca, o nariz, a boa companhia e, finalmente, a barriga”
 
 ( DaMatta, 1984).
 
Analise as afirmativas abaixo e marque (V) para verdadeiro ou (F) para falso.
 
 
(    ) Segundo o autor, alimento e comida são coisas distintas.
(    ) Quando falamos de comida, estamos contemplando questões de convivência e de valor social dos alimentos.
(    ) Alimento e comida são coisas distintas e não se completam.
(    ) A comida pode estar ligada a questões de pertencimento de grupos e até convívio social.
A sequência correta é
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	A. 
V, V, F, V.
 
	Respostas:
	A. 
V, V, F, V.
 
	
	B. 
V, F, F, V.
 
	
	C. 
F, F, V, V.
 
	
	D. 
 
V, V, F, F.
	
	E. 
F, V, V, F.
 
	
	
	
· Pergunta 4
0 em 3,75 pontos
	
	
	
	 “Papai dizia que os personagens tinham que ser vivos. Personagem não podia ser uma invenção; uma coisa que não suasse, que não tivesse carne, osso, sangue e tal. E para isso, precisava comer. Então ele alimenta os personagens dele bastante, nos livros. Às vezes não alimenta; às vezes é o contrário, mas sempre a presença da comida: no prazer da alimentação ou na falta desta possibilidade [...] Então eu fiz dois livros: um de comida baiana, porque realmente é a culinária que mais está presente na obra, não só a de origem africana, mas também a comida do sertão.”
Paloma Amado comentando sobre seu livro A comida baiana de Jorge Amado ou O livro de cozinha de Pedro Archanjo com as merendas de Dona Flor.
No texto acima, Paloma Amado fala discorre sobre a Cozinha Emblemática retratada nas obras literárias de seu pai, o escritor baiano Jorge Amado. Quanto aos Sistemas Alimentares avalie as sentenças abaixo:
 
I. Tudo que é biologicamente digerível é culturalmente comestível.
II. Os Sistemas Alimentares estão dissociados de quaisquer sistemas simbólicos.
III. A miscigenação racial e cultural no Brasil favorece a existência de um panorama alimentar complexo, permeado de superstições, tabus e hábitos de diferentes origens.
IV. A seleção ou escolhas das possibilidades alimentares feitas pelos homens está ligada ao meio e aos recursos técnicos que possui.
V. Como um fenômeno social, a alimentação se restringe a ser uma resposta ao imperativo de sobrevivência.
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	B. 
As afirmativas I e III estão corretas
As afirmativas II e IV estão corretas
As afirmativas III e IV estão corretas
Apenas a afirmativa IV está correta
As afirmativas II, III, IV e V estão corretas
 
	Respostas:
	A. 
As afirmativas II, III, IV e V estão corretas
	
	B. 
As afirmativas I e III estão corretas
As afirmativas II e IV estão corretas
As afirmativas III e IV estão corretas
Apenas a afirmativa IV está correta
As afirmativas II, III, IV e V estão corretas
 
	
	C. 
As afirmativas III e IV estão corretas
	
	D. 
Apenas a afirmativa IV está correta
 
	
	E. 
As afirmativas II e IV estão corretas
	
	
	
· Pergunta 5
3,75 em 3,75 pontos
	
	
	
	Em sua obra “Sociologias da Alimentação (2002) Jean Pierre Poulain, define Sistemas Alimentares como um “conjunto de estruturas tecnológicas e sociais que, desde a colheita até a cozinha e passando por todas as etapas da produção-transformação, permitem que o alimento chegue até o consumidor e seja reconhecido como comestível.” Sobre este tema é correto afirmar:
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	E. 
Os Sistemas Alimentares surgem da diversidade sócio-cultural inerente ao ato alimentar.
	Respostas:
	A. 
O gosto, como uma percepção, relaciona-se apenas a uma base biológica – um conjunto olfativo-gustativo
	
	B. 
Fatores ecológicos não intervêm na constituição dos Sistemas Alimentares.
	
	C. 
‘O que’; ‘com quem’ e ‘quando’ comer são aspectos irrelevantes na construção de Sistemas Alimentares
	
	D. 
Os Sistemas Alimentares estão dissociados de quaisquer sistemas simbólicos.
	
	E. 
Os Sistemas Alimentares surgem da diversidade sócio-cultural inerente ao ato alimentar.
	
	
	
· Pergunta 6
3,75 em 3,75 pontos
	
	
	
	O termo “nutricionismo”, alcunhado por Michael Pollan (2008), em seu livro “Em defesa da comida: um manifesto”, reduz a abordagem conceitual da alimentação saudável à composição química dos alimentos e ao papel que determinados nutrientes, como gordura, sódio e fibras, exercemsobre a saúde.
Adaptado de RIBEIRO et al. Alimentação e Sustentabilidade, 2017.
 
Analise as afirmativas abaixo:
I. Em contraposição ao “nutricionismo”, a visão sistêmica da alimentação saudável, considera o conjunto de etapas pelas quais os alimentos passam, desde sua produção, extração, processamento, distribuição e comercialização, até o consumo humano.
II. O fortalecimento dos padrões alimentares tradicionais e a redução do consumo de alimentos processados industrialmente, com alta densidade energética, altos teores de açúcares, sódio, gorduras saturadas e trans, e baixo conteúdo de fibras, foram algumas das mudanças nos padrões de alimentação da população mundial após a segunda metade do século passado.
III. O novo paradigma sobre alimentação saudável é orientado pela classificação de alimentos que considera a extensão e o propósito do processamento industrial a que foram submetidos os alimentos antes de sua aquisição e consumo pelos indivíduos.
IV. Há uma intrínseca relação entre a produção de alimentos ultraprocessados e o modelo do agronegócio que, atualmente, se volta para os mercados internacionais de commodities agropecuárias, tais como grãos e carnes. Esses mercados caracterizam-se, entre outros aspectos, pela produção de insumos para a indústria dos produtos alimentares ultraprocessados.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	C. 
As afirmativas I, III e IV estão corretas
	Respostas:
	A. 
Apenas a afirmativa I está correta
	
	B. 
As afirmativas I, II e IV estão corretas
	
	C. 
As afirmativas I, III e IV estão corretas
	
	D. 
Apenas a afirmativa II está correta
	
	E. 
As afirmativas I e III estão corretas
	
	
	
· Pergunta 7
3,75 em 3,75 pontos
	
	
	
	O tema da Sustentabilidade e da sobrevivência humana no planeta tem gerado uma reflexão importante sobre o sistema alimentar moderno e o impacto deste modelo alimentar na poluição, nas reservas hídricas do planeta, etc.
Por isso, observa-se o aumento da população vegetariana, o que torna necessário que os profissionais de saúde estejam informados acerca de conceitos, benefícios e riscos potenciais associados a essas práticas dietéticas. Assinale a alternativa correta em relação as dietas vegetarianas.
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	E. 
A dieta ovolactovegetariana é baseada em grãos, frutas, legumes, verduras, sementes, oleaginosas, leite e derivados e ovos.
	Respostas:
	A. 
A dieta lactovegetariana é baseada em ovos.
 
	
	B. 
Os semivegetarianos excluem qualquer tipo de alimento de origem animal.
 
	
	C. 
Na dieta vegana, exclui-se carnes vermelhas e aves, mas consome-se peixes.
	
	D. 
A dieta lactovegetariana é baseada em grãos, frutas, legumes, verduras, leite e derivados e ovos.
	
	E. 
A dieta ovolactovegetariana é baseada em grãos, frutas, legumes, verduras, sementes, oleaginosas, leite e derivados e ovos.
	
	
	
· Pergunta 8
3,75 em 3,75 pontos
	
	
	
	 “O comer é, assim, uma ação concreta de incorporação tanto de alimentos como de seus significados, permeada por trocas simbólicas, envolvendo uma infinidade de elementos e de associações capazes de expressar e consolidar a posição de um agente social em suas relações cotidianas.”
CARVALHO, M.C.; LUZ, M. T. Simbolismo sobre “natural” na alimentação. P 147.
 
 
No texto acima, as autoras falam da dimensão social do ato de comer.  Quanto às características do padrão alimentar e do comensal contemporâneos é correto afirmar:
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	B. 
O padrão Alimentar Contemporâneo é caracterizado por um aumento no consumo de alimentos industrializados
 
	Respostas:
	A. 
O padrão Alimentar Contemporâneo é caracterizado pela crescente consumo de alimentos tradicionais como arroz e feijão
	
	B. 
O padrão Alimentar Contemporâneo é caracterizado por um aumento no consumo de alimentos industrializados
 
	
	C. 
O Comensal Contemporâneo respeita os momentos de suas refeições, de modo que nunca as realiza junto à outras atividades.
	
	D. 
O Comensal Contemporâneo detém bastante conhecimento das tradições alimentares de seu grupo social.
	
	E. 
O Comensal Contemporâneo não faz associação entre suas práticas alimentares e o padrão estético “consumido” socialmente