RESENHA DO FILME ERIN - DIREITO DO CONSUMIDOR 1
4 pág.

RESENHA DO FILME ERIN - DIREITO DO CONSUMIDOR 1


DisciplinaDireito do Consumidor10.447 materiais41.809 seguidores
Pré-visualização1 página
UNIVERSIDADE 
ALUNO
DIREITO DO CONSUMIDOR: RESENHA DO FILME ERIN BROCKOVICH 
Salvador- BA
2020.1
ALUNO
DIREITO TRIBUTÁRIO: RESENHA CRITICA
Trabalho acadêmico apresentado ao Curso de Direito da Universidade, como requisito para obtenção de nota parcial na Disciplina de Direito do Consumidor. 
Profº.
Salvador- BA
2020.1
DIREITO DO CONSUMIDOR: RESENHA DO FILME ERIN BROCKOVICH 
O filme: Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento - relata a vida de uma mãe solteira, com de três filhos, que tem a necessidade de ter de trabalhar para sustentar os mesmos, após perder uma ação judicial referente a um acidente de transito no qual o tribunal a julgou discriminadamente a ação, com o pressuposto de que seria mais viável inocentar o medico, tendo em vista que o mesmo trabalhava e fazia plantões no hospital da região.
Inconformada com o resultado do processo, Erin insiste em pedir ao escritório advocatício o qual exerceu defesa a ela, que a contratasse para que dessa forma conseguisse sustentar os seus filhos. Após os incansáveis pedidos, ela foi admitida como secretária de arquivos.
Já na função, organizando arquivos de um caso judicial, sem ter os devidos conhecimentos acerca da área jurídica, ela começa a investigar um caso. Erin inicia com a investigação do caso que tem como réu a empresa PGE- Gás e Eletricidade do Pacífico e desvenda que a referida empresa está contaminando o lençol freático, responsável pelo abastecimento de cidadezinha da Califórnia. Descobrindo que a empresa está cometendo crimes ambientais, os quais estão resultando inúmeros casos de morte e doença, como o câncer.
Muito dedicada e comprometida com o seu trabalho, Erin, em decorrência da frustação da ação que perdeu no inicio do filme, age como se fosse sua a história de cada um dos habitantes daquela cidadezinha, envolvendo-se de tal maneira que sabe todos os nomes, todos os contatos e consegue especificar cada problema de saúde de cada dos queixosos.
No desenrolar da investigação, Erin se mostra muito sensível ao que está acontecendo com os queixosos, por não ser advogada e não estar trabalhando naquela ação por dinheiro, se coloca no lugar daquelas pessoas que estão sendo enganadas.
Apesar de estar lutando com uma empresa de advocacia de grande porte, Erin não se de deixa intimidar por isso, apenas com uma secretária, ela dá andamento ao processo que a empresa PGE- Gás e Eletricidade do Pacífico tenta parar a qualquer custo.
Após ameaças por parte da empresa, Erin consegue comprovar que a PGE- Gás e Eletricidade do Pacífico tinha ciência da contaminação da água que era fornecida a cidadezinha, o que leva a empresa a ser condenada e a pagar uma indenização equivalente a 333 milhões de dólares.
Fazendo uma analogia do caso com o direito brasileiro e tendo em vista o relato do filme, observa-se que o consumidor é considerado a parte frágil da relação consumerista. Por isso, com o decorrer dos anos, vem se aumentando a importância da proteção ao consumidor no ordenamento jurídico brasileiro diante dos fornecedores de produtos ou serviços.