A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
ATRITE ARTROSE E OSTEOPOROSE

Pré-visualização | Página 1 de 1

Instituto Politécnico de Ensino 
 
 
 
 
 
 
 
 
Osteologia da Coluna Vertebral: 
O Que é Artrite, Artrose e Osteoporose 
 
 
 
 
Curso: Tec. Radiologia. 
Turma: TR.28 
Aluno: Yasmim Mahon 
 
 
 
 
Macaé – RJ 
02/06/20 
 
 
 
 
Artrite e ArtroseArtrite e ArtroseArtrite e ArtroseArtrite e Artrose 
 
Artrite e artrose são doenças que se desenvolvem nas articulações, como 
joelhos, cotovelos, punhos, mãos, tornozelos e ombros – mas, embora 
tenham sintomas parecidos, possuem causas diferentes. 
• A artrite é causada por um desgaste da cartilagem da articulação, 
que faz com que os ossos fiquem expostos e comecem a raspar um 
no outro, provocando dor e inflamação. Geralmente, este tipo de 
desgaste é causado pelo uso normal da articulação e vai surgindo ao 
longo dos anos, sendo por isso, que a artrite é mais comum em 
idosos. 
No entanto, o desgaste pode ser acelerado por outros fatores como 
infecções, pancadas ou, até, por resposta do sistema imune. Nesses casos, a 
artrite ganha outro nome, sendo chamada de reumatoide quando é causada 
pelo sistema imune, séptica quando surge por uma infecção ou psoriática 
quando surge devido a um caso de psoríase, por exemplo. 
 
As artrites são um grupo de doenças reumáticas. Existem mais de 100 tipos 
de artrite. Os tipos mais comuns são a artrose (doença degenerativa das 
articulações) e a artrite reumatoide. A artrose está geralmente associada ao 
envelhecimento e afeta os dedos, joelhos e anca. A artrite reumatoide é 
uma doença autoimune que geralmente afeta as mãos e os pés. Entre os 
outros tipos de artrite estão a gota, lúpus, fibromialgia e artrite séptica. 
 
• Artrose (osteoartrite) é uma doença das articulações. Osteoartrite é 
a forma mais comum de artrite, caracterizada por degeneração das 
cartilagens acompanhada de alterações das estruturas ósseas 
vizinhas. As mais atingidas são as articulações das mãos, joelhos, 
coxofemurais (ligação da coxa com o quadril) a coluna. 
Se as cartilagens articulares não existissem, um osso se chocaria contra 
outro. A água constitui 70% do conteúdo das cartilagens — do que sobra, 
90% são formados por uma rede elástica de colágeno e agregados de 
moléculas grandes chamadas proteoglicanos. Sob impacto, as cartilagens 
são comprimidas e expulsam água de seu interior, que é reabsorvida 
quando as forças compressivas relaxam. 
A osteoartrite se instala quando há aumento de conteúdo líquido no interior 
do tecido cartilaginoso. 
 
 “Imagem de uma ARTRITE REUMATICA” 
 
 
 
 
 
Imagem de uma JOELHO COM ARTROSE. 
 
 
Osteoporose 
 
Osteoporose é uma condição metabólica que se caracteriza pela diminuição 
progressiva da densidade óssea e aumento do risco de fraturas. 
Os ossos contêm minerais, incluindo cálcio e fósforo, que os tornam duros 
e densos. Para manter a densidade óssea, o corpo precisa de um 
fornecimento adequado de cálcio e outros minerais e deve produzir as 
quantidades adequadas de vários hormônios, como o hormônio da 
paratireoide, hormônio do 
crescimento, calcitonina, estrogênio e testosterona. Um suprimento 
adequado de vitamina D é necessário para absorção do cálcio dos 
alimentos e sua incorporação aos ossos. Para que os ossos possam se 
ajustar às novas exigências, eles são degradados e remodelados, 
continuamente. Este processo é conhecido como remodelagem. Nesse 
processo, pequenas áreas do tecido ósseo são removidas continuamente e 
um novo tecido ósseo é depositado. A remodelação afeta a forma e a 
densidade dos ossos. 
 
Os ossos aumentam em densidade progressivamente até cerca de 30 anos, 
quando são mais fortes. Depois desse período, visto que a degradação 
excede a formação, os ossos diminuem lentamente em densidade. Se o 
corpo for incapaz de manter uma quantidade adequada de formação óssea, 
os ossos continuam perdendo densidade e podem se tornar cada vez mais 
frágeis, o que resulta em osteoporose.