Sala de Parto
1 pág.

Sala de Parto


DisciplinaPediatria I5.691 materiais49.031 seguidores
Pré-visualização1 página
\uf0d8 Quanto menor a idade gestacional e/ou peso ao nascer, maior é a 
chance de necessitar de reanimação; 
\uf0d8 Para uma melhor assistência na sala de parto, é necessário: 
realização de anamnese materna, disponibilidade de material para 
atendimento (preparado e testado, temperatura ambiente de 26 
graus, material para aspiração, ventilação, intubação traqueal, 
cateterismo umbilical, medicações, etc); 
\uf0d8 Presença de equipe treinada (2-3 profissionais por criança) 
\uf0d8 Teste de APGAR 
o Deve ser realizado no 1º e no 5º minuto de vida; 
o Se < 7, repetir a cada 5min; 
 
 
 
\uf0d8 Gestação a termo? Ausência de mecônio? Respirando ou chorando? 
Tônus muscular bom? \uf0e0 SE TODAS FOREM SIM, BEBÊ TEM BOA 
VITALIDADE! SE FOREM NÃO, O BEBÊ NECESSITA DE ATENDIMENTO; 
\uf0d8 A determinação da necessidade de reanimação e a avaliação de sua 
eficácia dependem da avaliação simultânea de dois sinais: 
respiração e frequência cardíaca; 
 
\uf0d8 Se após essas medidas iniciais o bebê recuperar uma boa respiração 
e uma FC > 100bpm, deve-se fazer seguimento de rotina; 
\uf0d8 Se não recuperar, ou se apresentar apneia, respiração irregular ou 
FC < 100bpm, deve ser feita Ventilação com Pressão Positiva (VPP); 
\uf0d8 VPP com balão-máscara: 40-60 movimentos do ritmo aperta-solta-
solta, com pressão em torno de 20cmH2O. 
\uf0d8 A cada 10 bebês que recebem VPP com balão e máscara, 9 
melhoram; 
\uf0d8 VPP com cânula traqueal: deve ser indicada para RN com 
necessidade de aspiração, presença de líquido amniótico meconial, 
ventilação prolongada (uso da máscara se torna ineficaz), suspeita 
de diagnóstico de hérnia diafragmática, IG < 30 semanas; 
\uf0d8 A massagem cardíaca externa deve ser iniciada se após 30s de 
ventilação com balão e cânula, se a técnica tiver sido correta, o RN 
apresentar ou persistir com FC < 60bpm; 
\uf0d8 SE O RN ESTIVER ESTÁVEL/BOA VITALIDADE: 
o Laqueadura do cordão umbilical (RN deve ser secado e 
posicionado sobre o abdome da mãe por no mínimo 1min, até o 
cordão para de pulsar, o que ocorre aprox. 3 min após o 
nascimento, para só então clampeá-lo); 
o Prevenção da oftalmia gonocócica pelo método de Credé \u2013 
Nitrato de Prata a 1% (retirar o vernix da região ocular com gaze, 
afastar as pálpebras e instilar uma gota de nitrato de prata a 1% 
no fundo do saco lacrimal inferior de cada olho, massageando 
suavemente as pálpebras. A profilaxia deve ser realizada na 1ª 
hora após o nascimento, em qualquer tipo de parto); 
\uf0d8 Cuidados de rotina: antropometria (peso, comprimento, 
perímetro cefálico, torácico e abdominal), prevenção do 
sangramento por deficiência de vitamina K (1mg IM ou SC), 
detecção de incompatibilidade sanguínea materno-fetal (sistema 
ABO Rh), identificação do RN (impressão plantar e digital do RN e 
digital da mãe, além de pulseiras de ID); 
\uf0d8 Cuidados de rotina junto a mãe: 
o Recepcionar o RN em campos aquecidos; 
o Posicionar o RN no abdome materno pele a pele; 
o Aspirar boca e depois narinas (se necessário); 
o Avaliar respiração e FC; 
o Clampear cordão umbilical; 
o Colocar RN para sugar o seio materno na 1ª hora de vida; 
o Manter no RN junto a mãe por 30-60min após o nascimento; 
o Avaliar continuamente a vitalidade do RN;