A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Sintagma Atividade 2 (A2)

Pré-visualização | Página 1 de 2

· Pergunta 1
1 em 1 pontos
	
	
	
	Sobre a concordância verbal, Rodrigues (2011, p. 93) coloca que “A concordância verbal com expressões partitivas (‘parte de’, ‘a maioria de’, ‘uma porção de’ e equivalentes) é tratada nas gramáticas tradicionais como um caso particular de concordância, em que a forma do verbo é definida a partir da ideia que se deseja expressar”.
RODRIGUES, E. dos S. Concordância verbal com construções partitivas – uma proposta de análises. Veredas – Atemática, Juiz de Fora, p. 93-107, 2011. Disponível em: http://www.ufjf.br/revistaveredas/files/2011/05/ARTIGO-71.pdf. Acesso em: 7 fev. 2020.
Considere a oração a seguir: “Um terço dos eleitores está satisfeito com o novo prefeito” e assinale a alternativa correta.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Na oração o sintagma nominal é “um terço dos eleitores”, com determinante, “um”; núcleo, o nome partitivo “terço”; e modificador, o sintagma preposicionado “dos eleitores”.
	Resposta Correta:
	 
Na oração o sintagma nominal é “um terço dos eleitores”, com determinante, “um”; núcleo, o nome partitivo “terço”; e modificador, o sintagma preposicionado “dos eleitores”.
	Feedback da resposta:
	Resposta correta! Esses elementos denominam uma parte, fração de algum elemento ou quantidade. Eles são acompanhados, de forma recorrente, por sintagmas preposicionados.
	
	
	
· Pergunta 2
1 em 1 pontos
	
	
	
	A gramática tradicional trabalha a sintaxe. De acordo com Cunha e Cintra (2008, p. 44), ela faz isso “[…] sob a forma de análise sintática, a qual consiste em classificar os vocábulos em sujeito, predicado, objeto (direto e indireto), complemento nominal, aposto, vocativo, adjunto adnominal, adverbial, entre outros elementos. Analisando tal estudo sob a ótica da Linguística, temos o que se denomina de Gramática Sintagmática, cuja característica se define por apresentar meios mais simplificados para a descrição estrutural das orações”.
CUNHA, C.; CINTRA, L. F. L. Sintagma nominal e verbal. In: Nova gramática do português contemporâneo. 5. ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2008, p. 137-138.
Agora, relacione as orações com as funções exercidas pelos sintagmas nominais.
1. A noite caiu como as outras.
2. Às cinco horas tocou o sino.
3. É manhã de Páscoa.
4. Ela faltou a prova final, o que desapontou os pais.
(   ) Objeto.
(   ) Sujeito.
(   ) Predicador.
(   ) Modificador oracional oposto.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
2, 1, 3, 4.
	Resposta Correta:
	 
2, 1, 3, 4.
	Feedback da resposta:
	Resposta correta! As funções sintáticas são as posições que os constituintes ocupam nas sentenças, tais como sujeito, complemento verbal.
	
	
	
· Pergunta 3
1 em 1 pontos
	
	
	
	Para Câmara (1972, p. 37), “O fundamento teórico para depreender da sintagmática ampla de Saussure uma sintaxe no seu sentido estrito e usual. É ela a parte da gramática que estuda as sequências frasais, isto é, aquelas em que um valor linguístico associativo não interfere e não entra em conflito com o valor sintagmático que a sucessão das formas determina”.
CÂMARA, L. M.. Curso de língua pátria: gramática. 2. ed. Rio de Janeiro: Briguiet. 1972.
Agora, assinale a alternativa que descreve corretamente a transposição de um sintagma nominal.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
O processo de transposição é uma forma de sintagmas e outras unidades se associarem e se transformarem em sintagmas e constituintes diferentes.
	Resposta Correta:
	 
O processo de transposição é uma forma de sintagmas e outras unidades se associarem e se transformarem em sintagmas e constituintes diferentes.
	Feedback da resposta:
	Resposta correta! Esse processo compensa a falta de flexibilidade das categorias sintagmáticas, pois sintagmas ou outros constituintes formam outros tipos de sintagmas ou constituintes.
	
	
	
· Pergunta 4
0 em 1 pontos
	
	
	
	Azevedo (2011, p. 13) afirma que “As gramáticas tradicionais registram os tópicos de morfologia e os de sintaxe, sem a preocupação de analisar se realmente é cabível essa dicotomia. Na verdade, parece pertinente a separação entre morfologia e sintaxe, embora se reconheçam relações sintáticas no interior do próprio vocábulo”.
AZEREDO, J. C. de. Iniciação à sintaxe do português. 16. ed. Campinas: P&M Edições. 2011.
Na sentença “A verdade é que ninguém apareceu no encontro de pais e professores”, qual é o núcleo do predicado dessa oração?
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
A verdade.
	Resposta Correta:
	 
Que ninguém apareceu.
	Feedback da resposta:
	Sua resposta está incorreta. O núcleo da oração vai variar conforme o elemento linguístico e sua respectiva classificação, cada elemento funciona com uma ordem de hierarquia, agrupando assim em categoria distintas conforme o componente central. Reveja nosso conteúdo e tente novamente!
	
	
	
· Pergunta 5
1 em 1 pontos
	
	
	
	Guimarães (2005, p. 26, grifos do autor) nos traz a seguinte explicação: “[…] consideremos duas frases: João fez o trabalho e João, ele fez o trabalho. Na primeira, com a palavra João refere-se a alguém (João) e predica-se dele algo, fez o trabalho. Neste caso, João que faz a referência a uma pessoa é também o sujeito da frase. Na segunda frase, João refere alguém, depois tem-se como sujeito o pronome ele, que retoma João (anaforiza João) do qual se predica fez o trabalho. Deste modo a sequência sujeito + predicado (ele fez o trabalho) aparece no conjunto como dizendo algo de João, referido pela palavra João. Nesta segunda frase, João é o tópico, aquilo sobre o que se vai dizer algo”.
GUIMARÃES, E. A língua portuguesa no Brasil. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 57, n. 2, p. 24-28, abr./jun. 2005. Disponível em: http://cienciaecultura.bvs.br/pdf/cic/v57n2/a15v57n2.pdf. Acesso em: 7 fev. 2020.
Em nossos estudos vimos que o sintagma é um elemento linguístico de grau inferior ao da frase. Desse modo, analise as assertivas a seguir.
I. Os sintagmas nominais são classificados em: sintagma nominal simples; sintagma nominal composto por especificador + núcleo; sintagma nominal composto por núcleo + complementador; sintagma nominal máximo.
II. Os sintagmas nominais (SNs) não são constituídos apenas por substantivos e pronomes. Eles também podem possuir, como constituintes, nomes partitivos ou quantitativos em geral.
III. Um sintagma verbal indica as variações do verbo apontando em qual momento a ação está ocorrendo, por isso ele é divido em três modos: sintagma verbal passado, sintagma verbal presente e sintagma verbal futuro.
IV. Os advérbios não são classificados como sintagmas, pois modificam o sentido do verbo, do adjetivo e do próprio advérbio, fazendo com que não seja possível identificar os tempos verbais.
Esta correto o que se afirma em:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
I e II, apenas.
	Resposta Correta:
	 
I e II, apenas.
	Feedback da resposta:
	Resposta correta! A classificação do sintagma está relacionada ao elemento constituinte do seu núcleo. Assim, quando este é um substantivo ou pronome, estamos diante de um SN, quando este é um verbo se trata de um SV, e assim por diante.
	
	
	
· Pergunta 6
1 em 1 pontos
	
	
	
	O sintagma nominal foi estudado ao longo desta unidade. Sobre ele, Maia e Souza (2010, p. 158) trazem que “O sintagma nominal possui uma estrutura bastante complexa, pois é possível distinguir em sua composição várias funções sintáticas. Seu núcleo pode ser um nome (comum ou próprio) ou um pronome (pessoal, demonstrativo, indefinido, interrogativo ou possessivo)”.
MAIA, L. C.; SOUZA, T. M. Uso de sintagmas nominais na classificação automática de documentos eletrônico. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 15, n. 1, abr. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pci/v15n1/09.pdf. Acesso em: 7 fev. 2020.
Das alternativas a seguir, assinale a que indica a opção correta com relação ao sintagma nominal.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Amor é o sintagma nominal na oração “O amor é o melhor remédio para o coração”.
	Resposta Correta:
	 
Amor é o sintagma nominal na oração “O amor é o melhor remédio

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.