Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
Trabalho final IHC

Pré-visualização | Página 1 de 1

Interface Humano Computador
Nomes:
Leandro Amaral Piagetti Silva 
Lucas Di Mare
Javier Eduardo Correa Ruidiaz
Patrick Adrian Barboza Guedin
Yuri Viegas Cabreira
Desafio do problema
Pessoas que tenham a dificuldade de deixar seus pets para realizar certas tarefas e acessos a locais 
que não aceitam a circulação de animais. 
Divulgar ONGS que faltam recursos para manter os animais e outras atividades que necessitam de 
trabalhos voluntários.
ONGS de apoio e cuidados com animais possuem recursos limitados e, por consequente, muita 
dificuldade em captar capital seja ele humano ou monetário.
Por outro lado, as pessoas sentem cada vez mais a necessidade de levar seu pet aos seus locais de 
lazer ou compras. Isto se torna difícil, pois a maioria dos estabelecimentos não permite entrada de 
animais e não contam com local adequado e seguro para deixar seu pet.
Neste contexto, podemos obter valor monetário solucionando o problema de acesso ou guarda dos 
pets e aproveitar o espaço para auxiliar as ONGS com poucos recursos.
Cenário
Protótipo: 
https://xd.adobe.com/view/78e1597b-b143-4127-6725-d2c3e7d51290-0ed0/?fullscreen&hints=off 
Não há locais onde as pessoas possam deixar seu pet seguramente por um curto período de tempo. 
Não há locais onde as pessoas possam se informar sobre ongs que necessitam de doações e 
trabalho voluntários.
Solução: Criamos um protótipo onde seja possível realizar a reserva de box disponíveis.
Onde poderá escolher pacotes de entretenimento e conforto ao seu pet e informar ongs que 
necessitam de serviços voluntários e doações
Observação: Caso não tenha será notificado que não a box disponíveis no local.
https://www.google.com/url?q=https://xd.adobe.com/view/78e1597b-b143-4127-6725-d2c3e7d51290-0ed0/?fullscreen%26hints%3Doff&sa=D&ust=1592857421730000&usg=AFQjCNFfxWGKL3K6iHw5BaNZGUo2ujUoEw
Objetivo do projeto
Ajudar as pessoas que não querem deixar seu pet em casa por período curto.
Ajudar ONGs de animais com pontos de doações e informações para que possa ser seguido o 
funcionamento dos ambientes, com ajuda de alimentos, trabalhos de limpeza(Banho, tosa e limpeza 
do local de estadia dos animais), trabalhos de marketing(Divulgação em Redes Sociais, Fotos e 
Edição do site).
Dar o conforto ao pet dentro das casinhas disponíveis, enquanto o cliente está fazendo suas tarefas 
no local e pode ser comprado refeições para o pet durante sua estadia. 
Público alvo
Pessoas com pets que não tenham onde deixar:
Ao ir realizar compras em mercados
Ao ir realizar seus treinos na academia
Ao ir compras em geral
Pessoas que gostaria de ajudar com doações para ONGS de pets.
PERSONAS
Dejair:
48 anos, casado, 2 filhos, 2 cachorros.
Trabalha como eletricista, recebe R$3.600,00, trabalhando de segunda a sábado.
Histórico: todos os domingos costuma sair para se exercitar com seus dois cachorros, um pastor 
alemão (porte grande) e um vira-latas (porte médio), para manter a saúde dele e de seus 
companheiros, algumas vezes nesta caminhada aproveita para passar em mercado, farmácia, etc. 
Porém, se nenhum de seus filhos sai junto para essa caminhada, ele se encontra barrado para entrar 
com seus pets e prende eles em algum poste na rua, tendo o risco de que eles avancem em alguém, 
mesmo sendo bastante dóceis ou por conta disto serem roubados, se limitando de comprar em 
alguns horários com maior movimento.
Teste=> Utilizando o PetStop, conseguiu fazer as suas compras sem problemas, porém, por não 
estar muito adaptado a tecnologia, algumas vezes pede para pessoas do estabelecimento o ajudar.
PERSONAS
Clarice:
22 anos, solteira, mora com os pais, estuda pedagogia.
Trabalha como passeadora de cachorros, recebe em média R$1.500,00 mensal, porém paga 900 por 
mês para a faculdade, classe baixa.
Histórico: Estuda pela manhã e normalmente passa a tarde toda pegando e devolvendo cachorros 
após passeios, para pagar sua faculdade, porém quando quer comprar alguma coisa no meio do 
passeio, nem que seja uma água, fica impossibilitada por estar com os cachorros, mesmo que tenha 
pego apenas um pet, não tem onde deixar por ser responsável pelo bichinho.
Teste=> Quando está com diversos cachorros acaba nem utilizando, porém igual por estar sempre 
com o celular em mãos assim se está com 2 ou 3 animais, verificando no app, tem mais chance de 
ter vaga em algum lugar, utiliza o PetStop para reservar um espaço e segue o passeio para o 
estabelecimento para comprar água ou algo para comer no passeio, tornando mais tranquilo o 
passeio e mais produtivo.
PERSONAS
Jeferson:
27 anos, solteiro, mora em um apartamento apenas com seu cachorro (vira-latas porte pequeno).
Trabalha em casa com desenvolvimento de sites, recebe R$2.300,00, classe média.
Histórico: Seu cachorro está acostumado com o dono em casa todos os dias, no seu condomínio 
possui regras de convivência, uma delas é a proibição de barulhos excessivos, porém seu cachorro 
não respeita isso, então quando ele sai de casa sem seu cachorro ele fica latindo e fazendo uma 
bagunça, nas primeiras vezes ele foi multado, e se fez obrigado a levar sempre o cãozinho junto pra 
qualquer lugar, como é um cachorro pequeno, não tinha muito problema em arrumar lugar, mas por 
ele ser bravo, acabou tendo problemas em alguns lugares que deixou, sendo assim, ele escolhe 
entre pagar multa ou pagar um hotel canino.
Teste=> Sem pensar duas vezes, assim que viu a oportunidade de deixar o cachorro em um local 
seguro ao ir nos lugares, resolveu seus problemas e teve uma grande economia com seu condomínio 
e com estadia em hotel, por trabalhar na área de TI, não teve dificuldade alguma em usar o PetStop.
Brainstorming
1 - Box (Estadia para Animais) em comércios, para que as pessoas tenha um local para uma breve estadia dos seus animais.
2 - Espaço dentro do ambiente do PetStop, que possa ser deixado animais abandonados encontrado nas ruas. Depois encaminhamos 
para as Ongs parceiras realizar a revitalização dos animais encontrados.
3 - Divulgar o (GameFicação)Pet Points, programa fidelidade para que o cliente ganhe possibilidade de escolher vantagens como diária 
gratuita ou acessórios para o animalzinho. 
4 - Criar página com as ongs parceiras para cadastro de trabalho voluntário divulgando sua localização e horários de funcionamento 
para trabalho voluntário.
5 - Dentro do aplicativo, oferecer câmera para visualização de estadia do pet.
6 - Atividade de adestramento durante a estadia.