Transcrição de Videoaula 1 - Fundamentos Sociológicos
2 pág.

Transcrição de Videoaula 1 - Fundamentos Sociológicos


DisciplinaPrática Curricular31 materiais74 seguidores
Pré-visualização1 página
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA 
NÚCLEO DE TECNOLOGIAS PARA EDUCAÇÃO 
 
TRANSCRIÇÃO DE VIDEOAULA 
VIDEOAULA 01 
 
Curso Licenciatura em Música 
Disciplina Sociologia da Educação 
 
Argumento Prof. Cláudio Guida de Sousa Titulação Mestre 
 
 
TEMA 
Fundamentos Sociológicos 
SINOPSE 
A videoaula apresenta o conceito da Sociologia e sua relação com o 
positivismo comtiano, os pensadores da Sociologia Clássica e sua relação 
com a Sociologia da Educação. 
 
Olá, caros discentes! 
 
Tudo bem com vocês? Espero que sim! Já começaram a ler o material didático? 
Lembrem-se, a leitura do material é fundamental para a compreensão teórica e 
contextual da disciplina. 
Nesta videoaula, vamos compreender, basicamente, três aspectos de nossa 
disciplina: O Conceito da Sociologia, A importância do Positivismo Comtiano nas 
construções sociológicas e A relação dos pensadores da Sociologia Clássica com a 
Sociologia da Educação. Então, vamos lá! 
O conceito de Sociologia é polimodal, vale dizer, existem várias modalidades 
conceituais. Entendo que a Sociologia é uma teia social complexa, subjetiva e 
multicultural, que pode mudar a partir dos grupos sociais, dos indivíduos ou das 
relações entre estes, como se vê na figura introdutória. 
Para Lakatos, a Sociologia é um \u201cestudo científico das relações sociais, das 
formas de associação, destacando-se os caracteres gerais comuns a todas as classes de 
fenômenos sociais, fenômenos que se produzem nas relações de grupos entre seres 
humanos. Estuda o homem e o meio humano em suas interações recíprocas\u201d. 
O surgimento da Sociologia, enquanto ciência, tem como seu suporte o chamado 
Positivismo. O Positivismo surgiu na França em meados do século XIX. Seus principais 
pensadores foram August Comte e John Stuart Mill. Para o positivismo, o conhecimento 
científico é a única forma de conhecimento verdadeiro. De acordo com os positivistas, 
todo e qualquer conhecimento deve ser comprovado através de métodos científicos 
válidos. 
O positivismo de Comte está centrado no empirismo. Em outras palavras, a 
teoria se desenvolveu a partir de um pressuposto livre de idealismos e relacionamentos, 
valorizando, enquanto método científico, o evento de experiência sensível do ser 
humano. Aquilo que se vê, se toca, se sente, isto é, o mundo físico e material, é a única 
forma de obter dados concretos e respeitáveis para a ciência. Comte desenvolveu a lei 
dos três estados: o teológico, o metafísico e o positivismo. Para ele, é o positivismo 
quem constrói a ciência. 
Juntamente com Comte, a Sociologia Clássica apresenta mais três grandes 
pensadores: Émile Durkheim, Max Weber e Karl Marx. Interessante dizer, caros alunos, 
que esses três pensadores sociólogos queriam responder às seguintes questões: Como 
nasce o fato social? Como Nascem a regras? As leis? Os padrões sociais? 
Interessante que cada um dos três pensadores da Sociologia Clássica teve 
opiniões diferentes, mas interativas. Explico: Émile Durkheim afirmou que os grupos 
sociais são fatores determinantes. Max Weber afirmou que o próprio indivíduo é o 
grande protagonista do fato social. Já Karl Marx, através de seu materialismo histórico, 
afirmou que as relações econômicas são determinantes para criar os fatos sociais. 
Interessante, não? E você, qual sua opinião? O fato social nasce com o grupo, 
com o indivíduo ou com os interesses capitalistas? 
Até aqui, tudo tranquilo? Espero que sim! Superando as questões conceituais e 
históricas do que tange à Sociologia, no próximo vídeo falaremos sobre a Sociologia da 
Educação na visão da Sociologia Clássica! 
Um abraço a todos!