biocel
24 pág.

biocel


DisciplinaBiologia Celular27.004 materiais908.804 seguidores
Pré-visualização6 páginas
UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS \u2013 UFAM
Andrei Dreli Severiano da Silva - 21354572
Biologia Celular \u2013 IBM 622
Manaus, 19 de junho de 2017
1) Quais são os tipos de microscópios de luz?
2) Quais são os componentes do microscópio?
3) Quais são os princípios da formação da imagem no microscópio?
4) Qual a diferença do Poder de resolução para o limite de resolução?
5) Defina:
a. Microscópio óptico;
b. Microscópio lupa;
c. microscópio convencional;
d. microscópio de contraste de fase;
e. microscópio de Campo escuro;
f. microscópio de contraste interferencial;
g. microscópio de polarização;
h. microscópio de fluorescência;
i. microscópio confocal a laser;
j. microscópio eletrônico de transmissão;
k. microscópio eletrônico de varredura;
l. Microscópio de tunelamento quântico;
m. microscópio de força atômica.
6) Como é realizado o cálculo para abertura numérica?
Respostas:
1) microscopia de luz, também chamada de microscopia óptica combina formas tradicionais de formação de imagem com o aumento de resolução. Assim temos os microscópios ultravioleta, de florescência, de contraste de fase e polarização.
2) O microscópio é composto por um par de lentes oculares, cabeça de visualização, revólver, 4 lentes objetivas: 4X, 10X, 40X, 100X, grampo ou pinça, platina, diafragma, coletor de luz, braço, botão de ajuste de foco: macrométrico e micrométrico, base, botão liga-desliga, botão intensidade de luz.
3) Para formar a imagem aumentada da amostra, os microscópios contam com a lente objetiva e também a lente ocular, colocadas nas extremidades diametralmente opostas de um tubo - o canhão \u2013 composto, por sua vez de duas partes que podem ser estendidas ou encurtadas. O movimento de extensão e encurtamento do tubo é responsável pela aproximação ou afastamento do conjunto objetiva-ocular. A luz, que incide sobre um condensador, atravessa o objeto e encaminhada para o canhão de lentes convergentes, formado pela objetiva e a ocular. Quando o feixe de luz luminoso atinge a lente objetiva, forma-se uma imagem intermediária e aumentada do objeto. A lente ocular, por fim, funciona como uma lupa que amplia e produz a imagem final no do espécime observado.
4) limite de resolução corresponde à menor distância entre dois pontos em que eles ainda podem ser distinguidos separadamente. Deste modo. O poder de resolução do microscópio corresponde aos menores limites de resolução possíveis.
5) Defina:
a. é um instrumento óptico, que faz uso da refração da luz oriunda de uma série de lentes, dotadas ou não de filtros multicoloridos e ou ultravioletas, para ampliar e regular estruturas invisíveis a olho nu.
b. Consiste apenas uma lente simples convergente. Em geral ela é biconvexa. Ela é utilizada para aumentar aparentemente o tamanho dos objetos. Quando fixada num suporte para lhe dar sustentação, esse novo arranjo recebe o nome de microscópio simples.
c. ...
d. É um equipamento que tem como princípio a transformação das diferentes fases dos raios de luz em diferenças luminosas. Está baseado no princípio de difração da luz.
e. É muito útil quando se trabalha com materiais excessivamente espessos para comprar x de fase ou quando se deseja visualizar pequenos detalhes de células sem corar, cujo halo contraste de fase e seja provocando alterações na imagem.
f. São microscópios que utilizam condensadores especiais. A luz fica de tal modo e inclinada que não penetra diretamente na objetiva. A luz atinge um material e somente a porção desviada pelo objeto penetra na objetiva, formando a imagem. O fundo fica claro e o material brilhante. Se não houver objeto o campo fica totalmente escuro. Esta modalidade da microscopia utilizada para materiais de tamanho muito pequeno que sejam muito transparentes e apresenta pouco contraste para serem observados em campo claro.
g. É utilizado na observação de materiais que sejam birrefrigerantes (estruturas anisotrópicas com índices diferentes de refração como músculos, ossos, celulose, fibras, cabelos e cristais) o microscópio de polarização possui dois prismas: um polarizador e o outro analisador. A luz ao penetrar em estruturas como as citadas se desdobra em duas, o prisma deixa passar uma das vibrações luminosas mas não a outra, de modo que as estruturas que forem isotrópicas serão canceladas e no seu lugar ficará escuro. As estruturas anisotrópicas produzirão um tipo de vibração luminosa que passará, ficando brilhante. Somente as estruturas birrefrigerantes apareceram brilhantes ficando o restante do material escuro.
h. Este microscópio é semelhante com o convencional, exceto apresentar um sistema diferente de iluminação jogos de filtro - um filtra luz antes da mesma alcançar o material e outro que filtra luz emitida pelo mesmo.
i. É utilizado para aumentar o contraste da imagem microscópio e construir imagens tridimensionais através da utilização de um orifício de abertura, pinhole, que permite uma grande definição de imagem em amostras mais espessas que o plano focal. Além disso, pode ser utilizado para ensaios in vivo em tempo real.
j. É um microscópio no qual um feixe de elétrons emitido em direção a uma mostra ultrafina, interagindo com a amostra enquanto à atravessa. A interação dos elétrons transmitidos através da mostra forma uma imagem que é ampliada e focada em um dispositivo de imagem, como uma tela fluorescente em uma camada de filme fotográfico ou detectada por um sensor como uma câmera CCD.
k. É um tipo de microscópio capaz de produzir imagens de alta resolução da superfície de uma amostra, devido a maneira com que as imagens são criadas, imagens de MEV uma aparência tridimensional característica e são úteis para avaliar a estrutura superficial de uma dada amostra.
l. É um instrumento que permite obter imagens de átomos e moléculas ao nível atômico. Quando uma ponta condutora é posicionada muito próximo da superfície a ser analisada uma corrente de polarização aplicada entre os dois pode permitir aos elétrons passa através do vácuo entre ambos.
m. Ele realiza uma varredura da superfície de uma mostra com uma sonda a fim de obter sua imagem topográfica com resolução atômica além de mapear certas propriedades mecânicas e físico-químicas dos materiais que as compõem.
6) Abertura numérica expressa uma relação matemática entre o poder de resolução de uma objetiva e sua capacidade de captar luz. Abertura numérica é definida matematicamente como um produto do menor índice de refração (N), interposto entre a preparação histológica e a objetiva do seno semiângulo de abertura (sen N), sendo este, o ângulo formado pelos raios mais externos que penetram na objetiva. Assim, podemos dizer que:
AN = N x SEN N
1) O que são lipídios e qual a sua importância?
2) Defina ácidos graxos e quais são os mais importantes?
3) Qual a classificação dos lipídios defina cada uma delas? 
4) O que são glicerídeos?
5) Qual a importância dos triglicerídeos?
6) Qual a importância:
a. Fosfoesfingolipidos;
b. Esfingomielina;
c. Cerebrosídeos;
d. Gangliosídeos;
7) O que são lipídios precursores e derivados?
8) Quais as funções da membrana plasmática?
9) Como ocorre a movimentação lipídica?
10) Qual a importância do movimento na membrana plasmática?
Resposta
1) São substâncias insolúveis em água, por exemplo, o óleo, mas não são solúveis em solventes orgânicos como por exemplo, o álcool, e também são chamados de gorduras ele é composto principalmente por moléculas de hidrogênio, oxigênio, carbono. 
Os lipídios são importantes por que fornece energia às células, e atuarem como isolantes térmicos em animais endotérmicos ou seja animal de sangue quente eles também servem como facilitadores de determinadas reações químicas e como reserva de energia.
2) Os ácidos graxos são formados por cadeias de átomos de carbono que se ligam a átomos de hidrogênio como radical ácido em uma de suas extremidades.
Geralmente as gorduras apresentam ácidos graxos saturados em sua composição, já os óleos apresentam ácidos graxos não saturados. 
Os ácidos graxos essenciais para alimentação humana são ácido linolênico (ômega