A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Kátia Helena de Souza infancia e saude prova 1

Pré-visualização | Página 1 de 3

Kátia Helena de Souza (1533087)
	
	Disciplina:
	Infância e Saúde (LEE17)
	Avaliação:
	Avaliação I - Individual FLEX ( Cod.:512612) ( peso.:1,50)
	Prova:
	18543494
	Nota da Prova:
	10,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	Segundo Mello e Oliveira (2013, p. 1033), "estudar a religião possibilita pensar a influência das crenças e práticas culturais na incorporação de certos hábitos na vida das pessoas, incluindo o cuidado com a saúde. O resgate de conceitos da antropologia da saúde nos convida a lançar um novo olhar para a compreensão do processo saúde-doença, rompendo com a dicotomia entre elas, construída ao longo do tempo, à medida que a saúde se fundamentou no discurso médico-científico ocidental" . Com base no exposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(     ) A concepção mágico-religiosa partia, e parte, do princípio de que a doença resulta da ação de forças alheias ao organismo, que neste se introduzem por causa do pecado ou de maldição. 
(     ) Para os antigos hebreus, a doença não era necessariamente devida à ação de demônios, ou de maus espíritos, mas representava, de qualquer modo, um sinal da cólera divina, diante dos pecados humanos. 
(     ) O faraó Ramsés V morreu de varíola. Os egípcios acreditavam que a varíola era causada pela deusa Te Fiti, porque o faraó havia roubado o coração de uma súdita. Ele pecou, pois os faraós só podiam casar com descendentes de faraós.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: MELLO, Márcio Luiz; OLIVEIRA, Simone Santos. Saúde, religião e cultura: um diálogo a partir das práticas afro-brasileiras. Saúde soc.,  São Paulo, v. 22, n. 4, p. 1024-1035, dez. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902013000400006&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 29 jul. 2019.
	 a)
	V - F - F.
	 b)
	F - V - F.
	 c)
	F - F - V.
	 d)
	V - V - F.
	2.
	Ao fazer uma investigação científica sobre maus-tratos infantis, violência doméstica e notificação de abuso no município de Ribeirão Preto (SP), Farias et al. (2016, p. 799) fizeram uso dos seguintes aspectos metodológicos de pesquisa: "estudo descritivo com dados do Sistema de Vigilância de Violências e Acidentes (VIVA) da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto-SP, Brasil, no período de 2006 a 2008". Sobre o que caracteriza uma Secretaria Municipal de Saúde, assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: FARIAS, Marilurdes Silva et al. Caracterização das notificações de violência em crianças no município de Ribeirão Preto, São Paulo, no período 2006-2008. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v. 25, n. 4, p. 799-806, dez. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2237-96222016000400799&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 13 ago. 2019.
	 a)
	Planeja, organiza, controla, avalia e executa as ações e serviços de saúde em articulação com o conselho municipal e a esfera estadual para aprovar e implantar o plano municipal de saúde.
	 b)
	Representa os entes municipais, no âmbito estadual, para tratar de matérias referentes à saúde, desde que vinculados institucionalmente ao Conasems, na forma que dispuserem seus estatutos.
	 c)
	Formula políticas e ações de saúde, prestando apoio aos municípios em articulação com o conselho estadual e participa da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) para aprovar e implementar o plano estadual de saúde.
	 d)
	Formula, normatiza, fiscaliza, monitora e avalia políticas e ações, em articulação com o Conselho Nacional de Saúde. Atua no âmbito da Comissão Intergestores Tripartite (CIT) para pactuar o Plano Nacional de Saúde.
	3.
	Por vezes, os noticiários expõem alguma situação em que os presos conseguem adquirir drogas e utilizarem-nas nos ambientes penitenciários. Guimaraes, Meneghel e Oliveira (2006, p. 640) também abordam essa situação: "sabemos que a real situação do consumo de drogas nos presídios é ainda maior, pois geralmente o apenado omite fazer uso de substâncias psicoativas, já que esse dado concorre para aumentar a pena". Levando isso em consideração, analise as afirmativas a seguir:
I- Existem programas de saúde que são desenvolvidos nos espaços escolares, vinculados ao combate ao uso de drogas. O intuito é propiciar a prevenção do uso de álcool e cigarro, além de outros tipos de drogas lícitas ou ilícitas. Faz parte das ações desses programas esclarecer os malefícios que a utilização dessas drogas traz para o organismo e para a sociedade. Há programas em que a violência é abordada com estudantes, a fim de ajudá-los a reconhecer pressões e influências diárias à prática de violência, e a resistir a elas.
II- As campanhas desenvolvidas pelo governo federal cujo público alvo são crianças e adolescentes focalizam a educação, sobretudo a alfabetização. A saúde não tem sido prioridade para o público infantil. Os poucos programas para as crianças são de imunização e aleitamento materno. Por isso, existem pressões da sociedade civil para que o governo federal desenvolva programas de saúde mental relativos ao álcool e outras drogas, direcionados para crianças.
III- Aconteceram mudanças nas diretrizes da Política Nacional sobre Drogas. Dentre elas, destacam-se: 1) O alinhamento entre a Política Nacional sobre Drogas e a recém-publicada Política Nacional de Saúde Mental. 2) Posição contrária à legalização das Drogas. 3) Modificação dos documentos legais de orientação sobre a Política Nacional sobre Drogas, destinados aos parceiros governamentais, profissionais da saúde e população em geral.
Assinale a alternativa CORRETA:
GUIMARAES, Cristian Fabiano; MENEGHEL, Stela Nazareth; OLIVEIRA, Carmen Silveira de. Subjetividade e estratégias de resistência na prisão. Psicol. cienc. prof., Brasília, v. 26, n. 4, p. 632-645, dez. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932006000400010&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 7 ago. 2019.
	 a)
	As afirmativas I e III estão corretas.
	 b)
	As afirmativas I e II estão corretas.
	 c)
	Somente a afirmativa I está correta.
	 d)
	As afirmativas II e III estão corretas.
	4.
	Conforme Jaime et al. (2011, p. 822), a ampliação da quantidade de Núcleos de Apoio à Saúde da Família, com a inserção do profissional nutricionista, tende a otimizar as ações em prol da atenção primária à saúde no que tange à obesidade. "No entanto, também se configura como um desafio a apropriação das ações de alimentação e nutrição por outros profissionais de saúde, respeitando-se competências e atribuições específicas. Assim, destaca-se a necessidade da formação de profissionais aptos a colocar em prática as ações propostas para a Atenção Básica e para os demais níveis de complexidade do Sistema Único de Saúde". Perante o exposto, e tendo em vista a campanha "Comer Bem e Melhor", analise as afirmativas a seguir:
I- A criação de hortas comunitárias, bem como a atenção para com a merenda escolar, estão em consonância com essa campanha. Ela também envolve ações educativas sobre alimentação saudável.
II- O Ministério da saúde almeja estabelecer parceria com a Unicef para atuar nesse propósito, contudo a formação de parcerias é um processo muito burocrático. Por isso a Unicef está distante dessa campanha. 
III- É necessário reformular e verificar a maneira como crianças e adolescentes se alimentam. Assim, a campanha abrange a aferição das medidas antropométricas e do consumo alimentar. Conta ainda com a aferição do peso e altura e posterior cálculo do IMC.
Assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: JAIME, Patrícia Constante et al. Ações de alimentação e nutrição na atenção básica: a experiência de organização no Governo Brasileiro. Rev. Nutr., Campinas, v. 24, n. 6, p. 809-824, dez. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732011000600002&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 7 ago. 2019.
	 a)
	Somente a afirmativa II está correta.
	 b)
	As afirmativas I e II estão corretas.
	 c)
	As afirmativas I e III estão corretas.
	 d)
	As afirmativas