PSIQUIATRIA DINÂMICA - TEORIAS DE FREUD
7 pág.

PSIQUIATRIA DINÂMICA - TEORIAS DE FREUD

Pré-visualização2 páginas
PSIQUIATRIA DINÂMICA \u2013 PSIQUIATRIA DE FREUD 
 
Sigmund Freud é o fundador da psicanálise clássica. A ciência da psicanalise é o alicerce do 
entendimento psicodinâmico \u2192 Forma a estrutura de referência teórica fundamental para uma 
variedade de intervenções terapêuticas. 
ORIGEM DA PSICANÁLISE: Na década de 1887 a 1897, Freud mergulho no estudo sério dos 
distúrbios em suas pacientes histéricas. Esse começo tinha um aspecto triplo: 
1. Como um método de investigação; 
2. Como uma técnica terapêutica; 
3. Como um corpo de conhecimento cientifico. 
TEORIAS DE FREUD: Precisamos entender que quando nascemos nós desenvolvemos 
organicamente (desenvolvimento biológico das células e do nosso corpo físico), e também temos 
um desenvolvimento psíquico. A base da psicanálise é colocar o paciente para refletir e entrar em 
contato com a parte do desenvolvimento que pode ter sido traumática ou não desenvolvimento 
corretamente, para então realizarmos uma intervenção terapêutica e acabarmos com um trauma 
criado. 
MODELO TOPOGRÁFICO DA MENTE: 
CONSCIENTE, PRÉ-CONSCIENTE e INCONSCIENTE. 
\u2756 CONSCIENTE: 
Parte da mente em que as percepções que provêm do mundo externo ou do interior do corpo ou 
da mente são trazidas à consciência. \u2192 eu sei o que está acontecendo comigo, sei o que está 
acontecendo no mundo externo, consigo trabalhar com as minhas sensações internas (estou com 
calor, ou estou com frio), tristeza, alegria, etc. 
É um fenômeno subjetivo, cujo conteúdo apenas pode ser comunicado por meio de linguagem ou 
de comportamento. 
\u2756 PRÉ-CONSCIENTE: 
Composto pelos: Eventos, Processos e Conteúdos mentais \u2192 que podem ser trazidos à 
consciência pelo ato de concentrar a atenção. 
Exemplo: Embora não esteja consciente da aparência de seu professor da primeira série, a maioria 
das pessoas pode trazer essa imagem à mente deliberadamente concentrando sua atenção na 
memória. 
O pré-consciente representa uma interface entre as regiões inconsciente e consciente da mente. 
O sistema pré-consciente também serve para manter a barreira repressiva e para censurar desejos 
e vontades inaceitáveis. 
\u2756 INCONSCIENTE: 
Seus conteúdos e processos mentais são mantidos fora do conhecimento consciente por meio 
das forças de censura ou repressão, e é intimamente relacionado às pulsões instintuais. 
O conteúdo do inconsciente limita-se a desejos que buscam ser realizados. Esses desejos 
fornecem a motivação para a formação e sintomas neuróticos. 
É governado pelo princípio do prazer, e portanto, desconsidera conexões logicas, não tem uma 
concepção de tempo (um trauma que aconteceu na infância pode ser a ruminação do inconsciente 
hoje), representa os desejos como satisfações, permite que contradições existam de maneira 
simultânea (gostar e não gostar ao mesmo tempo) e nega a existência de elementos negativos. 
O inconsciente é uma coisa instintiva segura pelo pré-consciente através do comando do 
consciente. 
 
 
PSICOLOGIA DO EGO 
O Modelo estrutural do aparato psíquico é o pilar da psicologia do ego. Tem 3 entidades: Id, Ego e 
Superego. 
\u2756 ID: 
Freud usa o termo \u201cid\u201d para referir-se a uma variedade de impulsos instintivos desorganizados 
(fazendo uma alusão ao modelo topográfico da mente o id seria o inconsciente). 
O id não tem a capacidade de adiar ou modificar as pulsões instintuais que nascem com o bebe, 
porém, ele não deve ser considerado sinônimo do inconsciente, pois, tanto o ego quanto o superego 
têm componentes inconscientes. 
OBS: o id representa os nossos impulsos que querem \u201csair\u201d, ele \u201cempurra o ego\u201d. 
\u2756 EGO: 
O ego abrange todas as três dimensões topográficas do consciente, pré-consciente e inconsciente 
(O ego sou \u201ceu\u201d, com consciente, com pré-consciente e com o meu inconsciente) 
O pensamento logico e o abstrato e a expressão verbal estão associados às funções conscientes 
e pré-consciente do ego. 
Os mecanismos de defesa residem no domínio inconsciente do ego (quando eu tenho algo no 
inconsciente que eu não quero acessar eu vou formular mecanismos de defesa para que isso não 
vá para o consciente, é como se eu criasse um bloqueio \u2013 isso é realizado de forma inconsciente, 
eu não tenho consciência de que eu estou bloqueando a informação) 
É o órgão executivo da psique e controla a mobilidade, a percepção e o contato com a realidade. 
\u2756 SUPEREGO: 
Estabelece e mantem a consciente moral do indivíduo com base em um complexo sistema 
internalizado de ideias e valores dos pais 
OBS: o superego é quem reprime o ego, de acordo com os costumes morais. 
As crianças internalizam os valores e os padrões de seus pais por volta dos 5 ou 6 anos de idade. 
Serve como uma entidade que proporciona um escrutínio continuo de comportamentos, 
pensamentos, e sentimentos das pessoas. Faz comparações com padrões de comportamentos 
esperados e oferece aprovação ou desaprovação 
 
PRINCIPIOS BÁSICOS DA PSIQUIATRIA DINÂMICA 
Na psiquiatria fazemos uma avaliação clínica e uma avaliação dinâmica do paciente. Na avaliação 
clínica o objeto é construir a súmula psicopatológica, onde fazemos a descrição das funções 
psíquicas do paciente através de psicopatologia. E para entender completamente o que está 
acontecendo com o paciente utilizamos outra fonte teórica, a avaliação dinâmica, esta é realizada 
através da psiquiatria psicodinâmica que se baseia nas teorias de Freud. 
Psiquiatria psicodinâmica \u2013 uma abordagem calcada na teoria e no conhecimento psicanalíticos 
Uma outra teoria de Freud é o desenvolvimento libidinal da criança 
 
DESENVOLVIMENTO LIBIDINAL DA CRIANÇA - Sexualidade infantil 
Em cada fase do desenvolvimento libidinal, componentes específicos dos impulsos evocam 
defesas do ego características. 
É o desenvolvimento do prazer da criança, não é o prazer associado a imagem sexual, está apenas 
ligado ao prazer do sistema de recompensa. É a mesma via do prazer sexual, mas não este tipo 
de prazer que está sendo \u201cativo\u201d. 
É dividido em estágios: 
\u2756 Estagio oral, que ocupa os primeiros 12 a 18 meses de vida, é centrado na boca e nos 
lábios e se manifesta nos comportamentos de mastigar, morder e chupar. (FREUD: \u201cquando a 
criança mama no seio da mãe ela sente prazer\u201d). 
\u2756 Estagio anal, de 18 a 36 meses de idade, envolve o funcionamento e o controle do intestino 
(aqui a criança passa a ter controle do esfíncter anal e para de usar fraldas, durante este 
momento a criança sente o prazer de ter o controle do esfíncter, e assim aprende a controlar 
o xixi e coco). 
\u2756 Estagio fálico, de 3 a 5 anos, concentra-se inicialmente na urinação como fonte da 
atividade erótica (aqui a criança tem prazer em fazer xixi, é apenas o prazer de ativação do 
sistema de recompensa). 
RELAÇÕES OBJETAIS 
A capacidade de formar relacionamentos mutuamente satisfatórias está ligada, em parte, a padrões 
de internalização provenientes de interações precoces com os pais e com outras pessoas 
significativas. (\u201ceu aprendo a amar conforme me amaram quando eu fui criança\u201d \u2013 por isso 
procuramos um modelo de parceiro semelhante aos nossos pais, ex: se eu tenho um pai muito 
afetuoso, carinhoso eu vou buscar um companheiro que também tenha essas características). 
 
 
LINHAS PARALELAS DO DESENVOLVIMENTO 
 
MECANISMOS DE DEFESA 
Existem 4 tipos de mecanismos de defesa: 
1. Defesas narcisistas-psicóticas: (ocorrem no início do desenvolvimento, na fase anal) - Essas 
defesas são encontradas geralmente coo parte de um processo psicótico. Compartilham o objetivo 
comum de evitar, distorcer a realidade. 
 
 
 
2. Defesas imaturas: Mecanismos bastante comuns na pré-adolescência e em transtornos de 
caráter adultos. 
 
 
 
3. Defesas neuróticas: São comuns em indivíduos aparentemente normais e saudáveis, bem 
como nos transtornos neuróticos. 
 
 
4. Defesas maturas: Esses mecanismos são saudáveis e adaptativos ao longo de todo o ciclo de 
vida. São socialmente adaptativos e úteis na integração de necessidades e motivos
Tauany
Tauany fez um comentário
Excelente! Amo Freud.
1 aprovações
Carregar mais