TESTE DE CONHECIMENTO AULA 07 DIREITO DO CONSUMIDOR-convertido
1 pág.

TESTE DE CONHECIMENTO AULA 07 DIREITO DO CONSUMIDOR-convertido


DisciplinaDireito do Consumidor10.427 materiais41.678 seguidores
Pré-visualização1 página
TESTE DE CONHECIMENTO AULA 07 DIREITO DO CONSUMIDOR 
 
1 \u2013 (MPE/SP 2010 - VUNESP - ANALISTA DE PROMOTORIA I) Consideram-se produtos essenciais os indispensáveis para satisfazer 
as necessidades imediatas do consumidor. Logo, na hipótese de falta de qualidade ou quantidade, não sendo o vício sanado pelo 
fornecedor: 
R: É direito do consumidor exigir a substituição do produto por outro de mesma espécie, em perfeitas condições de uso, ou, a seu 
critério exclusivo, a restituição imediata da quantia paga, sem prejuízo de eventuais perdas e danos, ou, ainda, o abatimento 
proporcional do preço. 
2 \u2013 Iara comprou um microcomputador e, no contrato, o fornecedor declarou que a garantia do produto seria de um ano a contar 
da data da compra. O microcomputador apresentou defeito oculto e, por isso, Iara procurou o fornecedor para resolver seu 
problema, o que foi recusado sob a alegação de que já havia transcorrido um ano e um mês entre a data da compra e a 
constatação do mencionado defeito. Tendo como referência inicial a situação apresentada, assinale a opção incorreta acerca das 
normas do CDC. 
R: O direito de Iara reclamar pelo defeito apresentado pelo microcomputador extinguiu-se quando se completou um ano da data 
da aquisição do mencionado produto. 
3 \u2013 (ANS 2007 - FCC - ANALISTA EM REGULAÇÃO - ESPECIALIDADE DIREITO) Rita recebeu em seu domicílio a visita do 
representante comercial da empresa "Conforto Ltda." oferecendo colchão ortopédico por preço módico. Interessada no produto, 
pois estava sofrendo de fortes dores nas costas, Rita firmou contrato de venda e compra, pagando a quantia cobrada, e, no ato do 
negócio, recebeu do representante comercial o colchão ortopédico. Porém, decorrido cinco dias do recebimento do colchão, que 
não apresentava vício, Rita, não obtendo melhora nas dores em suas costas, resolveu desistir do contrato, entretanto após o 
encerramento do horário comercial. Nesse caso, para comunicar a desistência do contrato à "Conforto Ltda.", resta para Rita o 
prazo de: 
R: Dois dias. 
4 \u2013 Sobre o "produto", de acordo com o C.D.C, podemos considerar como verdadeiro, EXCETO: 
R: O produto é considerado defeituoso pelo fato de outro de melhor qualidade ter sido colocado no mercado. 
5 \u2013 São considerados viciados os produtos que: 
R: Se revelem inadequados ao fim a que se destinam. 
6 \u2013 O Mercado A comercializa o produto desinfetante W, fabricado por Industria W. O proprietário do Mercado B, que adquiriu tal 
produto para uso na higienização das partes comuns das suas instalações, verifica que o volume contido no frasco está em 
desacordo com as informações do rótulo do produto. Em razão disso, o Mercado B propõe ação judicial em face do Mercado A, 
invocando a Lei n. 8.078/90 (CDC), arguindo vícios decorrentes de tal disparidade. O Mercado A, em defesa, apontou que se 
tratava de responsabilidade do fabricante e requereu a extinção do processo. A respeito do caso sugerido, assinale a alternativa 
correta. 
R: Trata-se de vício do produto, logo o réu (Mercado A) e o fabricante (Industria W) são solidariamente responsáveis. 
7 \u2013 Acerca da responsabilidade no Código de Defesa do Consumidor, assinale a opção correta. 
R: Caso o vício do produto ou do serviço não seja sanado no prazo legal, pode o consumidor exigir o abatimento proporcional do 
preço. 
8 \u2013 (Exame de Ordem Unificado - XXIII - Primeira Fase - 2017) Saulo e Bianca são casados há quinze anos e, há dez, decidiram 
ingressar no ramo das festas de casamento, produzindo os chamados ¨bem-casados", deliciosos doces recheados oferecidos aos 
convidados ao final da festa. Saulo e Bianca não possuem registro da atividade empresarial desenvolvida, sendo essa a fonte única 
de renda da família. 
No mês passado, os noivos Carla e Jair encomendaram ao casal uma centena de \u308 bem-casados" no sabor doce de leite. A encomenda 
foi entregue conforme contratado, no dia do casamento. Contudo, diversos convidados que ingeriram os quitutes sofreram infecção 
gastrointestinal, já que o produto estava estragado. A impropriedade do produto para o consumo foi comprovada por perícia 
técnica. 
Com base no caso narrado, assinale a alternativa correta. 
R: Embora a empresa do casal Saulo e Bianca não esteja devidamente registrada na Junta Comercial, pode ser considerada 
fornecedora à luz do Código do Consumidor, e os convidados do casamento, na qualidade de consumidores por equiparação, 
poderão pedir indenização diretamente àqueles.