A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
linguagem e argumentação

Pré-visualização | Página 1 de 3

Portifólio 1 
 
ALUNO: Kênia Teles RGM: 103.8464 
 
ATIVIDADES DA AULA 1 (5,0) 
 
PARTE A (2.5) 
1. Observe as charges abaixo e indique quais são os elementos da comunicação: 
A) 
 
 
Emissor: 
Hector / CHARGEONLINE.COM.BR 
Receptor: 
Leitor da charge. 
 
Mensagem: 
Textos e imagens. 
Canal de Comunicação: 
Charge. 
 
Código: 
Verbal – língua Portuguesa e Inglesa, não verbal – imagens. 
 
Referente: 
Refere-se a #FICAEMCASA conscientização pela segurança. 
 
PARTE B (2,5) 
Questão 1 
 
Reconheça a função da linguagem predominante nos atos ou nas situações 
de comunicação a seguir: 
 
a) “O hábito de caminhar é saudável e não apresenta contraindicação. É considerado pelos 
médicos como um dos melhores exercícios aeróbicos que se pode fazer. Além disso, não 
exige equipamento sofisticado.” 
R: Função Referencial. 
b) – Está em casa? 
 - Estou sim! É você João? 
 - Sou. Sabe o que Maria me disse? 
 - Que ontem não foi à aula... 
 - Sim... 
 - ... por causa da chuva... está me ouvindo? 
 - Estou... fala.... 
R: Função emotiva ou expressiva. 
c) Aplique em ouro e conte com todas as vantagens. 
R: Função apelativa ou conotativa. 
 
d) Poema concreto de Paulo Leminski 
 
R: Função emotiva ou expressiva. 
e) 
 
R: Função conotativa ou apelativa. 
 
 
ATIVIDADES DA AULA 2 (5,0) 
 
ATIVIDADES DA AULA 2 (LEITURA: INTERPRETAÇÂO DE TEXTOS)-1.25 
 
RESPOSTAS (0,62 CADA) 
 
 1 – D 2 – B 3 - D 4 - B 5 - C 
6 - D 7 - E 8 - E 
 
QUESTÃO 01 
Texto A 
 
(Disponível: http://afro-saqua.blogspot.com.br/. Acesso 17/02/2015.) 
 
Texto B 
A intolerância religiosa se tornou uma das principais causas de perseguição das minorias no mundo, 
segundo o relatório anual da organização não governamental Minority Right Groups International 
(MRG). Segundo a ONG, o aumento do nacionalismo religioso, a marginalização econômica e os 
abusos derivados das leis antiterroristas estabeleceram uma pauta crescente de perseguição das 
minorias religiosas, que devem fazer frente regularmente a ataques, detenções, torturas e restrições 
de suas liberdades fundamentais em todos os continentes. "A intolerância religiosa é o novo 
racismo", declarou Mark Lattimer, diretor da MGR. "Muitas comunidades que enfrentaram 
discriminações raciais durante décadas são agora perseguidas por causa de sua religião", 
acrescentou. (Disponível: http://psicologiaespiritualgs.blogspot.com.br/2011/02/as-deficiencias-do-planeta-parte-iv.html. Acesso 17/02/2015). 
 
A partir dos textos acima avalie as afirmações a seguir e marque a opção correta: 
( ) a) A religião Candomblé apresenta maior índice de vulnerabilidade pelo fato de seus seguidores 
serem, unanimemente, negros. 
( ) b) Os adeptos à religião espírita estão entre os que menos foram vítimas de intolerância. 
( ) c) A intolerância religiosa é um fato atual que não pode, sob forma alguma, ser comparada ao 
preconceito racial. 
(X) d) Os dados acima podem ser entendidos como constatação ao desrespeito às singularidades 
dentro da multiplicidade que compõe o mosaico cultural do país. 
( ) e) Os católicos e cristãos apresentam índices discrepantes por partilharem de crenças similares. 
 
QUESTÃO 02 
Durante a Ditadura, mesmo com a censura, a cultura brasileira não deixou de criar e se espalhar 
pelo país e a arte se tornou um instrumento de denúncia da situação do país. Dos festivais de 
música despontam compositores e intérpretes das chamadas canções de protesto. 
(Disponível em: <https://ditaduraportalprofessor.wordpress.com/cultura-na-ditadura/>. Acesso em: 20 fev. 2015). 
A partir do texto acima, avalie as asserções a seguir e a relação propostas entre elas. 
I. Os anos 60 e 70 vivenciaram o esplendor da produção musical no Brasil. Compositores e cantores 
como Tom Jobim, Vinícius de Moraes, Chico Buarque, Caetano Veloso e Gilberto Gil elevaram o 
cenário da música nacional a níveis de criatividade raramente experimentados. 
PORQUE 
II. Boa parte dessa produção não foi motivada pela combativa resistência à repressão militar, que 
então cerceava, através dos meios mais perversos, as liberdades artísticas. 
(Disponível em: <http://educacao.globo/historia/assunto/ditadura-militar/manifestacoes-culturais.html>. Acesso em 20 fev. 2015). 
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta. 
( ) a) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I. 
( ) b) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I. 
(X) c) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa. 
( ) d) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira. 
( ) e) As asserções I e II são proposições falsas. 
 
QUESTÃO 03 
I. Com a nova Lei 13.006 [Lei nº 13.006, de 26 junho de 2014], a exibição de filmes nacionais 
constituirá componente curricular complementar integrado à proposta pedagógica da escola. A 
coordenadora adjunta do Programa de Alfabetização Audiovisual pela Secretaria Municipal de 
Cultura de Porto Alegre, Maria Angélica dos Santos, analisa a norma que torna obrigatória a 
exibição de filmes de produção nacional nas escolas de ensino básico por, no mínimo, duas horas 
mensais, enfatizando que, sua importância, no contexto do cinema e educação, está ligada à 
formação de público. “É, sem dúvida, um resultado importante que pode ser comemorado”, 
considera, lembrando que será necessário operar um redimensionamento da rede escolar, tendo 
em vista a adequação ao que a lei propõe. 
(Disponível: < http://observatoriodadiversidade.org.br/site/lei-no-13-006-obriga-exibicao-de-filmes-de-producao-nacional-nas-escolas-de-ensino-
basico/>. Adapt. Acesso 23/02/2015). 
II. RIO - Pelo menos 43 mil escolas brasileiras não estão preparadas para atender à nova lei que 
determina a exibição mensal de, pelo menos, duas horas de filmes produzidos no Brasil. O número 
corresponde às instituições que não têm televisão, de acordo com o Censo Escolar de 2013. O 
número aumenta quando se trata de aparelhos de DVD – do total de 190,7 mil colégios, mais de 48 
mil não têm o equipamento. Em relação aos retroprojetores, que também podem ser usados na 
exibição de filmes, apenas um terço (63 mil) tem o equipamento. 
(<http://www.ebc.com.br/educacao/2014/07/pelo-menos-43-mil-escolas-brasileiras-nao-tem-equipamentos-para-exibir-filmes>. Acesso em: 23 fev. 
2015). 
Ao analisar os excertos, fica evidente que: 
( ) a) Ambos os textos se referem à necessidade de articulação entre as atuais conjunturas 
escolares e o que se propõe por meio da lei citada; 
( ) b) A lei nº 13.006 assegura, a partir de sua vigência, maior divulgação da arte nacional: música, 
literatura, teatro e cinema. 
( ) c) O texto I deixa evidentes os aspectos favoráveis da lei 13006, enquanto que o texto II aponta 
a impossibilidade de seu alcance; 
(X) d) O texto II, ao contrário do primeiro, menciona o fato de que é preciso melhorias consoantes às 
atuais condições escolares de adequação à lei 13006; 
( ) e) É provável que, em um breve espaço de tempo, a lei não atinja os resultados esperados, mas 
que causará impactos no que tange ao uso das novas tecnologias na escola. 
 
QUESTÃO 4 
 
Considerando o texto apresentado, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas. 
I. A ideia de que tudo é válido, que não há mais fronteira para nada, de que podemos caminhar para 
qualquer lugar ideológico porque tudo é a mesma coisa, de que a história perdeu seu rumo, habita o 
inconsciente social, levando as pessoas a agirem sem pensar e quase sempre de maneira 
homogênea e equivocada. 
(Disponível: http://www.faroldenoticias.com.br/site/opiniao-a-preocupante-inversao-de-valore-no-mundo-do-pragmatismo-capitalista/. Acesso 
22/02/2015.) 
PORQUE 
II. Apesar do mundo pós- moderno ter nos acordado das utopias prometidas e não cumpridas pela 
modernidade (uma espécie de pesadelo)

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.